Família > Lifestyle > Festas e férias

O que é a Páscoa e como explicá-la às crianças?

História da Páscoa

Falar de Jesus, morte, traição e pecado pode ser difícil. Saiba como simplificar!

Explicar às crianças o que é a Páscoa, principalmente se a sua capacidade de entender alguns conceitos for ainda diminuta, é já de si complicado, mas o verdadeiro desafio passa por contar de forma divertida uma história que envolve morte, traição e pecado.

É importante que as crianças saibam por que motivo estão a celebrar, ainda que explorar conceitos tão profundos como estes, fundamentados na religião, seja difícil e delicado.

A História da Páscoa

o que é a páscoa Jesus Cruz

Páscoa vem da palavra hebraica “pesah” e significa passagem: para os povos antigos, a passagem do Inverno para a Primavera, e para os cristãos, a passagem de Jesus da morte para a vida, trazendo salvação para todos que crêem nele.

A Páscoa celebra-se depois da Quaresma – exactos 40 dias desde a terça-feira de Carnaval – e é o feriado que encerra a Semana Santa: as comemorações começam na Sexta Feira Santa, que assinala o dia da crucificação de Jesus (é costume os Cristãos não consumirem carne neste dia), e termina no Domingo de Páscoa, data que celebra a sua ressurreição três dias após a morte, bem como o primeiro aparecimento aos seus discípulos.

Jesus Cristo foi capturado e segundo os Evangelhos, foi Judas Iscariotes, um dos seus doze discípulos, quem o entregou aos seus captores em troca de trinta moedas de prata – é desse acontecimento que nasce a expressão “falso como Judas” para designar um traidor.

Ao ser crucificado, Jesus sacrificou-se pelos Homens e pagou o preço dos pecados de todos – abrindo uma nova via de relação, mais honesta e profunda, com Deus.

Como explicar a Páscoa às crianças?

páscoa crianças pintar ovos

A chave é simplificar. Reuna as abobrinhas e conte-lhes uma história. Faça-o no registo natural com que, normalmente, lhes lê um livro ou exploram juntos os vossos contos favoritos. A morte faz parte da vida, as “pessoas más” também, e não podemos contorná-lo no nosso dia-a-dia: é fundamental criar-lhes essa consciência desde cedo.

Era uma vez um menino chamado Jesus… sim, é o mesmo da história do Natal, aquele que nasceu e foi visitado por três Reis Magos muito importantes. Nesta história, Jesus já é mais crescido e gosta muito de ajudar os outros. Faz o bem sem olhar a quem, mas algumas pessoas más não gostam dele… por isso, pregaram-no a uma cruz e deixaram-no morrer. Como Jesus era diferente dos outros homens, e muito especial, ressuscitou depois de três dias – foi a única pessoa do mundo capaz de o fazer! É isso que celebramos hoje: a sua bondade e a capacidade de voltar a viver, mesmo depois de lhe fazerem mal.

De onde vêm o Coelho da Páscoa e o Ovo de Páscoa?

Coelho Páscoa

Obviamente vão surgir perguntas. Obviamente esta explicação encurtada e pouco exacta pode causar incómodo a quem não é cristão e que, por isso, não pretende passar valores católicos aos seus filhos. Se for este o caso, procure focar-se apenas no facto de a Páscoa se celebrar no solstício da Primavera: a origem da Páscoa está relacionada com as celebrações que os povos antigos faziam à chegada dos dias maiores. As pessoas juntavam-se para festejar a chegada da fertilidade. O Coelho da Páscoa é, claro, o animal que simboliza esta bonita estação do ano.

O ovo é também um símbolo da Páscoa, pois representa o começo da vida. Os povos antigos tinham como costume oferecer ovos aos amigos, como forma de lhes desejar uma vida feliz. Foi assim que surgiu a tradição de dar ovos de Páscoa àqueles de quem mais gostamos.

ovos da páscoa

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *