Família > Crescer > Desenvolvimento

A importância de “bibliotecar”

Importância de “bibliotecar”

É nesta relação com os livros e através de experiências literárias positivas que as crianças desenvolvem inúmeras competências.

A Conceição Pereira do blog Amor d’ 3ducação foi “bibliotecar” com os filhos… e conta-nos porquê! 

Hoje fomos “bibliotecar”… na verdade, podíamos ter escolhido outro programa, mais “fashion”… também podíamos ter ido viajar, correr, comprar ou simplesmente passear, mas decidimos mergulhar no mundo literário.

A biblioteca é um recurso fundamental face aos desafios da sociedade atual, é um espaço mágico onde fantasia, criatividade e conhecimento se reúnem. É um espaço com um enorme potencial para promover aprendizagens. Além do mais, é um espaço que está ao acesso de todas as famílias e crianças. Hoje em dia as bibliotecas têm uma oferta diversificada, através da dinamização de atividades para crianças e famílias.

Cada ida à biblioteca tem um encanto especial!  Este é igualmente um espaço emocional, um espaço que me traz recordações da infância e dos meus tempos de estudante. No fundo, talvez por isso, goste tanto de “bibliotecar”. Desde pequenos que os meus filhos são frequentadores deste espaço. A realidade, é que com esta rotina têm vindo a desenvolver o gosto por observar, manusear e desfolhar livros, apreciar ilustrações, escolher livros mediante o seu interesse, conhecer autores, aumentar o vocabulário e o interesse por ler, ouvir histórias, inventar e recriar.

Os livros são excelentes conselheiros, ensinam, permitem pensar com calma e sentir o que nos vai na alma. É precisamente nesta relação com os livros e através de experiências literárias positivas que as crianças desenvolvem inúmeras competências que irão facilitar o processo de aprendizagem da leitura e da escrita.

Ao contactarem com este contexto valioso, as crianças:

– Desfrutam de momentos lúdicos e de lazer;

– Aprendem a fazer silêncio e a saber escutar;

– Respeitam regras e comportamentos;

– Interagem e colaboram em contexto de grupo;

– Podem escolher, explorar e ser autónomos;

– Encontram respostas para perguntas;

– Desenvolvem a comunicação e diferentes formas de expressar o que sentem.

Deste modo, ao criarmos hábitos ir à biblioteca, na rotina familiar, estamos a oferecer momentos para criar laços, reforçar vínculos e a contribuir para o desenvolvimento da linguagem, da imaginação e da criatividade. Tal prática facilita a integração de valores, atitudes e comportamentos positivos que, por sua vez, possibilitam o conhecimento e compreensão do mundo real. Só vantagem em “bibliotecar”!

Para terminar, recomendo a leitura, em família, do livro “Uma biblioteca é uma casa onde cabe toda a gente” da Mafalda Milhões.

“É preciso explicar às pessoas …, é preciso explicar aos pais e educadores o que eles podem fazer para preparar a criança para a leitura, dar-lhe o gosto das letras, incentivar as suas iniciativas de escrita, fazer-lhe sentir o lado expressivo da língua. (…) O futuro da leitura está nas nossas mãos e na determinação da nossa acção.”  (José Morais, A Arte de Ler)

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *