Família > Crescer > Desenvolvimento

Livros > ecrãs: 5 formas de estimular a leitura

Os livros foram reis e senhores do entretenimento infantil durante décadas, mas, nos últimos anos, têm sido confrontados com a concorrência quase desleal de alguns vilões, protagonistas de tantos dramas familiares: os tablets e as televisões.

Crescer sem um incentivo ao gosto pela leitura pode condicionar o futuro das abobrinhas a médio e longo prazo. A boa notícia é: pais que leem (e acreditamos que seja o vosso caso!) são incentivos e exemplos por si só. O nosso papel é, na verdade, óbvio e incontornável. Somos nós quem disponibiliza aos nossos filhos as suas fontes de diversão e conhecimento.

Por isso, devemos ler-lhes desde a mais tenra idade, mesmo quando eles ainda não entendem nada, e devemos ler-lhes aquilo que nos apaixona. Harry Potter, estatísticas sobre futebol, receitas, livros infantis, jornais, revistas, calhamaços ou livros de bolso – o importante é ler(-lhes), e mostrar-lhes que lemos.

O resto dependerá mais ou menos deles, mas se está à procura da fórmula mágica para os “obrigar” a ler mais e a ver menos, respire: temos não uma, mas cinco dicas extra para criar mini devoradores de livros.

Xixi, livros, cama

ler para crianças

A hora de ir para a cama é uma excelente altura para embalar as crianças nas páginas de um livro, por isso, cuidado com livros sobre monstros ou mamãs desaparecidas  – ninguém quer uma criança infeliz ou com pesadelos a esta altura do campeonato.

Tente manter este ritual de leitura antes de dormir pelo menos 5 vezes por semana. Vale tudo: intercalar a leitura com o outro pai, para que a interpretação das histórias seja diferente, fazer vozes e encarnar a personagem. Se as crianças já souberem ler podem incentivá-las a fazê-lo sozinhas.

O “criar uma rotina” também é válido para os pais. Se as abobrinhas vos virem a ler, vão querer ler também. E que tal visitarem uma das incríveis livrarias infantis, que já existem de norte a sul do país, pelo menos uma vez por mês?

Vai ter livros repetidos sim

leitura crianças

Ler o mesmo livro aproximadamente 1935 vezes por ano é capaz de ser chato, mas há que olhar para o lado bom da coisa: a certa altura, já vai sabê-lo de cor… e a abobrinha também! Parecendo que não, isto vai ajudar as crianças a aprender a ler mais cedo, porque ao conhecer a história, conseguirá associar às palavras e às letras os seus sons.

Além do mais, revisitar histórias de que gostamos e voltar a lugares que nos fazem felizes está nas regras de “como tornar fácil, agradável e entusiasmante uma tarefa que pode ser vista como secante” – por isso, se eles quiserem sempre ler a mesma coisa, pense que é melhor do que não quererem ler nada.

Ditadura literária? Às vezes

livros mães

Dê-se uma pausa para respirar – ninguém merece levar com o Cuquedo, que nós adoramos, 7 dias por semana – e leia-lhes, ocasionalmente, um livro à sua escolha. Um livro seu, idealmente, mesmo que apenas algumas páginas, para aumentar o vocabulário, estimular-lhes a curiosidade e mostrar-lhes novas opções. É muito divertido partilhar com os nossos filhos estes momentos, até pelas questões que podem surgir, e porque eles adoram ouvir-nos ler.

A periodicidade deve e deve ser decidida pela vossa própria dinâmica familiar – somos ditadores literários, mas não tanto.

Um livro nunca é só um livro

livro infantil

Torne a leitura de um livro ainda mais divertida e completa com atividades complementares sobre a história que leram. O livro “O Monstro das Cores“, por exemplo, permite aos miúdos explorar mais sobre as suas próprias emoções e, agora, deu lugar a um incrível jogo de tabuleiro – mas as opções de criarem as vossas formas de dinamizar a leitura são imensas, basta puxar pela criatividade.

Adoramos seguir os perfis No Colo da Mãe e Pais Criativos, Filhos Felizes porque fazem imensas sugestões! Para quase todos os livros, o Planeta Tangerina propõe um conjunto de propostas de trabalho para professores, educadores, bibliotecários e pais, que adoramos seguir. A ideia é abrir portas para os livros serem explorados em múltiplas direções e inspirar os leitores.

Escolham livros divertidos e interessantes

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Família Pumpkin (@familia_pumpkin) on

Há livros ganha-coração e muda-vidas que conquistam pais e filhos – e que são autênticos tratores nesta luta que é incentivar a paixão pela leitura. Deixem as crianças escolher os livros que compram e/ou trazem da biblioteca, mas espreitem também as nossas sugestões de livros para crianças que, sabemos por experiência própria, vão encantar as abobrinhas aí de casa, na hashtag #familiapumpkinlovesbooks.

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *