Família > Agenda Família > Ciência, Ambiente e Tecnologia

Parque Biológico de Gaia: o primeiro centro permanente de Educação Ambiental do país!

Parque Biológico de Gaia

As abobrinhas vão adorar esta total imersão na natureza.

O Parque Biológico de Vila Nova de Gaia é uma área agro-florestal com 35 hectares onde vivem em estado selvagem centenas de animais e plantas.

Situado na periferia da cidade de Vila Nova de Gaia, o Parque Biológico estende-se pelo vale do rio Febros, sendo um local incrível para um passeio em família em autêntico contacto com a natureza.

No Parque Biológico de Gaia, mais importante do que aprender o nome das árvores ou das aves, é perceber o contraste, largar a estrada e entrar nos caminhos da floresta, deixar para trás o barulho dos carros e ouvir os pássaros e o marulhar do rio Febros e, após uma hora ou hora e meia de mergulho no mundo que estamos a perder, regressar de chofre à confusão de uma movimentada cidade.

O que ver no Parque Biológico de Gaia?

O Parque Biológico de Gaia é um conjunto de antigas quintas que foram aproveitadas para mostrar parte do património natural e cultural do nosso país. Não é uma reserva natural, nem um jardim zoológico, nem um jardim botânico, mas tem um pouco de tudo isso.

Habitats

habitats de água doce

Charnecas e matos, dunas, florestas, prados, habitats costeiros e de água doce, habitats rochosos e grutas e orlas naturais dos bosques: no Parque Biológico de Gaia podem percorrer esta extensa variedade de locais, com características e animais muito próprios, e que vos vão reservar uma surpresa a cada passo!

Animais

raposa parque biológico de gaia

Cada habitat guarda animais e plantas diferentes! Não vos queremos estragar a surpresa, mas entre os nossos favoritos estão as rãs-ibéricas, as lontras europeias e os ouriços-cacheiros!

Fascinantes são os corços, os esquilos-vermelhos e as incríveis raposas. Sabem o que é um saca-rabos? Aqui podem encontrá-los.

Exposições permanentes

encantos e desencantos

No Parque Biológico de Gaia podem também visitar algumas exposições muito giras, dinâmicas e interessantes!

A exposição “Encantos e Desencantos” propõe uma extraordinária viagem pela história da vida na Terra: em apenas alguns minutos podem percorrer 4700 milhões de anos. Ao percorrê-la aprendemos com os desencantos e inspiramo-nos nos encantos, de forma a multiplicá-los.

Moinho do Belmiro

moinho do belmiro

O Moinho do Belmiro, na margem do rio Febros, foi um dos grandes produtores de moagem.

A moagem de cereais era uma atividade muito importante no rio Febros. Hoje, poucos moinhos restam em funcionamento, vítimas da concorrência das moagens industriais. Este moinho-de-água foi recuperado para mostrar como viviam os antigos moleiros e lavradores.

Quinta do Chasco

quinta do chasco

Esta velha quinta acolhe a mostra “Animais e Plantas das Ruínas”: ginetas e saca-rabos, corujas e bufos-reais irrecuperáveis para a natureza dão a perceber às pessoas como estes animais discretos se adaptam às alterações de ambiente.

A Quinta do Chasco, nome referido desde o século XV, e cujo último residente (1990) ainda era conhecido por esse nome, foi a propriedade mais rica e importante desta zona.

Saliente-se que o chasco, ave por vezes confundida com o cartaxo, é um pequeno pássaro insetívoro, porventura outrora comum neste lugar, e que serviu de alcunha ao proprietário da quinta.

Esta importante casa agrícola tem um grande canastro e um pequeno moinho para acorrer somente às necessidades da gente e do gado da casa.

O moinho tinha a particularidade de ser alimentado pela levada de uma mina de água ou por engenho-de-buchas, ali existentes. Quando havia falta de água na mina, este engenho puxava água para o moinho através de um canal subterrâneo com ligação ao rio Febros.

Alojamento no Parque Biológico de Gaia

hospedaria parque biológico de gaia

Este alojamento destina-se a todo o tipo de grupos ou pessoas individuais ou em família que queiram estar em contacto direto com a natureza, dentro da cidade.

Podem também ficar no Parque de Autocaravanas do parque, se viajarem neste transporte.

Restaurantes

parque de merendas parque biológico de gaia

O Restaurante e o Bar do Parque Biológico de Gaia são geridos pela empresa Fatias Apelativas e são uma opção para comer durante a visita. A outra é o Parque de Merendas, próximo da receção do parque.

Com mesas e bancos sob a copa do arvoredo, é o local adequado para um lanche ou uma refeição, caso tenha tazido de casa algo para merendar.

Há também aqui um parque infantil que faz as delícias das abobrinhas.

O Parque Biológico de Gaia para escolas

parque biológico de gaia para escolas

O Parque Biológico de Gaia oferece várias atividades educativas e lúdicas para escolas! Podem escolher entre visitas temáticas e atelier centrados na biodiversidade, e até atividades à noite!

Saibam mais informações sobre as visitas e os ateliers disponíveis!

As perguntas mais frequentes sobre o Parque Biológico de Gaia

parque biológico de gaia informações

Qual é o horário de funcionamento do Parque Biológico de Gaia?

Aberto todos os dias do ano, inclusive feriados. O percurso de descoberta da natureza do Parque Biológico abre às 10h.

Abril a Outubro: 10h às 19h.

Novembro a Março: 10h às 17h.

A bilheteira encerra uma hora antes da hora indicada para fecho do parque.

Quais são os preços do Parque Biológico de Gaia?

As crianças até aos 6 anos têm entrada grátis. Jovens dos 7 aos 17 anos pagam 1€ e um adulto dos 18 aos 64 anos paga 3€. O bilhete família (até 6 entradas) tem o custo de 7,50€.

Consultem o preçário completo (também das atividades e do alojamento) e comprem já os vossos bilhetes para visitar o Parque Biológico de Gaia!

Onde é que posso encontrar descontos para o Parque Biológico de Gaia?

Neste momento não existem descontos disponíveis para visitarem o Parque Biológico de Gaia. Vejam os descontos ativos na Pumpkin.

Como é que podemos chegar ao Parque Biológico de Gaia?

De autocarro, de metro, de automóvel, de comboio, há várias soluções para visitar o Parque Biológico.

A morada é a seguinte:

R. Cunha 152, 4430-681 Avintes, Vila Nova de Gaia, Portugal

De automóvel:

Vindo do Norte, de Braga ou de Bragança, siga o IP1/Ponte do Freixo. Passada a Ponte do Freixo, optar pela 2.ª saída, placa “Castelo de Paiva/Avintes”, e voltar a sair em “Castelo de Paiva/Avintes”. Está na Estrada Nacional 222; o Parque Biológico fica 1 km à frente – siga as indicações. Na rotunda de Avintes, vire à esquerda e siga as placas “Parque Biológico”.  

Vindo do Sul, pela auto-estrada Lisboa/Porto, após a última portagem, siga em frente pelo IP1/Ponte do Freixo. Vire na primeira saída, placa “Castelo de Paiva/Avintes”. Está na Estrada Nacional 222; o Parque Biológico fica 1 km adiante – siga as indicações. Na rotunda de Avintes vire à esquerda e siga as placas “Parque Biológico”. Vindo do interior, se vier do Norte, passe o Douro na Barragem de Crestuma/Lever. Siga a Estrada Nacional 222 no sentido “Gaia”. Na rotunda de Avintes vire à esquerda e siga as placas “Parque Biológico”. 

Vindo do Porto, se estiver no centro, opte pela Ponte do Infante, e siga a sinalização até chegar à Estrada Nacional 222; uma vez chegado ali vire no sentido Avintes, e siga cerca de 5 km e encontrará a sinalização do Parque Biológico. Na rotunda de Avintes vire à esquerda e siga as placas “Parque Biológico”. 

Se estiver na zona Oriental do Porto, opte pela Ponte do Freixo. Siga o IP1/Ponte do Freixo. Passada a Ponte do Freixo, vire na 2.ª saída, placa “Castelo de Paiva/Avintes”, e volte a sair em “Castelo de Paiva/Avintes”. Está na Estrada Nacional 222; o Parque Biológico fica 1 km adiante – siga as indicações. Na rotunda de Avintes vire à esquerda e siga as placas “Parque Biológico”. 

Se estiver na zona Ocidental do Porto, opte pela Ponte da Arrábida. Passada a Ponte, terá de virar na 4.ª saída, placa “Gaia Centro”, que o conduz à Avenida da República. Nos segundos semáforos, vire à direita (placa “Parque Biológico”). Está na Estrada Nacional 222; siga cerca de 5 km e encontrará a sinalização do Parque Biológico. Na rotunda de Avintes vire à esquerda e siga as placas “Parque Biológico”.  

De autocarro:

Sair no centro do Porto e apanhar no Parque das Camélias (junto à Praça da Batalha) um autocarro da MGC Transportes com destino a LEVER/MOSTEIRÓ/CANEDO ou Crestuma. Pedir ao motorista para sair no Parque Biológico. Uma passagem metálica elevada permite entrar diretamente no Parque Biológico, a partir da paragem dos autocarros da EN 222.

De comboio:

Vindo do Norte ou do Sul, há que sair na Estação da CP das Devesas/Gaia e usar os transportes públicos até à Câmara Municipal de Gaia e, da Câmara de Gaia até ao Parque Biológico, os autocarros. Se usar táxi, deve contar com cerca de 15 euros da Estação das Devesas ao Parque Biológico. 

De metro:

Deve escolher a Linha Amarela – Hospital S. João – D. João II. A última paragem fica na Av. da República. Depois encontra os autocarros para Avintes (são cerca de 12 minutos de viagem).

O Parque Biológico de Gaia tem estacionamento?

No Parque Biológico há estacionamento gratuito e vigiado para carros e autocarros.

O Parque Biológico de Gaia tem programas para escolas?

Sim! Conheçam o Programa Educativo do Parque Biológico de Gaia para o ano letivo 2018/2019.

Contatos do Parque Biológico de Gaia:

Email: [email protected]

Telefone: 22 787 8120.

Podem também visitar o site do Parque Biológico.

Também lhe pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *