Gravidez > Grávida com estilo > Moda e cosméticos

Socorro, estou grávida! O que vestir?

o que vestir na gravidez

É possível conciliar moda, conforto e gravidez? Sim! É possível fazê-lo sem gastar rios de dinheiro? Também!

Durante as primeiras semanas de gravidez, o segredo ainda se esconde nas roupas de sempre, porque o corpo não revela as mudanças provocadas pelo crescimento de uma nova vida. O passar dos meses trará novas formas, uma barriga proeminente, mais peito, e portanto é natural que sinta a necessidade de adaptar o seu armário a esta nova fase. 

Mas como?

1. Conforto em primeiro lugar. 

Sentirmo-nos bonitas e fiéis a nós próprias é uma prioridade em qualquer fase, mas o essencial é que, na vida de uma grávida, a roupa assuma um papel de conforto. Evite roupa apertada e que comprima a pele, optando antes por peças mais largas que não incomodem.

Experimente apostar nas calças boyfriend para grávidas ou calças de algodão largas, como para fazer yoga,que  podem ser conjugadas com uma camisola mais justinha.

Pode também usar leggings justas mas elásticas e com cintura flexivel, perfeitas para ficar confortável, que ficam lindamente com uma camisola largueirona que contraste. E talvez até já tenha vestidos no seu armário que sejam elásticos e que acomodem as novas curvas.

moda roupa grávida conforto

 

Gap Maternity | Mango |  Kiabi  | H&M

2. Tamanhos ajustáveis: roupa de pré-mamã.

Peças de roupa que evoluem, adaptando-se à sua forma à medida que as semanas passam, são um essencial no guarda-fato de qualquer grávida.

É por isso aconselhável que todas as grávidas adquiram pelo menos dois pares de calças com barra larga em malha canelada na cintura, ou de cintura ajustável.

Há calças de ganga giríssimas com barra elástica, que fazem um look cool e que dão para toda a gravidez e os primeiros tempos de pós parto.

 

roupa grávida conforto

MangoJojo Maman BebeGap Maternity

3. Investimento em peças básicas.

Não há necessidade de comprar um guarda-roupa todo novo!

Deve investir apenas em algumas peças básicas de roupa pré-mamã como os tais um ou dois pares de calças, mas também uma saia ou um vestido para um look diferente, e camisas e camisolas largas (podem ser o número acima, mas também existem modelos adequados a grávidas).

Escolha algumas peças mais formais, se precisar de um look mais profissional – há camisas muito giras e calças com cintura elástica que ficam muito elegantes.

No Inverno faz falta um casaco ou sobretudo que cubra toda a barriga para não passar frio, que idealmente tenha um feitio que possa ser usado mais tarde, quando for uma feliz mamã.

moda roupa grávida conforto investir

La Redoute | H&M | Seraphine Bump Kit (4 básicos por 99 euros + envio) | La Redoute

4. Peça emprestado.

Não tenha vergonha de pedir alguma roupa de pré-mamã emprestada às suas amigas que já foram mães. A maior parte das peças estará seguramente em bom estado e esta é uma forma fácil de acrescentar novos looks ao armário sem gastar dinheiro. 

5. Roupa interior.

Com a gestação, os seios aumentam, ficam doridos, e pedem soutiens mais reforçados, de alças largas e com boa sustentação. Mas não têm de ser feios, há opções giríssimas no mercado.

Aproveite para investir, já, em soutiens de amamentação, com alças que pode soltar, que poderá utilizar antes e depois de o bebé nascer.

Também deve ter atenção às cuequinhas, de preferência de algodão, para evitar infecções e irritações. 

moda roupa grávida conforto investir lingerie

Seraphine La Redoute | Jojo Maman Bebe | H&M

6. Calçado. 

Se uma mulher grávida estiver habituada a usar sapatos de salto alto, pode continuar a fazê-lo, mas é de evitar que os saltos tenham mais do que 5 cm de altura, para maior conforto e equilíbrio.

Como o centro de gravidade se altera, é mais recomendável que a grávida utilize ténis ou sapatos rasos e planos.

 

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *