Família > Passear > Dicas de viagem

Viajar com Crianças de Avião

Viajar Criancas Avião

VIAGEM DE AVIÃO:

Antes da Viagem:

Escalas: Dê sempre preferência a voos directos, sem escala. Se não for possível, tenha em

consideração o tempo da escala: não pode ser muito curto. 

Sono: Se a criança não tem dificuldade em adormecer, programe os voos para as horas de dormir da criança. Se tem dificuldades procure viajar fora dessas horas, sob risco de ter a criança rabugenta e agitada durante o voo. 

Lugares: Reserve-os antecipadamente. Se viaja com um bebé, os lugares da frente, junto às divisórias do avião, são melhores, sobretudo porque algumas companhias aéreas fornecem cadeiras de bebé que se adaptam a esses lugares. Nunca coloque uma criança no lugar da coxia, porque pode magoar-se com o movimento de pessoas e dos carrinhos de transporte de tabuleiros. 

Fármacos: Nunca inicie uma nova medicação à sua criança no dia da viagem. Teste-a sempre antes de viajar, para saber se existem ou não efeitos secundários. 

Vestuário: Os viajantes devem usar roupas confortáveis — quanto mais longa a viagem, mais largas e suaves devem ser. 

Bagagem: Quando organizar a bagagem de mão, use sempre um saco fácil de transportar e com as dimensões regulamentares. Coloque:

· Fraldas para vários dias (conte com atrasos ou perdas de bagagem)

· Base para mudança de fralda

· Produtos de higiene da criança

· Uma muda de roupa para cada viajante (para o caso de perda de bagagem)

· Alimentos e bebidas para a criança. 

· Brinquedos ou livros. Arranje um brinquedo ou livro novo para a criança, mas evite brinquedos ruidosos.

· Sacos de plástico para fraldas usadas ou mudas de roupa.

 

 

No Aeroporto:

Chegue cedo: Envie para o porão o máximo de bagagem possível, reduzindo a bagagem de mão.

Informe a assistente de terra, no check-in, que viaja com crianças e se leva a cadeirinha ou o berço.

Mude a fralda do bebé antes de embarcar. Se possível, atrase a refeição até estar sentada no seu lugar do avião. Viajando com bebés, se os alimenta antes de entrar no avião poderão adormecer e acordar rabugentos durante o embarque. Se alimentar o seu bebé no avião poderá eventualmente ter a sorte dele adormecer de seguida. No caso das crianças mais crescidas, comer no avião é mais um factor de entretenimento a bordo. Se tiver um voo de correspondência faça o possível por ir imediatamente para a porta de embarque. Se houver algum tempo de espera é sempre preferível que seja junto da porta de embarque do seu voo seguinte.

 

No Avião:

Use uma cadeira de bebé, desde que aprovada pela companhia de aviação. Algumas cadeiras dos carrinhos de bebé têm um rótulo indicando a sua aprovação para uso no avião. Tente evitar voos muito cheios.  Se o voo tiver lugares vagos, peça para mudar, para poder sentar o bebé ao seu lado.

Informe as assistentes de bordo se a criança tiver algum problema que possa representar desconfortopara os outros passageiros durante o voo. 

Na  subida e na  descida,  por causa da pressão, obrigue as crianças a deglutir: aos mais pequenos dando-lhes biberão, peito ou chupeta, aos maiores trincando uma bolacha, chupando um chupa-chupa, mastigando pastilha elástica ou enchendo balões. Mantenha a criança bem hidratada, dando-lhe água,sumos ou leite. Tenha sempre o cinto de segurança apertado, mesmo tendo o seu bebé no colo. Uma turbulência súbita pode fazer com que o deixe cair. Se as máscaras de oxigénio caírem, ponha sempre a sua máscara primeiro, antes de colocar a da criança. Evite bebidas quentes. Se houver qualquer movimento inesperado, podem queimar a criança. 

Na chegada: Seja dos últimos passageiros a sair do avião. Evita, assim, o incómodo de estar em fila à espera da saída, ou num autocarro instável, a tomar conta da sua criança e da bagagem de mão.

 

Notas: 

Sempre que possível deve evitar viajar de avião com um recém-nascido com menos de uma semana de vida (idealmente só viajar com lactentes com mais de seis semanas de vida).

Trazer sempre, quando o bebé é pequeno, tudo o que é preciso para a sua refeição e a muda.

Em caso de otite média aguda, a criança só deve viajar de avião 48 horas após o início do tratamento adequado.