Família > Passear > Sitios a visitar

O que visitar em Beja com crianças

Fotografia: Notícias ao Minuto

Beja assume-se orgulhosamente como "o centro do Sul"!

Beja é uma cidade moderna e cheia de vida que, dos braços do Alentejo, está pronta para vos receber! Se não sabem o que visitar em Beja com crianças, não se preocupem: nós preparámos uma lista de locais imperdíveis que vão adorar explorar!

Não se esqueçam de dar um saltinho também à Costa Vicentina, cuja extensão natural toca, em parte, no distrito de Beja!

Património e Museus

Castelo de Beja

castelo de beja
Fotografia: oliraf.wordpress.com

Castelo de Beja, Subindo lá vais. Tu metes inveja, Castelo de Beja, Às águias reais. A música já deixa perceber que o Castelo de Beja se ergue, imponente, e que permite a quem a ele sobe ter uma vista fantástica sobre a cidade e a planície alentejana. É muitas vezes considerado “o mais importante cartão-de-visita da cidade” e a sua Torre de Menagem é um ícone, sendo a maior do país.

Numa combinação de estilos românico, gótico, manuelino, medieval e maneirista, o monumento é impressionante e conta a história da resistência portuguesa em muitas guerras peninsulares, mas também das aventuras e desventuras romanas e das épocas dos Suevos, dos Visigodos e da ocupação Muçulmana.

Está aberto o ano inteiro, exceto no dia de Ano Novo, no Dia do Trabalhador e no Dia de Natal.

Museu Rainha D. Leonor, no Convento de Nossa Senhora da Conceição

museu regional de beja

Fotografia: https://maisbeja.blogs.sapo.pt

O Museu Rainha D. Leonor é o Museu Regional de Beja, e, nele, podem conhecer as tão diferentes culturas que, da pré-história à atualidade, se desenvolveram e fizeram casa na região.

O Núcleo Visigótico (localizado na recuperada Igreja de Santo Amaro) é particularmente rico: além de a igreja assentar sobre uma necrópole romana, paleo-cristã e medieval, é um dos pontos histórico-arquitectónicos mais significativos de Beja, e permite expor a colecção visigótica do Museu de forma sistematizada, estabelecendo uma integração entre o conjunto das peças e o espaço vestigial da antiga basílica paleo-cristã.

O Museu Rainha D. Leonor alberga também coleções mais vastas mas igualmente interessantes de pintura e de arqueologia (onde podem ver de lápides funerárias epigrafadas que remontam à pré e proto-história a moedas e cerâmica de influência árabe) que merecem uma visita atenta.

Ah! Não se esqueçam de visitar a famosa janela de que Mariana Alcoforado fala numa das suas cartas, e através da qual sentiu, pela primeira vez, os efeitos da sua paixão avassaladora pelo cavaleiro Marquês de Chamilly.

Villa Romana de Pisões

ruínas romanas pisões hipocausto

A Villa Romana de Pisões situa-se a cerca de 10 quilómetros de Beja e é imperdível para quem gosta de História!

Ocupada no período romano entre os séculos I a.C. e IV d.C., esta antiga “cidade” encontra-se hoje parcialmente escavada, nomeadamente uma parte significativa da casa dos proprietários, apresentando mais de quarenta divisões.

Indissociável do conjunto de estruturas da Villa é a barragem de Pisões, situada a cerca de 200 metros, e cuja principal finalidade seria o abastecimento de água para alimentação dos seus tanques, piscina e termas, de dimensões apreciáveis.

O percurso da visita está sinalizado e no Centro de Acolhimento e Interpretação podem encontrar toda a informação sobre o local.

A Villa encontra-se temporariamente encerrada ao público mas podem, no entanto, ser agendadas visitas para grupos junto da Câmara Municipal de Beja.

Museu Jorge Vieira/Casa Das Artes

museu jorge vieira

O Museu alberga um importante conjunto de esculturas, maquetas e desenhos da autoria de Jorge Vieira, artista plástico que marcou o percurso da arte portuguesa ao longo do século XX. A coleção permanente pode ser visitada no primeiro piso do Museu e é muito bonita e diferente!

Tem obras suas em diversas cidades e coleções do país. A sua ligação a Beja fortalece-se em 1994, quando é inaugurado, numa rotunda acesso à cidade, o seu Monumento ao Prisioneiro Político Desconhecido, uma iniciativa do Município da cidade. O espólio artístico foi doado por Jorge Vieira à Câmara Municipal de Beja depois disso.

O Museu está temporáriamente encerrado ao público.

Arco Romano de Beja

arco romano

Atualmente integrado no castelo medieval, no exterior da alcáçova, este arco sofreu alguns contratempos ao longo dos séculos: construído entre os séculos III e IV d.C., foi integrado nas muralhas romanas e era uma das portas de entrada na cidade.

Foi demolido, por razões desconhecidas, no século XVI… e reconstruído em 1938, com os vestígios que entretanto tinha sido integrados noutros edifícios.

Apesar de todas estas desventuras, é um dos pormenores históricos e artísticos mais importantes de Beja.

Igrejas e Conventos em Beja

ermida de santo andré

Ermida de Santo André

São, pelo menos, 15 as igrejas e conventos em Beja, e é quase impossível escolher as mais bonitas!

Na Sé Catedral podem visitar o altar dedicado a S.Sezinando, natural e padroeiro de Beja. No Convento de Nossa Senhora da Conceição, além do Museu Rainha Dona Leonor, podem ver a igreja, o claustro e a sala do capítulo, as únicas divisões do Convento que remontam à época dos primeiros duques de Beja, D. Fernando e D. Brites, pais da Rainha D. Leonor e do Rei D. Manuel.

A Ermida de Santo André, de arquitetura gótica-mudéjar, foi construído em finais do século XV ou princípios do XVI, e é um tipo de construção que encontra alguns paralelismos na região do Alentejo.

Museu de Mértola

museu de mértola

Museu de Mértola – Casa Romana

O Museu de Mértola (que fica no distrito de Beja) é não um museu mas, na verdade, vários!

Um autêntico passeio para os adeptos da História, visitar “o Museu” de Mértola é conhecer os núcleos espalhados por diferentes sítios arqueológicos e que representam diversos períodos da História: a Casa Romana (núcleo-sede), a Basílica Paleocristã, a Ermida e Necrópole de S. Sebastião, o núcleo de Arte Islâmica e o núcleo da Torre de Menagem do Castelo de Mértola. Qual querem conhecer primeiro?!

Todo o percurso entre os núcleos museológicos do Museu de Mértola pode, e deve, ser feito a pé, já que a maioria dos núcleos se situa no Centro Histórico da cidade.

O Museu de Mértola reúne também uma importante coleção de arte sacra dos séculos XV a XVIII e artes tradicionais como a Forja do Ferreiro e a Oficina de Tecelagem – onde podem ver três tecedeiras a manter viva esta tradição.

Descubram também tudo o que fazer em Mértola com crianças.

Mina de São Domingos

minas de são domingos

Fotografia: Alma de Viajante

A Mina de São Domingos foi um complexo mineiro instalado no século XIX para a exploração de uma mina cujo depósito havia sido explorado já na época romana e pré-romana. Os principais elementos extraídos durante a exploração moderna, entre 1854 e 1966, foram o cobre e o enxofre – esta chegou até a ser a mina de cobre mais importante da Europa com cerca de 3.000 trabalhadores e 6.000 habitantes.

O complexo, em parte em ruínas, é apaixonante e inclui as zonas urbanas da Mina de São Domingos, Moitinha, Achada do Gamo e Pomarão, a zona de extração propriamente dita, zonas industriais, o caminho de ferro entre Mina e Pomarão com as estações e as obras de arte (túneis e pontes), o porto fluvial do Pomarão e a Palanqueira, duas albufeiras de água doce que permitiam a gestão dos efluentes da metalurgia.

Este circuito com placards explicativos da atividade mineira e da geologia da zona é excelente para um passeio de bicicleta para toda a família, terminando num mergulho na praia fluvial. Podem também fazer uma marcação de visita guiada: a visita custa 3€ por pessoa, para grupos entre seis e 25 pessoas.

Natureza e Jardins

Parque da Cidade e Jardim Público

parque da cidade de beja
Fotografia: All About Portugal

Aproveitem para conhecer os parques e jardins, que, em Beja, são um local de convívio e tranquilidade.

Não deixem de passear pelo Jardim Público, um espaço agradável onde podem respirar um pouco mais de história, ao mesmo tempo que descansam, passeiam, os pais bebem um café e os mais pequenos brincam.

Deem também um salto até ao Parque da Cidade, um espaço amplo, agradável e convidativo às brincadeiras dos mais novos e a passeios mais ou menos demorados! O seu lago de grandes dimensões e a cascata que mergulha nas suas águas são lindos!

Se quiserem fazer um piquenique, experimentem o Parque de Merendas, um local que convida a convívio entre snacks deliciosos e onde as sombras permitem aliviar o cansaço dos dias quentes.

Na Hora da Diversão

Praia Fluvial da Tapada Grande

praia fluvial da tapada grande

Fotografia: Sul Informação

A Praia Fluvial da Tapada Grande está integrada no Complexo da Mina de São Domingos e é incrível! É uma praia fluvial certificada, com nadador salvador, e com muito espaço envolvente para se divertirem em família.

Se estiverem virados para a aventura, podem também viajar com uma auto caravana ou montar uma tenda e passar aqui uns dias de descanso e tranquilidade em contato direto com a natureza. O rio sem ondulação, as sombrinhas disponibilizadas gratuitamente e a possibilidade de alugar gaivotas ou canoas são alguns dos atrativos desta praia.

Encontram também um café/restaurante com esplanada e mesas de piquenique bem perto da praia, para quando a fome apertar, e um parque infantil para crianças até aos 12 anos.

A época balnear na Praia fluvial da Tapada Grande em 2019 começa a 1 de junho e termina a 15 de setembro. Com Bandeira Azul pelo oitavo ano consecutivo.

Piscina Descoberta de Beja

piscina descoberta de beja

O Complexo de Piscinas Municipais de Beja é um espaço único para diversão em família! Há piscina infantil para os mais pequenos, prancha de saltos para os destemidos, parque de merendas e bar de apoio e nadador-salvador para muitas brincadeiras em segurança, além de uma área relvada impressionante onde podem descansar ou brincar.

Há melhor para enfrentar o calor alentejano?

Bedeteca de Beja

bedeteca de beja
Fotografia: Lifecooler

A Bedeteca de Beja (uma das três existentes no país) é uma espécie de biblioteca, mas… focada em banda desenhada!

Instalada no 1º andar da Casa da Cultura de Beja, a Bedeteca de Beja possui um acervo considerável de álbuns de banda desenhada e revistas (contemplando todas as tendências e movimentos), composto por vários milhares de exemplares que podem folhear – crianças e adultos!

Mantém também vários ateliês em funcionamento semanal, ao longo do ano, como o o Ateliê de Ilustração Editorial e Infantil e o Ouriço-do-Mar – Ateliê de Banda Desenhada (crianças), que, com sorte, vão poder fazer!

Doçaria Conventual

doçaria conventual beja

Herança dos diversos conventos que, ao longo dos séculos, foram funcionando nesta cidade, a doçaria conventual de Beja é das mais ricas e diversificadas do país. As maltesinhas, as queijadas, o toucinho-do-céu, os pastéis de toucinho e as trouxas-de-ovos são apenas alguns exemplos dos doces que não podem deixar de provar!

Passem pela Pastelaria Luiz da Rocha ou pela Pastelaria O Farnel e preparem-se para tirar, literalmente, a barriguinha de misérias.

Tudo sobre férias em família:

Férias em família em Portugal: explore as sugestões da Pumpkin

Descubra quando ir e quais os Museus Grátis por todo o país

Veja as recomendações dos nossos leitores de sítios a visitar com crianças por todo o país

Espreite as nossas dicas para viajar em família sem stress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *