Família > Fazer com os miúdos > Livros

Wook ler em família: contos de Natal para ler esta consoada

Contos de Natal

Sugestões de leituras natalícias que são um autêntico presente!

Dezembro é o mês do Natal! Não há como fugir: a alegria contagia o frio, as pessoas sorriem mais, as luzes iluminam as cidades, e estamos, todos, (ainda) mais preocupados com o bem e os outros.

Não há, por isso, melhor forma de embalar este sentimento do que lendo Contos de Natal que nos recordam, a todos, os valores mais importantes desta época especial: a família, o amor, a partilha, a entreajuda, a solidariedade e o respeito.

Reunimos, com o apoio da Wook, livros de Contos de Natal, uns mais clássicos, outros que rasgam as convenções e que nos relembram que esta é uma época que deve ser vivida em conjunto e com muitas gargalhadas!

Wook ler enquanto esperam pelo Pai Natal:

Sonho de Neve

sonho de neve

Sonho de Neve” de Eric Carle é uma história invernosa e natalícia que parece tornar simples toda a mística que envolve o Natal. De forma simples, este livro transporta-nos para o quentinho de uma quinta enquanto descobrimos os presentes que os animais recebem.

Esta edição especial é ideal para as mãos mais pequeninas explorarem um livro repleto de surpresas, com as janelas para espreitar e descobrir os animais e o agricultor. Ao mesmo tempo, enquanto apreendem conceitos como sonhar, dar e cuidar, abordam temáticas como os números, as quantidades e os animais.

A Noite de Natal

a noite de natal

A consoada em casa de Joana é cheia de abundância e alegria. Contudo, a menina lembra-se do seu amigo Manuel, que nem vai ter presentes nem uma mesa farta nessa noite tão especial. Decide, por isso, ir ter com ele e dar-lhe o que recebeu. Guiada por uma estrela, Joana descobre, nessa noite, o verdadeiro Natal.

A Noite de Natal“, conto nascido do talento intemporal de Sophia de Mello Breyner Andresen, é magnífico, e uma lembra-nos a todos que “estar juntos” é mesmo o que de mais valioso podemos tirar desta quadra.

O Grande Livro dos Contos de Natal

O Grande Livro dos Contos de Natal

De grande formato, capa dura e com glitter, este livro irá fazer as delícias das crianças. Recheado com ilustrações mágicas, traz quatro contos clássicos de Natal: “O Primeiro Natal”, “O Quebra-Nozes”, “A Rainha da Neve” e “Os Doze Dias de Natal”.

O Grande Livro dos Contos de Natal” é ideal para ler em voz alta com as abobrinhas e transportá-las para histórias cheias de amor.

Feliz Natal Lobo Mau

feliz natal lobo mau

O Lobo Mau foi procurar o Capuchinho Vermelho, mas encontrou o Pai Natal. Será que merece um presente?

Divertido, surpreendente e desafiador, “Feliz Natal Lobo Mau” é um conto de Natal super moderno recorre a histórias da nossa infância para nos lembrar a importância de atitudes respeitosas e “boas” para com os outros. Invertendo a lógica e o esperado, este livro arrancará sorrisos a todos!

O Pai Natal Preguiçoso e a Rena Rodolfa

o pai natal preguiçoso e a rena rodolfa

É Dezembro. Na Lapónia, andam todos muito atarefados. O carteiro entrega as cartas, a secretária do Pai Natal, a rena Rodolfa, lê-as e procura as prendas pedidas nas prateleiras, as outras renas preparam-se para a grande corrida de Dezembro. Só o Pai Natal parece não ter pressas. Mas, quando estão já de partida, descobre-se que o provérbio de que o Pai Natal tanto gosta — «Devagar, que tenho pressa» — está mesmo certo.

Estão preparados para descobrir do que é que se foram esquecer “O Pai Natal Preguiçoso e a Rena Rodolfa“?

O Abeto de Natal

o abeto de natal

Um bonito abeto sonha ser grande como as árvores à sua volta. Com o passar do tempo, transforma-se numa árvore robusta. Enquanto crescia, observa algumas das outras árvores grandes a serem cortadas. “Para onde as levarão?”, interrogava-se ele. Os pardais deram-lhe a resposta: serviam para enfeitar as casa no Natal, com dezenas de luzinhas e presentes. E ele desejou que lhe acontecesse o mesmo…

Será que conseguiu? “O Abeto de Natal” é um conto de Natal único, escrito pelo mestre dos contos Hans Christian Andersen.

O Mistério de Natal

o mistério de natal

Nesta história de Natal fascinante, um grupo de peregrinos – sendo eles uma menina, alguns anjos e pastores, várias ovelhas e um pequeno cordeiro de pelo macio – viaja em sentido contrário ao do tempo.

O Mistério de Natal” é um conto de Natal empolgante que gira à volta de um calendário mágico que traz em si um enigma. Ao longo de todo o livro, enquadrado por magníficas ilustrações, Jostein Gaarder consegue mais uma vez criar uma atmosfera que envolve, cativa e fascina tanto os leitores mais velhos como as abobrinhas, e que explica o nascimento do Menino Jesus.

A Rapariga que Salvou o Natal

a rapariga que salvou o natal

A véspera de Natal chegou, mas algo não está bem! O mundo deixou de acreditar em magia e o Natal pode mesmo acabar. O Pai Natal vai tentar fazer tudo para o salvar, mas sabe que nunca conseguirá fazê-lo sem a ajuda de uma rapariga muito especial: a Amélia. Só que ela desapareceu!

Com a ajuda de alguns elfos, de oito renas, da rainha de Inglaterra e de um misterioso homem chamado Charles Dickens, a jornada para resgatar a Amélia começa: é preciso encontrá-la, ou o Natal poderá perder-se para sempre!

Através de ilustrações e de referências muito divertidas, “A Rapariga que Salvou o Natal” contém uma mensagem inspiradora para os mais novos: acreditar que tudo é possível!

As Visitas do Pai Natal

as visitas do pai natal

Já nada é como antigamente, e o Pai Natal está mesmo confuso com os pedidos que recebeu da criançada. Como é que ele vai conseguir entregar os presentes, se nem sequer sabe o que é uma BTT ou uma Playstation?

Por sorte, os primos Álvaro e Francisco estão dispostos a dar-lhe uma ajuda preciosa. Ao mesmo tempo, por entre histórias curiosas e divertidas, os meninos aprendem a origem de algumas das tradições de Natal, como a do cartão de boas-festas ou a da fava do bolo-rei. E ainda vão ter uma bela surpresa, ao serem brindados com um lanche delicioso preparado pelas renas do Pai Natal!

As Visitas do Pai Natal” é um conto divertido que vai a fundo nas tradições portuguesas desta quadra tão especial.

A Verdadeira História do Pai Natal

a verdadeira história do pai natal

O Pai Natal existe mesmo? Se estas dúvidas começam a surgir aí em casa, este conto de Natal vai manter viva a magia!

O pai da Aninha sabia que, mais cedo ou mais tarde, seria chamado a enfrentar este grande dilema que aflige todos os pais: como contar a verdade sem desiludir a filha? “A Verdadeira História do Pai Natal” é uma história de rara delicadeza, em que se revela aos mais novos a «verdade» sobre o velhinho de barba branca mais simpático do mundo.

Ninguém dá Prendas ao Pai Natal

ninguém dá prendas ao pai natal

O Pai Natal está triste porque ninguém lhe dá prendas. Entram depois em cena, trazendo-lhe presentes, figuras de contos tradicionais que as crianças conhecem bem: o Capuchinho Vermelho, a Gata Borralheira, o João Ratão, a Bruxa da Casinha de Chocolate, a Raposa e o Lobo Mau.

Ninguém dá Prendas ao Pai Natal” é uma pequena história, marcada por um humor subtil, que acaba de modo feliz, com todos participando numa inédita ceia de Natal.

Milagre de Natal

milagre de natal

O que para o Pai Natal foi um azar – a aterragem acidentada do seu trenó e, consequentemente, uma pilha de presentes espalhados pelo chão – para um menino e para um certo cãozinho de orelhas caídas foi uma grande sorte. Ou, mais do que isso, foi um verdadeiro “Milagre de Natal“!

Cartas do Pai Natal

cartas do pai natal

A cada Dezembro, os filhos de J. R. R. Tolkien recebiam um envelope com um selo do Pólo Norte. Lá dentro, estava uma carta numa estranha letra aracnóide e um desenho belamente colorido. As cartas eram do Pai Natal.

Elas contavam maravilhosas histórias da vida no Pólo Norte: desde a forma como o Pai Natal preparava os brinquedos às travessuras com que o seu Urso Polar o atrasava, desde os amigos que frequentavam a sua casa (Bonecos de Neve, Elfos, Ursos das Cavernas e um Homem da Lua) até às batalhas com os maléficos duendes que ameaçavam a saída do mais famoso trenó.

Por vezes também o Urso Polar rabiscava alguma nota, ou então era o Elfo Ilbereth que escrevia na sua elegante letra floreada, acrescentando ainda mais vida e humor às histórias.

Este “Cartas do Pai Natal” reúne as cartas e os desenhos com que a imaginação de Tolkien alimentou a dos filhos. Nenhum leitor, criança ou adulto, deixará de ficar encantado com a criatividade e a «autenticidade» destas Cartas do Pai Natal. Recomendado para crianças com mais de 8 anos.

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *