Família > Passear > Dicas de viagem

Já chegámos? Dicas para uma tranquila viagem de carro com crianças

Já chegámos? 5 dicas para não largarem as rodas antes de chegarem

Estas são as nossas 6 dicas, testadas e provadas, para viagens longas. Venham daí!

A planear uma viagem de carro com crianças? Há alguns anos fomos de carro até Barcelona. Coisa pouca: 1100 kms dá cerca de 11 horas a conduzir. Fácil, não? Se juntarmos duas crianças com menos de 5 anos, uma das quais em treinos para largar as fraldas, não é fácil. É um potencial desastre.

É verdade que longas viagens podem ser desafiantes! Mas, com muita organização, uma dose (extra!) de paciência e com a sensação de leveza que só a chegada das férias trazem, garantimos: vai dar tudo certo!

Dicas uma viagem de carro com crianças tranquila

1. Preparar a viagem.

Preparem bem a viagem antes de partir, planeando paragens regulares para esticar as pernas e ir à casa de banho.

Se a viagem for longa ponderem dividir o percurso em etapas e levar mais de um dia (2 adultos fazem 11 horas num dia sem problemas de maior, mas manter duas crianças num carro tanto tempo é um pesadelo para elas e para nós).

Nesse caso devem marcar hotel antes de partir (nós usamos booking.com e tripadvisor.com).

Uma boa ideia é incluir no programa uma atividade gira que mantenha as crianças motivadas. Por exemplo no primeiro dia dormimos perto de Valladolid e parámos a caminho no Fundão para visitar a Festa da Cereja de Alcongosta. No segundo dia parámos um bocadinho num Parque de Atrações em Saragoça. A ideia de fazerem um programa diferente torna o passeio muito mais agradável.

Levem almofadinhas para quando as crianças adormecerem ficarem mais confortáveis.

Nós levámos também duas fraldas para fazerem de cortinas e protegê-las do sol. Não é muito elegante mas funciona e elas não conseguem tirá-las sozinhas.

Tenham mudas de roupa acessíveis e agasalhos, para o caso de arrefecer.

Super útil: toalhitas para limpar tudo. E lenços de papel.

2. Ter água e comida preparada.

Preparem snacks para irem comendo pelo caminho, sem terem de parar. Podem até organizar em saquinhos de plástico com fecho para ser mais fácil encontrar e distribuir.

Exemplos de snacks podem ser bolachas, pequenas sanduiches, fruta, cenouras cruas, queijinhos tipo babybell – alternando doce e salgado. Podem preparar queques doces ou salgados (embora em vésperas de viagem haja pouco tempo e paciência para grandes empreitadas gastronómicas).

Não se esqueçam de levar bastantes líquidos. Nós concluímos que as garrafas com formato desportivo (tipo Evian de plástico) são mais práticas porque derramam-se menos. Para a próxima vamos levar cantis para elas.

Levem a comida em caixas isotérmicas com elementos refrigerantes para manter o frio.

3. Fazer pausas

Se viajarem de carro, façam pausas na viagem para as crianças comerem, irem à casa de banho (mesmo que digam que não têm vontade), correrem um pouco e brincarem nos parques infantis das estações de serviço. As paragens são essenciais principalmente nas viagens longas e quando as crianças começam a ficar demasiado impacientes.

Podem ainda levar cordas para saltar e bolas para perseguir; assim os pequenos podem gastar ainda mais energia antes de embarcarem em mais algumas horas de viagem.

4. Distrair os monstrinhos anjinhos.

Vão preparados com bonecos, tablets, livros (se eles não enjoarem), aqueles quadros magnéticos de escrever e apagar, musica para cantarem todos juntos e tudo o que se lembrarem para os entreter.

Encontrámos esta ideia genial no Pinterest: na viagem de regresso preparámos um saquinho das surpresas com brinquedos, balões, guloseimas, tudo comprado por tuta e meia (por exemplo tínhamos bonecas tipo fada, mini kits de comida de plástico, telemóveis das princesas, kits de médico…). De hora a hora tocava o alarme do telemóvel para avisar que é hora da surpresa e elas ficavam entretidas à volta da nova brincadeira. Funciona lindamente para as distrair e fazer o tempo voar.

Podem também alternar oferta de brincadeiras com intervalo para snack e podem até nem oferecer nada, mas a cada hora propor uma nova atividade para fazer, com brinquedos que tenham trazido de casa. O importante é variar e dar-lhes ideias para se entreterem.

Espreite ainda outras ideias de como entreter os miúdos nas viagens de carro.

5. Parem! Ninguém está de castigo.

Se entrarem em desespero – parem.

Não vale a pena ameaçar que os deixam numa estação de serviço se não se calarem (apesar de tentador). Ninguém está de castigo e 5 minutos a arejar e a gritar numa paragem de serviço faz milagres.

Nós experimentámos: depois de 20 minutos de choraminguice non-stop parámos e fizemos um concurso de gritos que acabou em gargalhadas.

6. Estejam preparados para emergências.

– Tenham todos os telemóveis carregados, e se possível tenham um carregador para automóvel

– Verifiquem que têm roaming ativado e comprem aditivos de internet se compensar

– Verifiquem que o tomtom ou afim funcionam e  que têm os mapas certos e atualizados

– Levem mapas à moda antiga convosco

– Verifiquem que o pneu sobresselente está funcional e sabem onde estão todas as peças necessárias

– Tenham o número da assistência em viagem à mão, se tiverem esse serviço

– Levem sempre canetas e papel para entreter os miúdos nas emergências

– Tenham mantinhas e agasalhos para o caso de fazer frio.

– Levem uma declaração amigável de acidente.

– Tenham um guarda-chuva à mão – se o levarem não chove certamente.

Nós perdemos a bateria do telemóvel que nos servia de GPS a 20 minutos do hotel à entrada de Madrid. Chegámos uma hora depois.

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

3 comentários em “Já chegámos? Dicas para uma tranquila viagem de carro com crianças

  1. Gostei muito do seu post, vou acompanhar o seu blog/site.
    Este tipo de conteúdo tem me ajudado muito no desenvolvimento pessoal.
    Obrigado
    Manuela Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *