Família > Passear > Passeios

Viajámos no maior navio de cruzeiro do mundo: o Symphony of the Seas…

Symphony of the Seas

...E contamos tudo sobre esta fabulosa experiência!

Viajar num cruzeiro em família é fantástico e é uma excelente aposta para terem umas férias inesquecíveis.  Nós tivemos oportunidade de fazer o nosso primeiro cruzeiro com as crianças no Symphony of the Seas da companhia Royal Caribbean. Adorámos as atividades para crianças, restaurantes e comida, os shows, o serviço. Em resumo, tudo.

Na nossa opinião, o Symphony of the Seas (e provavelmente os outros navios da classe Oasis) é pensado para proporcionar os melhores momentos para os seus passageiros, e é particularmente vocacionado para receber famílias com crianças.

Para saber mais sobre este navio falámos com o capitão Rick que nos falou de como é conduzir um navio deste tipo.

Falámos também com os coordenadores dos artistas, que nos explicaram que a qualidade dos espetáculos está ao nível dos grandes palcos mundiais.

Se ficarem com vontade de experimentar, fiquem atentos às promoções: a Royal Caribbean todos os meses tem ofertas em vigor e podem sempre consultar em seu site.

Royal Caribbean Promoção

Symphony of the Seas: um navio em grande

Quando pensamos em navios de cruzeiro imaginamos que são grandes… mas nada nos prepara para o tamanho do Symphony of the Seas, quando embarcamos pela primeira vez. É como estar em frente a um prédio de 16 andares!

O Symphony of the Seas é assim tão grande?

Sim, é maior do que muitos monumentos.

Estamos a falar de um navio com 362 metros: é mais comprido do que a Torre Eiffel e mais alto do que o Buckingham Palace.

Pode levar 6,680 passageiros e mais de 2 mil pessoas que fazem parte da tripulação e que vêm de 70 países diferentes.

Tem 20 restaurantes, mais de 24 piscinas e escorregas e um teatro que leva mais de 1400 espetadores.

Notem que mesmo sendo enorme à primeira vista, depois não se nota, nem parece demasiado grande.

Existem 16 elevadores nos 2 lados do navio que facilitam o movimento dos passageiros. Há touch-screens onde pode ver o local atual, com uma mapa como chegar ao destino indicado.

Depois uns dias, parecia mais uma aldeia onde conheciamos todos os caminhos e nunca sentimos que havia demasiada gente.

Corremos o risco de enjoar a bordo?

A mãe Pumpkin sofre sempre de enjoo em qualquer barco, mas felizmente nunca enjoou a bordo do Symphony.

Perguntámos ao Capitão porque é que não se enjoa a bordo deste navio: ele explicou que a dimensão do navio ajuda – é muito grande e é menos afetado pelas ondas do mar. Além disso, o navio está equipado com estabilizadores, que são umas estruturas que parecem asas e diminuem o efeito do balanço do mar.

A bordo de um navio com tantas pessoas, o que acontece se as crianças se perderem?

A tripulação está sempre com atenção aos pequeninos passageiros – se algum estiver sozinho será acompanhado à procura da família e se não a encontrarem a família no local será levados até à área de apoio ao cliente no 5º piso, onde fica a aguardar os pais ou familiares.

Nós optámos por adquirir as wow bands, são umas pulseiras que têm um chip associado ao cartão de identificação de cada passageiro, que abrem as portas do nosso quarto e assim nunca corremos o risco de o perder. Também fica mais fácil identificar as crianças no caso de elas se perderem.

Com as nossas abobrinhas fizemos exercícios para se recordarem do número do quarto e do caminho para lá chegar.

Ao fim de um dia já se lembravam sempre do número do quarto e conseguiam lá chegar, e no final da viagem conseguiam guiar o caminho de qualquer parte do navio de olhos fechados (ok, de olhos abertos para não haver acidentes…)

O que podem fazer no Symphony of the seas – Atividades

Pedimos ao capitão Rick que nos sugerisse as melhores atividades, e ele nem hesitou: o Adventure Ocean é o espaço para as crianças se divertirem e tem uma equipa formada em animação e educação infantil sempre a postos para a brincadeira. É como se fosse um clube para crianças, onde elas ficam em segurança e não podem sair sem a autorização dos pais, ou até que os pais as vão buscar.

Enquanto as abobrinhas foram ao Adventure Ocean nós pudemos descansar, e por exemplo ir até ao solário e aos jacuzzis onde as crianças não podem estar. Ficamos todos a ganhar 🙂

Atividades com água

Se estiverem com calor (e num cruzeiro nas Caraíbas é natural que estejam, podem divertir-se nos parques aquáticos e piscinas.

Os mais pequenos têm uma área dedicada a eles com escorregas à sua altura, chuveiros e muitas oportunidades de chapinhar em segurança – a nossa abobrinha mais pequena adorou!

Os maiores vão adorar a Perfect Storm – estes 3 escorregas sozinhos vão garantir horas de diversão, subindo escadas e descendo a voar nos escorregas.

Tenham em atenção que há um limite mínimo de altura para algumas atividades – a nossa abobrinha mais pequena não pode participar em algumas e foi preciso gerir a frustração e distrair com outras atividades em que ela podia participar.

Para relaxar há vários jacuzzis quentinhos que toda a família adorou.

Os mais crescidos e radicais vão delirar com os flow rider, que são ondas estacionárias ideais para fazer surf e bodyboard.

O pai Pumpkin e a abobrinha mais crescida adoraram fazer body board!

Atividades radicais e divertidas a seco

A nossa preferida é o Ultimate Abyss, em que escorregamos carregadinhos de adrenalina desde o 16º deck até ao 10º deck.

É muito divertido e deu para toda a família participar. Podem ver abaixo como é a entrada do Abyss abaixo e como são os escorregas – é impressionante:

Também o capitão usa frequentemente o escorrega do Ultimate Abyss para descer rapidamente no 16º até ao 6º navio.

Outra atividade de que todos gostámos foi a parede de escalada, e chegámos até ao topo em segurança, com arnês e uma equipa a olhar por nós e uma vista de tirar a respiração!

Nós escalámos a parede do lado direito, que é mais fácil, e há ainda outra parede do lado esquerdo um bocadinho mais desafiante: fica para a próxima!

Outra atividade gira para toda a família é o laser tag, em que vamos encarnar aliens a conquistar um planeta e temos de lutar contra outra equipa. Nós ficámos separados com todas as miúdas numa equipa e o pai Pumpkin na outra e divertimo-nos imenso –  sobretudo porque as miúdas ganharam, yeah!

Nunca imaginámos que fosse possível fazer patinagem no gelo num navio de cruzeiro nas Caraíbas, mas neste navio, é possível e muito engraçado.

Os mais crescidos e radicais também podem fazer slide na Zipline, sobre os jardins do boardwalk, a 9 andares de altura.

Algumas atividades são mais calmas e para todas as idades: o mini golf e os jogos de arcada são sempre um sucesso.

symphony of the seas great abyss

Ao longo da semana também são organizadas algumas atividades diferentes, especialmente para famílias: podem fazer workshops de Ciência ou arte em família, pedipapers, karaoke e aulas de dança e até Bingo!

Symphony of the seas é um espetáculo!

Não é só o navio que é um espetáculo: durante a viagem podemos assistir aos mais populares musicais da Broadway, shows fantásticos de Aquateatro com acrobacias impressionantes, e espetáculos sobre o gelo com uma equipa fabulosa que inclui atletas olimpicos.

Nós conversamos com Abbie MacNeil e Oliver Brooks que nos contaram como é dificil o processo de seleção para os artistas que fazem parte do elenco.
Abbie MacNeil é uma campeã de danças escocesas e foi escolhida entre mais de 800 pessoas em audições que decorreram ao longo de dois dias em Londres e Nova Iorque para selecionar a equipa que faz as duas produções em cena.

Oliver Brook faz um super papel como mãe da heroína do espetáculo Hairspray – nós ficámos encantados! – o que não é de espantar, porque é um ator com experiência de representar musicais de renome como o Mathilda que enche salas no West End de Londres.

Na nossa viagem assistimos ao espetáculo Hairspray, o conhecido musical da Broadway que conta com um elenco selecionado nos palcos da Broadway de Nova Iorque e do West End de Londres.

Vimos também Flight, um espetáculo original produzido pela Royal Caribbean sobre a história da aviação – conta até com uma réplica em tamanho real do avião dos irmão Wright!

symphony of the seas flight

Gostámos muito do espetáculo de patinagem no gelo 1977, sobre as aventuras de um herói que viaja no tempo e que vai tentar recuperar as jóias roubadas da coroa da rainha de Inglaterra.

Outro nosso preferido for HIRO, um espetáculo fora de série no Aquateatro com um elenco que inclui atletas olimpicos de mergulho e acrobatas, e tem visuais e música fortíssimos.
Gostámos tanto que acabámos por ver duas vezes. Não custou nada, porque todos os espetáculos estão incluídos no cruzeiro!

hiro-aquatheatre-symphony-performers-rain

Foto de Royal Caribbean

Restaurantes no Symphony of the seas

Em qualquer cruzeiro, a oferta de comida é sempre um dos pontos fortes, e assim é no Symphony of the Seas, e como em tudo, em grande.
Existem restaurantes para todos os gostos: contam com mais de 20 restaurantes e a oferta é variadíssima.

A maioria das opções estão incluídas no preço do cruzeiro, mas há alguns restaurantes conhecidos internacionalmente que valem a pena descobrir, como o Jamie’s Italian, que tem uma lasanha fabulosa ou o Johny Rockets que tem os melhores sundaes do mundo!

symphony of the seas cruise johnnyrocket

Um dos nossos preferidos foi o Wonderland, um restaurante mágico inspirado no imaginário da Alice no país das Maravilhas onde somos recebidos pelo chapeleiro maluco e todas as comidas não são bem o que parecem, mas sabem todas deliciosamente bem!

Mas não é preciso optar por um restaurante de especialidade para ter uma boa refeição. As abobrinhas adoraram o El Loco Fresh que oferece a melhor comida mexicana e o Wind Jammer que tem imensas opções em modo buffet, incluindo fondue de chocolate e crepes feitos ao minuto.

Os camarotes do Symphony of the Seas

Nós adorámos o nosso camarote, que tinha uma cama de casal e um sofá cama para as abobrinhas. Com uma casa de banho pequena mas gira funcional ficávamos muito confortáveis.
Gostámos imenso da varanda virada para o oceano, que serviu para horas de brincadeira das miúdas.

O camarote tem imensa arrumação, podem ver como era espaçoso:

A arrumação dos camarotes era feita sempre pela mesma pessoa, que era muito simpático e nos deixava uma surpresa destas com frequência:

camarote symphony of the seas

Um super capitão

Falámos com o Capitão do navio para saber mais sobre ele e sobre o Symphony of the Seas. O capitão Rick tem 19 anos de experiência e está neste navio desde a sua primeira viagem, em Abril de 2018.

Quando era pequeno não se imaginava capitão de um navio e queria ser um super-herói, como o Batman.
Na verdade, para as nossas abobrinhas ele é um herói, capaz de navegar num navio deste tamanho. Elas perguntaram até se ele alguma vez dormia… Ficaram mais descansadas quando ele explicou que tem o seu próprio camarote e pode dormir à noite descansado porque tem uma boa equipa para o apoiar.
O capitão já visitou muitos países em todos os continentes e os seus sítios preferidos no mundo são as ilhas do pacífico, de Hawai ao Tahiti. Também gostou muito dos nossos Açores, e nós recomendámos que voltasse para visitar com mais tempo.

 

Podem ver também:

– Como foram as nossas férias num cruzeiro em família,

– Como preparar a vossa viagem num cruzeiro,

– Cruzeiros em família: qual o melhor destino?

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Um comentário em “Viajámos no maior navio de cruzeiro do mundo: o Symphony of the Seas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *