Gravidez > Crescimento > Mês a mês

A evolução da gravidez mês a mês

A evolução da gravidez mês a mês

Todos os meses irá sentir algo novo, e o melhor de tudo, ver a crescer a barriguinha!

O que acontece consigo e com o seu bebé ao longo dos nove meses? 

Durante a gravidez, vai surpreender-se com a forma como o seu corpo se altera e como o bebé cresce. Uma pequena célula desenvolve-se dentro do útero da mãe ao qual está ligado pela placenta. O seu ambiente é rodeado pelo líquido amniótico, fonte de avaliação do seu bem estar e de protecção, até ao nascimento.

Evolução da gravidez mês a mês

Aqui vamos ver passo a passo os especiais nove meses que a esperam. É uma experiência sem paralelo. Prepare-se para receber o melhor do mundo: o vosso bebé.

1º mês de gravidez: uma ligeira mudança

Grávida? Parabéns! Aparentemente, o seu corpo permanece igual, mas os primeiros sintomas não se fazem esperar: o sono, que muitas vezes continua até ao final da gravidez, as alterações de humor, náuseas, o cansaço, os seios mais volumosos e sensíveis. Estes são alguns dos sintomas mais comuns.

2º mês de gravidez: a formação dos órgãos

Dentro de si ocorrem grandes transformações, mas, por fora, ainda nada é evidente. Os órgãos do embrião irão desenvolver-se até às dez semanas. Esta é a fase em que o bebé está mais vulnerável a fatores que possam interferir no seu desenvolvimento.

A cabeça, a boca, os lábios, os olhos, as fossas nasais, os membros superiores e inferiores já se distinguem. O bebé ganha feições. As estruturas principais começam a funcionar: o coração, o estômago, o fígado, os rins.

O embrião mexe-se ao flutuar no líquido amniótico, embora ainda não seja possível senti-lo. Durante este mês, é provável que continue a sentir um certo mal-estar. Não se preocupe. Geralmente, muitos dos sintomas passam no final do terceiro mês.

3º mês de gravidez: o feto

O embrião continua a crescer tornando-se num feto. As pernas e os braços estão mais compridos e os dedos encontram-se na fase final de formação. Já vemos os ombros, os cotovelos, as ancas, e os joelhos.

Os órgãos internos estão quase todos desenvolvidos.

O bebé alimenta-se pelo cordão umbilical que se encontra ligado ao umbigo e à placenta. O aumento de peso ideal situa-se entre os 10 e os 14 quilos ao longo dos 9 meses.

4º mês de gravidez: estado de graça

Nesta altura, deve sentir-se melhor, agora que os enjoos na gravidez começam a passar. A sua barriga está a ficar proeminente.

O aumento do fluxo sanguíneo o bebé e as alterações hormonais por que o seu corpo está a passar podem iluminar a sua pele e cabelo.

O bebé cresce rapidamente. O seu pequeno coração bate duas vezes mais depressa do que o da mãe e aproveita para se mexer enquanto tem espaço suficiente para o fazer. É por volta desta altura que a maioria das mães sente, pela primeira vez, o seu bebé.

5º mês de gravidez: uma barriguinha que já se vê bem

Os músculos do bebé encontram-se nesta altura em grande atividade. O bebé ainda está magro, pois não acumulou gordura. Já ouve a voz da mãe e sobressalta-se com certos barulhos.

A mãe começa agora a sentir pontapés e até soluços do seu bebé. O seu corpo modificou-se. Deve ter cuidado com o aumento de peso, pois é natural sentir cada vez mais fome ou desejo de ingerir certos alimentos.

6º mês de gravidez: a curiosidade

A partir de agora, é natural que já pense no bebé como tal. Já deve ter feito pelo menos duas das três ecografias de gravidez e já tem alguma noção da saúde do bebé e muito provavelmente do seu sexo.

Também vai ter vontade de começar a organizar tudo para o receber em sua casa, quando nascer. Aproveite para tratar do quarto, das roupinhas e artigos de bebé. Mais tarde, poderá sentir-se mais cansada.

7º mês de gravidez: quase na reta final

O bebé está quase formado e começa a ganhar peso. Provavelmente já está posicionado de cabeça para baixo, pressionando a bexiga da mãe que terá mais vontade de urinar. Podem voltar a surgir alguns incómodos dos primeiros 3 meses. Nesta altura, pode ter azia e dificuldade na digestão ou sensação de falta de ar.

Com a barriga bastante grande começa a ser complicado encontrar uma posição confortável para dormir. Além disso, os bebés tendem a escolher a altura em que a mãe, cansada ao final do dia, para se começar a mexer. Descansar, durante a noite, torna-se mais difícil.

8º mês de gravidez: o bebé está quase pronto

Se nascesse agora, o bebé teria boas capacidades de sobrevivência. Mas ainda pode desenvolver o sistema respiratório e ganhar mais peso.

Cada vez está mais apertado no seu útero. Poderá sentir-se mais cansada, pesada e ter dores nas costas. Aproveite assim o tempo livre para descansar e vá preparando a mala para a maternidade.

9º mês de gravidez: finalmente

O bebé encaixa-se, preparando-se para o grande dia. A sua ansiedade também é enorme. Quer ver o bebé nos braços o quanto antes! Não se preocupe, em breve o seu bebé estará ao seu lado e nascerá um amor como nunca conheceu.

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *