Oh, não, estamos em isolamento profilático: ideias para entreter os miúdos em casa - Pumpkin.pt

Oh, não, estamos em isolamento profilático: ideias para entreter os miúdos em casa

isolamento profilático

Como disse?

Nova corrida, nova viagem, crianças fora da escola, os pais de novo em casa! Já se previa que o Início das Aulas trouxesse uma nova vaga de casos positivos e, por isso, muitas são as crianças que, nas próximas semanas, serão mantidas em isolamento profilático.

Esta medida coloca-se quando não se sabe se a abobrinha está doente, mas se contactou direta ou indiretamente com uma pessoa infetada: professores, educadores, auxiliares, funcionários das escolas ou outros alunos da mesma sala/turma.

Se estão novamente em casa com as crianças, pensem positivo: pelo menos, desta vez, são apenas 15 dias (espera-se!). Para que passem rápido e sem precalços, reunimos várias ferramentas e ideias para que possam estudar, divertir-se e passar tempo juntos.

O que fazer em isolamento profilático, com as crianças?

Estudar e estimular o cérebro

crianças quarentena sites

Aprender nunca foi tão divertido! Contamo-vos quais os recursos para estudar online que podem explorar aí por casa, sempre em consonância com as recomendações dos professores!

1. “Que Bicho Te Mordeu? é o site que morde a curiosidade das crianças para temas de direitos humanos, ambiente, cidadania, diversidade cultural e muito mais!

2. “Colorir Online” é um site onde as crianças podem passar horas a pintar desenhos de todos os temas possíveis e imaginários: dinossauros, piratas, animais, sereias… e muito mais!

3. “Canal Panda Jogos é o site do Panda com os jogos mais divertidos para os fãs das séries que passam todos os dias no canal!

4.Escola Virtual é uma plataforma de estudo para os alunos do século XXI. A cada ano letivo os alunos têm desafios mais exigentes e a Escola Virtual acompanha a sua evolução. Sigam o método disponível para a maioria das disciplinas do 1.º ao 12.º anos, temporariamente gratuitos para todos.

5. A Leya Educação disponibiliza oBanco de Recursos na Aula Digital gratuitamente a todos os professores e alunos, de forma a permitir que o ensino à distância esteja facilitado.

6. O Bichinho do Saber é um site com muitas explicações de todas as disciplinas e de todos os anos do ensino básico, além de testes para as crianças testarem os seus conhecimentos.

Livros para ler

Ler histórias às nossas abobrinhas – ou oferecer-lhes livros para que os leiam sozinhas – alarga-lhes os horizontes, estimula-lhes a imaginação e incentiva ao desenvolvimento da linguagem. E é muito divertido!

Temos várias sugestões de leitura: 13 livros infantis que provam que as meninas podem ser quem elas quiseremlivros sobre ambiente para criançaslivros de fábulaslivros sobre animais e livros sobre sentimentos

O Plano Nacional de Leitura também disponibiliza uma biblioteca digital com livros gratuitos para crianças dos 5 aos 15 anos. Qual é que vão ler hoje?

Por fim, vejam estas sugestões de livros que podem ler e, depois, trabalhar em conjunto com as crianças. São ideias da nossa querida Sofia Baltazar Knapič.

O Cuquedo

cuquedo

Na selva assistia-se a uma debandada de animais: as zebras, os hipopótamos, os elefantes, as girafas e outros bichos corriam de lá para cá e de cá para lá. E porque seria? É que o Cuquedo andava à solta por aquelas bandas.

E o que é o Cuquedo, perguntam vocês? Será um animal feroz, um pássaro, que bicho será? Que coisa será? Nada como ler a história para descobrir.

É um livro entusiasmante que capta a atenção de todas as crianças e até dos adultos, um livro empolgante, que utiliza um diálogo repetitivo, mudando apenas as personagens, o que leva a que os mais pequenos, em pouco tempo, o possam contar facilmente.

Atividade Criativa: Vamos representar o Cuquedo?

Os Ovos Misteriosos

a-galinha-dos-ovos-misteriosos

Uma história cheia de humor: uma mãe-galinha foge da capoeira e vai viver para a mata. Um dia, ao chegar ao ninho, vê que ele está cheio de ovos de diferentes tamanhos e feitios.

O que estará dentro de cada um deles? Como poderá a nossa amiga cuidar de todos, sendo eles tão diferentes? Quando o perigo surge, cada um por si, cada um com a sua habilidade, acabam por unir-se todos pela mesma causa – a família!

Atividade Criativa: Pintainhos no ovo em Origami

O Grufalão

o grufalão

Andamos às voltas com os monstros que não existem debaixo das camas, nem dentro das gavetas do quarto ou escondidos atrás dos armários. Dizemos que os monstros só existem nas florestas, lá longe, bem longe. Mas não terão já as florestas perigos suficientes para os animais mais pequenos e frágeis?

Os miúdos vão querer ouvir vezes sem conta as aventuras do ratinho muito astuto que, com a sua imaginação, consegue persuadir a raposa, a coruja e a cobra de que não seria um bom petisco para eles. Fá-lo assustando-os, inventando a existência de um monstro feio e assustador, o Grufalão, que afinal existe mesmo.

Este é um livro sobre a importância de sermos astutos e inteligentes para fugirmos aos perigos da vida. Uma fábula escrita nos tempos modernos, pronta para ler e ‘assustar’ muitos pequenos leitores.

Atividade Criativa: Espanta-Monstros

Os Animais Estavam Zangados

os animais estavam zangados

E se, estando os animais na selva sem nada para fazer, se zangassem todos? Ia dar zaragata!!!

Um a um, vão-se zangando uns com os outros. O leão diz à tartaruga que ela é lenta e ela, zangada, diz ao elefante que o odeia porque ele é muito grande; ele, por sua vez, muito zangado, diz à formiga que a odeia por ser muito pequena, e assim sucessivamente. Os animais vão expressando o seu ódio uns aos outros, devido às suas características mais particulares, como a grandeza, a pequenez, a altura… até todos estarem zangados na selva!

Não podemos ser todos iguais, não podemos gostar todos das mesmas coisas, ter a mesma altura, exprimirmo-nos da mesma maneira. Muito simples, a história recorre a dois conceitos antagónicos para criar uma narrativa: “odeio-te” para criar a barafunda e “gosto de ti” para restituir a paz à selva. Com a chegada da pomba o dia continuava quente, os animais sem nada para fazer, mas estavam todos contentes – encontrem as diferenças entre a capa e a contra-capa.

Atividade Criativa: Animais da Selva com Rolos de Papel

O Senhor Cavalo-Marinho

o senhor cavalo marinho

Este livro transporta-nos para o fundo do mar e para as suas diferentes tonalidades. O papel das folhas de acetato faz-nos mergulhar ainda mais fundo no mar, para conhecer mais peixes, algas, corais e rochas onde se escondem ou camuflam os animais marinhos. Um livro com que se pode brincar e descobrir.

E, porque muitas crianças gostam de saber tudo sobre os animais, de onde vêm, como nascem, se é dos ovos, se é das barrigas das mães… apresente-lhes esta história de um pai que toma conta dos ovos e das crias e que, afinal, não é o único no fundo do mar a ter essa função, habitualmente dada às mães.

É uma história de amor-de-pai, de um pai que se dedica a proteger os ovos, a ajudá-los a nascer, mas também a crescer e a deixá-los seguir o seu caminho, quando já o podem fazer sozinhos.

Atividade Criativa: Pintar Pedras

Pinguim

pinguim livro

Recordando a infância e recuando até ela: o que não daríamos para que o nosso brinquedo preferido ganhasse vida e falasse connosco? Esse é o grande desejo do Quim, o menino que protagoniza esta história. Ele só queria que o seu novo amigo Pinguim falasse com ele e, para que isso aconteça, vai fazer de tudo! Imaginem quando uma criança recebe um boneco e começa a apertar as mãos e os pés a ver se funciona de verdade, para poder brincar, falar e rir das suas palhaçadas. Até porque um pinguim mudo não parece ter muita graça.

É um livro simples, de fácil leitura e compreensão para os mais novos. Os desenhos de grande dimensão e as frases curtas e simples ajudam a captar a atenção dos ouvintes e contribuem também para que cada acção possa ser teatralizada pelo leitor.

Atividade Criativa: Agora vou ser um Pinguim!

Sem Título

sem titulo herve tullet

Aqui está mais um livro, e muito especial. No fundo já tem tudo, ou quase. As páginas, as personagens (ainda em rascunho), desenhos, autor, mas a história, onde anda a história? É como que uma viagem aos bastidores do livro, a história antes da história. Até o autor fica surpreendido com a presença de leitores. É um livro, mas afinal ainda não estava acabado, porque a verdadeira história não está pronta.

Escrevam em conjunto este livro! E não é que ele fala connosco? Que nos pergunta coisas? Quem somos, o que estamos ali a fazer… as personagens acharam-nos simpáticos! Chamaram o autor, ele apareceu e também nos fez perguntas, resmungou um bocado, contou-nos uma mini história à pressa, para nos deixar mais satisfeitos. Há, até, um candeeiro que acende e apaga quando carregamos no botão. Este livro faz-nos puxar pela imaginação, ter medo de um monstro que ainda não é bem um monstro, mas assusta, gostar da fada, do porco, da cobra, do rapaz e do cão e, sobretudo, gostar muito das histórias deste autor.

O Dia em que o Senhor Bonifácio ficou em casa doente

O-Dia-em-que-o-Senhor-Bonifacio-Ficou-em-Casa-Doente

O Senhor Bonifácio tem muito que fazer no Jardim Zoológico, mas encontra sempre tempo para visitar os seus amigos.

Com as primeiras chuvas vêm também as primeiras febres e os primeiros dias em casa. Proponho, pois, um bom livro para ler nesses dias, enrolado nos lençóis ou no sofá, para que a imaginação ganhe asas e se desejem dias como este em que o Sr. Bonifácio não foi trabalhar.

É uma história de amizade mútua, companhia, entreajuda e recompensa. Vamos fazer aos outros o que gostamos que nos façam a nós. Quem não gosta de receber em sua casa um amigo, uma companhia para os dias em que estamos doentes e sem forças, cansados e sem poder sair de casa? Como seria bom que os nossos amigos da escola nos pudessem visitar nesses dias!

Num vocabulário muito simples, o autor Philip C. Stead conta-nos esta história de amizade e dedicação a quem mais precisa.

Atividade Criativa: Vamos escrever um postal

O Boneco de Neve

O-Boneco-de-Neve

Num dia de Inverno um menino sai de casa e constrói o seu boneco de neve. Um boneco igual a tantos outros que estamos habituados a ver construir nos filmes, nos desenhos animados, nos livros.

Nessa noite, contudo, o boneco ganha vida e torna-se amigo do menino e cada um mostra ao outro o seu mundo.

É um livro magnífico que há anos encanta crianças e adultos, apenas através das suas ilustrações, leva-nos de volta à infância e ao mundo do sonho.

Uma história simples e pequena que, aos adultos, devolve os desejos de infância e aos mais novos, dá a sensação de que os sonhos se podem tornar realidade!

Atividade Criativa: Faça o seu Boneco de Neve

Apps educacionais

As tecnologias digitais são discutidas muitas vezes: serão a nova “fada-madrinha” ou o novo “bicho-papão”? Somos defensores do equilíbrio. Em situações de quarentena, faz sentido entreter os miúdos com apps divertidas mas pedagógicas, que lhes permitam aprender coisas novas.

A oferta é enorme, por isso fizemos testes exaustivos para separar algumas das melhores apps para crianças entre as milhares de aplicações disponíveis.

A divisão etária que propomos é apenas uma indicação: ninguém melhor do que os pais para saber a maturidade emocional da criança e se a app é ou não adequada para o seu desenvolvimento cognitivo.

Trabalhos manuais

1. Montar uma tenda dentro de casa. Se não puderem sair de casa, monte uma tenda no meio da sala e acampem ali mesmo!

2. Fazer esculturas gigantes com plasticina caseira. Que artistas!

3. Fazer desenhos a partir de recortes de jornal. A Inês do blog Mamã Recicla partilha connosco uma ideia tão simples e tão gira, que temos mesmo que experimentar em nossa casa: colar pedaços de papel de jornal em cartolinas e convidar os pequenos a completar o desenho!

4. Artes manuais ecológicas. Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma, já dizia Lavoisier, e é mesmo verdade.

Já pensaram em dar nova vida a materiais recicláveis e fazer trabalhos manuais com as crianças? É muito divertido encontrar usos criativos para tampas e rolos de papel, apenas para citar alguns exemplos, além de que “meter as mãos na massa” é uma ótima alternativa para entreter as abobrinhas sem recurso a telemóveis, televisões ou até mesmo brinquedos.

Podem fazer velas ecológicas, para dar cheirinho e luz ao outono, brinquedos recicladosjogos de motrocidade fina… a imaginação é o limite!

5. Arco-íris para medir a altura dos miúdos. Quem é que nunca se mediu numa régua de altura colada à parede? A Sofia Cotrim do blog O Mundo de Sofia sugere-nos fazer uma… cheia de cor!

6. Fazer chuva colorida. Façam chuva às cores utilizando apenas um copo com água, com um pouco de espuma de barbear em cima e algumas gotas de corante alimentar.

Observem o efeito das gotas a escorrer pela água, como se fosse chuva colorida, registem em fotografia e depois façam uma pintura inspirada nesse efeito. Vai ficar espetacular!

7. Pintar. Podem dar-lhes liberdade criativa: basta oferecer papéis, canetas, lápis ou tintas, e os miúdos vão certamente entreter-se durante horas. Se preferirem, duas das nossas ilustradoras portuguesas favoritas estão a disponibilizar free printables para que as crianças possam colorir imagens incríveis: falamos da Violeta Cor de Rosa e da Ana Fonseca.

Também a revista Happy Kids lançou um apelo: dar continuidade a uma iniciativa italiana, onde as famílias devem desenhar um arco-íris numa folha, cartolina, faixa ou bandeira, com a frase “vamos todos ficar bem” por por na janela, na varanda ou no terraço. Vamos criar uma onda positiva para as crianças participarem e se divertirem, nestes dias em que o nosso dever é ficar em casa?

Atividades divertidas

quarentena filmes

1. Fazer puzzles (ou jogar jogos de tabuleiro!). Uma das atividades preferidas das nossas abobrinhas é fazer puzzles, sempre com a complexidade adaptada a cada idade. Os miúdos adoram o desafio, sozinhos ou com a companhia dos pais!

Tanto os puzzles como os jogos de tabuleiro (reunimos várias sugestões muito giras para famílias!) são uma ótima forma de entreter as crianças, ao mesmo tempo que lhes oferecemos ferramentas para estimular o raciocínio lógico, a memória, a concentração, a criatividade para ultrapassar obstáculos, o espírito de entreajuda e, porque não, a competitividade – em doses saudáveis, é muito importante para o seu desenvolvimento enquanto seres humanos.

2. Jogar o ‘Quem sou eu’. Sou um animal? Tenho quatro patas? Tenho asas? Escrevam num post-it o nome de uma personagem de desenhos animados ou um animal e colem na testa de outro jogador sem que este veja o que la está escrito.

Depois de todos terem um papel na testa, cada um deve fazer perguntas a outro jogador acerca da sua personagem até descobrir quem é.

3. Ver filmes. Juntem toda a família debaixo de uma mantinha e vejam um filme juntos. Para tornar o momento ainda mais divertido, descubram como fazer pipocas caramelizadas ou salgadas.

Podem espreitar estes filmes para toda a família com personagens femininas fortes e inspiradoras, os nossos filmes de animação românticos favoritos, para ver no dia dos namorados e no resto do ano, ou os mais votados em 2018 nos Pumpkin Awards na categoria de Melhores Filmes para Crianças.

4. Piadas secas. Os miúdos costumam achar graça a coisas sem grande piada, mas a verdade é que todos adoramos piadas secas – aquelas que, de tão ridículas, se tornam engraçadas! Fomos à procura de algumas piadas secas que vão animar estes dias.

5. Adivinhas. “Qual é coisa qual é ela cai no chão fica amarela?”, gritámos vezes sem conta quando crianças. A verdade é que esta continua a ser uma das adivinhas mais repetidas pelas abobrinhas de hoje em dia, mas muitas mais existem e nós reunimo-las todas para que possam surpreender e desafiar os vossos filhos.

6. Encenar um espectáculo. Escolham uma história, distribuam as personagens, procurem adereços e roupa nos armários e encenem essa historia para depois apresentar à restante família.

7. Arrumar e ajudar. Seleccionem alguns brinquedos e roupa que já não usem para oferecer a uma instituição. É importante que as crianças aprendam a ser solidárias. Aproveitem também para dar uma volta à roupa que já não serve.

8. Exercício em família. Há imensas aulas de yoga para crianças no youtube que vão ajudar-vos a estar mais tranquilos numa fase onde a ansiedade se faz sentir. Podem também saltar à corda, subir e descer escadas, o importante é que se mantenham em movimento – até porque fazer desporto aumenta a imunidade. Preparámos um artigo completo com 10 opções de exercícios para fazer em casa.

9. Jogo do coronavírus. É importante que se protejam e lavem as mãos com regularidade, mesmo em casa. Tornem essa uma atividade divertida, para que os miúdos alinhem mais facilmente. Pintem um “coronavírus” na parte de cima das mãos das crianças e desafiem-nos a apagar o desenho até ao final do dia, com água e sabão. Se à noite tiverem conseguido apagar o coronavírus, ganham 1 ponto. Se acumularem 20 pontos em 20 dias… ganham um prémio, a definir pelos pais!

10. Organizem-se. Definam projectos para fazer com as crianças, de forma a mante-lo ativos durante esta pausa forçada das atividades letivas. Criem um livro, façam projetos de investigação, escolham um jogo, um filme para ver e uma receita para fazer por dia.

11. Mímica. Conseguem imitar um leão sem rugir? E um polícia? Jogar à mímica com toda a família não só vos vai arrancar umas boas gargalhadas como estimula a criatividade e o pensamento.

12. Guerra de almofadas. Vale tudo, não é?

Receitas

Ponham os aventais e tornem-se mini Nigellas e Jamies. E que tal fazer umas deliciosas bolachinhas? Atividade divertida e lanche incluído? Perfeito!

crianças quarentena

1. Fazer um bolo. Sugerimos um bolo simples, como o bolo de iogurte, em que eles possam ajudar e lamber as colheres. Para bolos que agradam a todos experimentem fazer bolinhos de todos os sabores com a ajuda dos mais pequenos.

2. Fazer bolachas e decorar com glacê. É uma atividade 2 em 1: dá para ajudarem a fazer as bolachas, e só isso já é uma festa (podem dar um mini rolo-de-massa para cada e formas para cortar). Depois de as bolachas cozerem e arrefecerem, podem decorá-las com glacê, confetis e brilhantes comestíveis – o que vos apetecer e tiverem disponível. Podem ver receitas testadas e aprovadas passo a passo de bolachas e bolachas com pintarolas.

3. Fazer tintas comestíveis. Assaltem a cozinha e experientem fazer tintas comestíveis corantes alimentares ou com sumos de legumes (cenoura, espinafres, beterraba), que podem utilizar depois para pintar.

4. Fazer queques saudáveis. que tal uma receita deliciosa de queques de agrião, uma forma original de pôr os miúdos a comer vegetais? Também podem experimentar queques com banana e cenoura (sem açúcar!), uma receita saudável que vai agradar a todos.

5. Receitas à prova de quarentena. Em março, reunimos muitas receitas deliciosas à prova de quarentena com ingredientes que todos nós temos em casa e super fáceis de fazer. Continuam a ser incríveis agora!

Também vos pode interessar:

16 comentários em “Oh, não, estamos em isolamento profilático: ideias para entreter os miúdos em casa

  1. Manuela Março 12, 2020

    Parabéns pelo conteúdo e pela partilha

    1. Dani Gonçalves - Equipa Pumpkin Março 12, 2020

      Agradecemos o feedback, Manuela.

      Saudações abobrinhas 🙂

  2. Maria do Carmo costa Delgado Março 12, 2020

    Eu quero ver quando começar a faltar a comida ,qual vai ser atitude que o governo vai ter vamos todos pintar a barriga e fazer jogos da fome 👏

    1. Fernanda Loureiro - Equipa Pumpkin Março 13, 2020

      Olá Maria do Carmo,

      Acreditamos que se cada um fizer as compras de maneira responsável e a pensar nos demais, todos conseguem ter acesso ao necessário para um par de semanas.

      Sejamos uns para os outros nestes dias difíceis.

      Saudações abobrinhas!

  3. Joana Março 12, 2020

    Muito bom, ainda não tinha encontrado informação assim. Parabéns pela dedicação e vontade de ajudar o outro !

    1. Fernanda Loureiro Março 13, 2020

      Obrigada pelas palavras, Joana.
      Continuaremos a fazer tudo o que pudermos!

      Saudações abobrinhas 🙂

  4. Maria Fernandes Março 12, 2020

    Parabéns pelo conteúdo! Muito útil! Beijinhos

    1. Fernanda Loureiro Março 13, 2020

      Agradecemos o comentário, Maria 🙂

      Saudações abobrinhas!

  5. Vânia Monteiro Março 13, 2020

    Obrigada pela partilha e pelo conteúdo, tenho 3 crianças e confesso que já estava a entrar em “desespero” sem saber o que fazer com os 3.

    1. Fernanda Loureiro Março 13, 2020

      Ficamos felizes por ajudar, Vânia!

      Saudações abobrinhas 🙂

  6. Carla Março 14, 2020

    Muito obrigada pela partilha e pelas milhentas ideias giras.

    1. Dani Gonçalves - Equipa Pumpkin Março 16, 2020

      Agradecemos o feedback, Carla, esperamos ter ajudado 🙂

      Saudações abobrinhas

  7. Maria Março 17, 2020

    Obrigado!
    Continuo preocupada porque temos dois filhos com 8 e 9 anos, com quem poderia fazer muitas atividades que sugerem mas também temos uma bebé de 20 meses que “estilhaça” todos os nossos planos. E ainda temos que conciliar isso com teletrabalho…
    O que me sugerem?
    Saudações e obrigado.

    1. Dani Gonçalves - Equipa Pumpkin Março 17, 2020

      Bom dia, Maria! De facto não é pêra doce.

      Trago-lhe algumas recomendações das mães da nossa equipa:
      – Dividir o dia em bocadinhos, para não se cansarem de fazer muito tempo a mesma coisa;
      – Terem rotinas para todos saberem o que vão fazer ao longo do dia (Ajuda organizar um horário pendurá-lo à vista de todos. Já teve oportunidade de ver o nosso Kit Quarentena em Família?);
      – Aproveitar quando a mais pequena faz a sesta para fazer atividades mais interessantes e adequadas aos mais velhos;
      – Do mesmo modo, aproveitar quando as abobrinhas estão todas a dormir para se dedicarem ao teletrabalho com mais calma – quer seja de manhã cedo, durante a sesta ou ao final do dia;
      – Deixar os maiores estudarem enquanto a pequenina vê televisão ou faz puzzles, ou outras atividades mais calmas para que os pais possam fazer algum trabalho;
      – Se ambos os pais estão em casa, podem dividir-se: um fica responsável por acompanhar os mais velhos e outro a mais pequenina, conciliando quando possível com o trabalho;
      – Experimentem incorporar nas vossas atividades algumas que a bebé possa fazer, como dançar ou colorir!
      – Também temos dois artigos que vos podem ser úteis: um com 4 Brincadeiras para Bebés de 1 Ano e um sobre Conciliar Teletrabalho e Crianças.

      Esperamos tê-la ajudado!
      Beijinhos e saudações abobrinhas aí para casa 🙂

  8. Catarina Costa Março 28, 2020

    Olá! O que fazemos quando a nossa família não tem “pachorra” para isso?! Pedia sugestões para eu fazer sozinha.

    P.S. Tenho 11 anos.

    1. Dani Gonçalves - Equipa Pumpkin Março 30, 2020

      Olá, Catarina! De facto nem todas as famílias adoram atividades de grupo, mas existem imensas coisas giras para fazermos sozinhos 🙂
      Sugerimos-te algumas:
      – Dedica-te a um hobby ou começa um novo! Desenho, colagens, leitura, escrita, dança, vídeos de TikTok, xadrez, tricô, videojogos, trabalhos manuais… Nesta altura podes encontrar muitos desafios diários, tutoriais, mini cursos e recursos gratuitos na internet;
      – Aproveita para não descuidar os estudos. É importante ter sempre os trabalhos que a escola propõe em dia. Podes também praticar com jogos para aprender online!
      – Organiza o teu espaço: roupas para dar, coisas que já não usas, colocar as fotografias todas em álbuns, coser botões ou organizar o roupeiro por cores. Ou mesmo fazer uma limpeza ao telemóvel e ao computador, para deixar tudo organizadinho.
      – Aprende a cozinhar! Temos imensas receitas fáceis e divertidas para iniciantes. Podes mesmo supreender a tua família!

      Experimenta algumas destas opções, hás de encontrar alguma que te cative – e talvez aí em casa até decidam juntar-se!
      Beijinhos abobrinhas 🙂

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *