3º Período em Quarentena: Medidas do Governo - Pumpkin.pt

3º Período em Quarentena: Medidas do Governo

3º Período Escolar Medidas do Estado de Emergência

Em tempo de pandemia, como vai decorrer o 3º período de aulas em Portugal? Procurámos simplificar o que o Governo anunciou nesta quinta feira.

País parado, famílias isoladas em casa e muitos pais sem mãos a medir entre os trabalhos da escola, a inquietude das abobrinhas e os seus afazeres profissionais. Afinal, como vai ser o 3º período em quarentena?

Do pré-escolar ao 10º ano (do ensino público e do privado), os alunos não vão voltar à escola no 3º período – o ensino vai ser feito à distância. Existem excepções para os alunos mais velhos, a frequentar os últimos anos do ensino secundário. Explicamos tudo neste artigo.

Nota: Este artigo foi atualizado pela última vez a 11 de abril de 2020. Todas as informações aqui apresentadas têm origem no site do Governo de Portugal, que devem consultar para mais informações.

Como vai ser o 3º Período Escolar?

O 3º período tem início a 14 de abril para todos os alunos do ensino português. Começará na modalidade de ensino à distância, tanto para o ensino público como para o privado. Passamos a explicar os detalhes das aulas e das avaliações para cada nível de ensino:

Cresces e ATLs

Estes espaços ainda não têm data de abertura prevista. No entanto, a RTP2 vai transmitir atividades para as crianças que frequentam o ensino pré-escolar.

Ensino Básico (1º – 9º ano) e 10º ano do Secundário

3º Período em Quarentena: Medidas do Governo

Os alunos do ensino básico vão ter aulas à distância complementadas por sessões educativas televisivas, na RTP Memória, até ao final do ano. Deste modo, os miúdos vão ficar em casa e mantém-se o apoio aos pais que precisem de ficar a acompanhar crianças até aos 12 anos.

No final do 3º período, continuará a existir uma avaliação: as notas finais dos alunos serão atribuídas pelos professores tendo em conta o trabalho feito durante o ano lectivo e as condições excecionais do 3º período de aulas. Os exames do 9º ano e as provas de aferição estão cancelados.

#EstudoEmCasa: telescola na RTP Memória

A partir de dia 20 de abril e durante o 3.º período letivo, a RTP Memória vai ceder a emissão entre as 9h e as 17h50 para transmitir conteúdos pedagógicos. Os conteúdos são organizados separadamente para os alunos dos vários anos do ensino básico e lecionados por professores, por forma a complementar as aulas online.

Este espaço de emissão tem o nome #EstudoEmCasa e destina-se aos alunos do 1º ao 9º ano do ensino básico. Podem consultar os horários já divulgados, saber qual a posição dos canais conforme a operadora e manter-se a par das novidades no site oficial.

As emissões do #EstudoEmCasa de cada dia poderão ser consultadas aqui e será também disponibilizada uma app com todos os conteúdos.

Deixamos também dois recursos importantes: o comunicado da República Portuguesa sobre os princípios que sustentam o acompanhamento através do #EstudoEmCasa e um horário monocromático que podem imprimir e colocar na porta do frigorífico, para estar sempre à vista. Façam download dos mesmos aqui:

Ensino Secundário: 11 e 12º anos

3º Período em Quarentena: Medidas do Governo

Os alunos de 11º e 12º anos do Secundário vão ter algumas aulas presenciais para as disciplinas de exame de acesso ao ensino superior – são 22 disciplinas distribuídas pelas várias áreas de estudos. Estas aulas vão ocorrer durante o 3º período mas ainda não têm datas definidas.

As aulas presenciais de preparação para os exames nacionais serão organizadas de acordo com as normas de distanciamento social perante o Coronavírus, sendo o uso de máscara obrigatório. A presença nestas aulas não é obrigatória: as faltas serão justificadas.

As restantes disciplinas serão leccionadas à distância a partir de dia 14 de abril e através de meios digitais.

No entanto, as escolas estarão preparadas para retomar as aulas presenciais do 11º e 12º anos durante o mês de maio, caso a situação da pandemia o permita.

Exames Nacionais

Os alunos só precisarão de fazer o/os exame/s de que necessitam para se candidatarem ao ensino superior. A nota dos mesmos só conta para a média de entrada na faculdade e não altera a nota final da disciplina, como seria normal.

Quanto a datas, as aulas terminam a 26 de junho e as os exames nacionais foram adiados, sendo a 1ª fase de 6 a 23 de julho e a 2ª fase entre 1 e 7 de setembro.

Por conseguinte, também as candidaturas ao ensino superior terão lugar mais tarde. Podem consultar todas as datas no site da DGES.

Ensino Superior

As Universidades estão a recorrer ao ensino à distância e ainda não têm data de previsão de abertura.

Também vos pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votes, average: 4,75 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *