Família > Sãos e salvos > Ambiente e Natureza

Sustentabilidade para famílias. Pequenas acções para mudar o mundo.

Sustentabilidade famílias

Numa altura em que o mundo já encara algumas das muitas consequências do aquecimento global, cada vez mais nos preocupamos e queremos saber como é que nos podemos tornar mais ecológicos. É uma questão que tem a ver com nosso futuro, o nosso e o dos nossos filhos!

Na realidade, há pequenas acções que todos podemos fazer e ajudar a poupar o planeta.

 

O que podemos fazer em casa:

Electrodomésticos

  • Desliguem completamente os aparelhos electrónicos. Ao deixá-los em stand-by, a energia continua a ser desperdiçada. Se os desligarem, podem poupar até 40% de energia. Evitem abrir e fechar o frigorifico demasiadas vezes. Tirem tudo o que precisarem de uma só vez.
  • Instalem lâmpadas de baixo consumo. Estas gastam menos 60% de energia que as normais.
  • Comparem as tarifas simples, bi-horária e tri-horária em termos energéticos aqui e apliquem a melhor à vossa casa.
  • Comprem electrodomésticos de baixo consumo energético. Estes têm um selo certificado indicador da categoria em que se encontram.
  • De 15 em 15 dias, descongelem a arca frigorífica. O excesso de gelo pode reduzir a circulação de ar frio e assim é gasta mais energia.
  • Encham a máquina de lavar loiça ou roupa antes de as porem a funcionar. Para lavar a loiça à mão, não gastem água quente no seu máximo se pretendem só lavar alguns copos, pratos e talheres.
  • Evitem usar o secador para secar a roupa. Portugal tem um clima óptimo para se estender a roupa na varanda, jardim, terraço ou até mesmo na casa de banho.
  • Se tiverem ar condicionado, deixem-no sempre desligado quando saírem.

Alimentação

  • Comam menos carne vermelha. O gado produz metano, um gás inflamável altamente poluente. Para produzir carne de vaca, porco e afins, são gastos milhões de litros de água. Para 1kg de carne branca, como a galinha ou perú, são necessários apenas 10 a 20 litros.
  • Comprem alimentos locais perto de casa, nomeadamente fruta e vegetais. Assim reduzem os custos do vosso transporte e ajudam no crescimento da vossa região.  Além disso, o transporte de produtos que vêm de longe consome petróleo e aumenta o efeito estufa.
  • Levem sempre o saco de lona para fazerem compras. Os sacos plásticos emitem gás carbónico e metano, assim como grandes poluentes. Os sacos que vemos no chão da rua ou na praia podem demorar até 400 anos a decompor-se.
  • Utilizem guardanapos de pano e panos de cozinha em vez de guardanapos de papel e papel de cozinha.

Água

  • Não desperdicem água. Gastem apenas 5 minutos no chuveiro. Ao lavar a cabeça e o corpo, desliguem a água. Assim ela não está a ser desperdiçada.
  • Nos duches é costume abrir a torneira antes e esperar a água quente. Em consequência toda essa água é automaticamente desperdiçada. Se colocarmos um balde debaixo da torneira e recolhermos essa água, depois podemos usá-la posteriormente para regar o quintal, o jardim, as plantas em casa, ou mesmo lavar o carro. Faça uma simulação do que gasta em água mensalmente aqui.
  • Não deixem que os vossos filhos desperdicem água. Ensinem-lhes desde cedo que a água é um bem precioso que deve ser preservado.
  • Abram a torneira só quando for preciso para lavar os dentes. Se deixarem a torneira aberta, desperdiçam 30 litros de água.
  • Se colocarem dentro do autoclismo uma garrafa cheia de água ou areia, irão poupar água em cada descarga. Se a garrafa for de 1 litro, será 1 litro de água poupado na descarga. Um autoclismo regular gasta em média 10L (dez litros) de água em cada descarga. A verdade é que nem toda essa quantidade de água é necessária, sendo uma boa parte desperdiçada. Se durante um dia descarregarmos o autoclismo dez vezes, gastaremos cerca de 100 litros de água.

Vários

  • Façam reciclagem. Arranjem recipientes diferentes para: papel/cartão, vidro, plástico e pilhas. Quanto a estas, as melhores são as recarregáveis. Podem ser recarregadas no mínimo centenas de vezes.

 

 

  • Evitem comprar comida para levar que venha em embalagens plásticas. Levem os vossos próprios recipientes.
  • Se tiverem jardim, façam compostagem doméstica. É possível ajudar a reduzir o efeito de estufa a partir do seu jardim: o lixo orgânico e doméstico vai decompor-se de forma completamente natural. Podem encontrar algumas informações aqui.
  • Plantem árvores ou flores na varanda ou jardim. As plantas absorvem toneladas de gás carbónico. Andem menos de carro. Ao usarem o carro apenas duas vezes por semana estão a ser emitidos menos 700 quilos de gases tóxicos. Utilizem os transportes públicos (autocarros, metro), andem a pé ou de bicicleta.
  • Usem fraldas reutilizáveis: uma fralda descartável demora 500 anos a desaparecer.
  • Tentem usar o mínimo possível de papel. Reutilizem as costas das folhas já usadas. Utilizem a tecnologia digital para enviar e receber documentos. Assim, salvam árvores e não poluem com o transporte.
  • Coloquem o selo “Publicidade não endereçada, não obrigado” na vossa caixa de correio.
  • Calafetem bem todas as janelas e portas. 20% do ar perde-se através de fugas.

Deslocações

  • Andem a pé o máximo de vezes que conseguirem, em vez de conduzir em percursos curtos. Utilizem a bicicleta para viagens um pouco mais longas e só usem o carro se tiver mesmo que ser.
  • Quando tiverem que conduzir, procurem velocidades moderadas, se possível. O motor do carro funcionará mais eficientemente e gastará uma quantidade mínima de gasolina. Tentem ter uma condução equilibrada. Esta é a maneira de utilizar o teu carro ecologicamente, embora usar o transporte público, andar a pé e de bicicleta seja ainda melhor. Comparem a emissão CO2 de um automóvel com transportes colectivos aqui.
  • Nas deslocações para o trabalho, por exemplo, se não der para ir a pé, de bicicleta ou de transportes públicos organizem-se com os colegas de escritório para criar um sistema de boleia aos restantes e alternando cada semana.
  • Se tiverem hipótese, arranjem um carro “mais verde”, ou melhor, menos inimigo do ambiente.

 

 

O que podemos fazer no trabalho:

É aqui que passamos grande parte do nosso dia. E no trabalho também é possível contribuir para um planeta mais saudável.

  • Se a vossa empresa ainda não tem uma política de reciclagem, está na altura de a implementar! Falem com os responsáveis e formem uma equipa verde. Esta equipa é um grupo de trabalhadores interessados na reciclagem que podem ajudar a implementar um programa na empresa.
  • Enviem por mail o conjunto de medidas que todos podem tomar. É só ver todos os exemplos que temos aqui.
  • Proponham adquirir um pequeno ecoponto para o escritório e dividirem com os colegas as idas ao ecoponto da rua para despejar a vossa reciclagem.
  • Utilizem tinteiros recicláveis nas impressoras e máquinas de fax. Além de mais amigos do ambiente, são bastante mais baratos.
  • Tentem organizar todos os vossos documentos no computador. Digitalizem os documentos e arquivem-nos em pastas. Depois já se podem reciclar muitos dos papéis.
  • Imprimam apenas o que é indispensável, preferindo rever todos os documentos online.
  • Imprimam nos dois lados de cada folha e evite imprimir a cores.
  • Antes de reciclar as folhas de papel já utilizadas, aproveitem o lado em branco para rascunhos ou façam blocos de notas.
  • Para agendar reuniões ou comunicar informação importante, façam-no via e-mail, evitando mais impressões.
  • Sempre que puderem, evitem enviar cartas ou faxes a clientes, optando antes por um telefonema ou e-mail.
  • Se se afastarem do computador várias vezes ao dia, activem o modo de pausa para que ele possa entrar em modo suspenso e poupar energia enquanto não estiver a ser utilizado.
  • Desliguem sempre o computador, fotocopiadora e impressora no final do dia.
  • Não deixem o carregador de telemóvel na tomada depois de carregado, nem os telemóveis do escritório a carregar durante a noite.
  • Alertem para a utilização de lâmpadas economizadoras em todo o escritório, em vez de lâmpadas tradicionais.
  • Sempre que saírem da vossa sala por longos períodos, desliguem as luzes, nomeadamente à hora do almoço.
  • Reduzam a temperatura do aquecimento/ar condicionado em 1 grau – a poupança energética é grande e ninguém vai notar a diferença.
  • Sempre que possível, aproveitem para trabalhar com luz natural.
  • Tenham plantas no escritório. Além de animarem o ambiente, vão torná-lo mais verde e saudável, uma vez que as plantas absorvem a poluição interior, refrescando o ar que respiramos.
  • Nas casas de banho, alertem para a utilização de sabão biodegradável e toalhas de pano.
  • Reciclem equipamentos electrónicos velhos ou avariados – computadores, impressoras, fotocopiadoras, telemóveis… ou doem se ainda funcionarem.
  • Peçam que os vossos cheques seja directamente depositados na vossas contas bancárias.
  • Levem a vossa própria chávena de café ou caneca de chá para o escritório e evitem os copos de plástico.
  • Se forem almoçar fora com os colegas do escritório, optem por ir a pé.

 

Em resumo, já não basta “plantar uma árvore”. Podemos e devemos fazer muito mais pelo nosso futuro. O que vale é que muitas destas acções não são difíceis. São apenas uma questão de hábito. E nós somos mesmo capazes de nos habituarmos bem a ter um mundo mais ecológico.