Gravidez > Crescimento > Mês a mês

4º mês de gravidez

4º mês de gravidez

Foto: Ⅿeagan (Flickr)

Já vamos no quarto mês de gravidez, o primeiro do segundo trimestre!

Quarto mês de gravidez, e o início do segundo trimestre de gravidez e todo um novo mundo na linha do horizonte!

4º mês de gravidez

Desenvolvimento do bebé ao longo do quarto mês

Neste quarto mês de gravidez, logo na primeira semana deste mês, às 16 semanas de gravidez, o ouvido interno está praticamente formado, começando agora a aventura da audição.

Às 17 semanas de gravidez, os seus pulmões estão já formados e já tem traqueia, brônquios, mas como ainda lhe faltam os alvéolos, os pulmões ainda não funcionam.

às 18 semanas de gravidez, o bebé começa a treinar os seus movimentos respiratórios para se preparar para quando tiver que respirar por ele próprio. É apenas um treino, até porque a placenta transporta o oxigénio necessário para o bebé.

Depois, às 19 semanas de gravidezas partes do cérebro responsáveis pelo desenvolvimento sensorial desenvolvem-se a um ritmo alucinante, potenciando (ainda mais) o paladar, o olfato, a audição, a visão e o tato do bebé.

Se quiser ver em detalhe semana a semana deste quarto mês, pode vê-las nos seguintes links:

Sintomas

Neste quarto mês de gravidez, os sintomas que mais nota são:

  • menos sono (finalmente!) e mais energia, por conseguinte;
  • dores pélvicas (uma espécie de cólicas uterinas, que são provocadas pela distenção do útero);
  • dores de barriga;
  • bexiga bem apertadinha (afinal a abobrinha cresce de semana para semana);
  • um pico grandote – vá – nas variações de humor (sim pai, as hormonas estão em constante evolução – aumento – até fim do segundo trimestre de gravidez);
  • aumento da transpiração – é importante ter agora um cuidado especial com a higiene;
  • dores de cabeça;
  • alguns enjoos matinais, azia aversão a alguns cheiros (sintomas normalmente que são bastante atenuados perto do final deste mês).

Náuseas e problemas com a digestão, tais como prisão de ventre e uma possível diminuição do apetite consomem a sua energia e provocam o cansaço.

Exames

Todos os meses irá fazer vários exames (de análises de sangue e urina, principalmente) que serão repetidos várias vezes ao longo da gestação, sendo que, no mínimo, devem ser realizados, no mínimo, uma vez a cada trimestre de gravidez.

Cuidados a ter

A barriguinha começa a dar o ar da sua graça, pelo que é muito importante que comece uma rotina de cuidados com cremes gordos para manter a pele hidratada e manter a elastecidade que tinha antes de engravidar, a fim de evitar as famosas estrias na gravidez.

Outra das consequências do crescimento da sua barriga é as dores nas costas. Para as diminuir é importante que faça trabalho de reforço de costas, através de atividades como pilates e yoga para grávidas. Além disso, o exercício físico na gravidez ajuda a manter a gravidez saudável.

No que à alimentação diz respeito, é fulcral que escolha refeições leves e frequentes, em detrimento de outras mais apetecíveis e com muita gordura. Deve também ingerir muitos líquidos, que além de a manter hidratada, pode também ajudar a diminuir os enjoos e o cansaço.

É importante saber que o ganho excessivo de peso na gestação pode aumentar o risco de hipertensão na gravidez, podendo originar a pré-eclâmpsia e diabetes gestacional. Estas duas condições podem provocar complicações durante o parto, bem como uma maior probabilidade do bebé nascer muito grande.

As 17 semanas é a semana ideal para realizar um exame pré-natal chamado Amniocentese, um exame que é realizado para analisar os genes do bebé e detetar possíveis os cromossomas responsáveis por malformações congénitas, como a Síndrome de Down, por exemplo.

Ainda no que toca à saúde, é essencial ter cuidados redobrados com os seus dentes e gengivas.

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *