Crianças confiantes, crianças capazes: proteção em demasia também é perigosa - Pumpkin.pt

Crianças confiantes, crianças capazes: proteção em demasia também é perigosa

crianças confiantes crianças capazes

A função dos pais é proteger os filhos, mas o que acontece quando essa proteção se torna excessiva?

Quando os pais decidem tudo pelos filhos e protegem-nos do contacto com falhas e erros, estão a colocá-los numa posição de vulnerabilidade. No futuro, estas crianças terão dificuldade em tomar decisões, em lidar com os desafios da vida, em gerir o tempo, o dinheiro, as emoções, as ações e as relações.

Acham que não é o vosso caso? Vejam então se nunca disseram uma destas frases:

  • «Faz outro desenho porque os elefantes não são roxos. Assim, a professora dá-te má nota.»
  • «Não vás por aí. Vais ficar todo sujo e ainda por cima podes escorregar e magoares-te.»
  • «Eu é que sei o que é melhor para ti.»
  • «Pensa bem… Para um melhor resultado, eu escolheria algo diferente.»

Fazer “STOP à superproteção” é permitir que as crianças aprendam com os erros, ganhem confiança e cresçam mais realizadas e felizes.

Neste livro prático, a psicóloga Inês Afonso Marques apresenta a informação mais atual, baseada em investigação científica, momentos de reflexão, dicas, exercícios práticos e testemunhos reais de crianças, adolescentes e famílias.

Tudo para que consiga fazer “STOP à superproteção”, porque às vezes é preciso dar um passo atrás para o seu filho dar muitos em frente!

Inês Afonso Marques é psicóloga clínica e psicoterapeuta infantojuvenil, especializada em psicoterapia cognitivo -comportamental com crianças e adolescentes e em neuropsicologia pediátrica.

Com dezasseis anos de experiência maioritariamente em contexto de clínica privada, acompanha todos os dias crianças, adolescentes, jovens adultos e pais. É membro da direção da Oficina de Psicologia, sendo responsável pela gestão da área infantojuvenil.

Além do trabalho clínico que desenvolve, é supervisora clínica e formadora de pais, professores, educadores e psicólogos.

É oradora em diversos encontros, palestras e congressos nas áreas da educação, da saúde e da psicologia e, também, convidada a colaborar frequentemente com os media sobre parentalidade e bem–estar psicológico da população infantojuvenil.

Também lhe pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

<