Família > Passear > Dicas de viagem

Bang! Furámos o pneu! E agora? Dicas para prevenir e substituir

Bang Furámos pneu agora? Dicas prevenir substituir

Saiba como evitar furar um pneu e o que fazer para substituir o pneu furado o mais rápido e eficientemente possível.

Furar um pneu é um imprevisto pode afectar qualquer automobilista. Quando chove  as estradas que tem buracos no pavimento ficam temporariamente cheios de água e funcionam como armadilhas para os condutores mais distraídos.

 

Para prevenir um furo é importante periodicamente verificar o estado dos pneus. Para isso, o nosso parceiro Automóvel Club de Portugal recomenda:

  • Piso do pneu deverá estar em bom estado e no mínimo ter 1,6mm (profundidade mínima permitida por lei)

  • Existência de “fissuras “nos pneus, pois mesmo que tenham piso acima do permitido devem ser substituídos e sempre aos pares por eixo.

  • Pressão de ar, de acordo com as características de cada fabricante.

  • O alinhamento de direcção pois pode causar um desgaste anormal no pneu

  • Conduzir com especial cuidado, quando as condições climatéricas se tornam adversas, chuva, neve, ventos fortes..

 

A família Pumpkin teve os seus ultimos furos depois de alguns dias de chuva em que os buracos da estrada ficaram enormes – e nós aterrámos em cima deles…

 

Para que tudo corra bem no caso de furo…

É muito importante verificarem que em qualquer altura:

  • têm todo o material necessário para  troca de uma roda (macaco, chave de rodas, luvas, colete, triangulo de sinalização, pneu sobresselente)

  • sabem onde está,

  • todo o equipamento está funcional, sobretudo se o pneu sobresselente tem ar.

  • têm lápis e papel ou brinquedos para entreter as crianças

  • Os sócios ACP com assistência em viagem podem sempre chamar um mecânico gratuitamente, que lhes troca o pneu no momento para poderem seguir viagem. 

  • Guardem o número de assistência em viagem num sítio acessível (por exemplo no vosso telemóvel). Para os sócios ACP o número a reter é o 707 509 510.

 

Nós já tivemos um furo com uma filhota com semanas. E descobrimos que precisávamos de uma chave especial que ninguém sabia onde estava. Fomos salvos por um grupo de bombeiros que tinham um carro igual 🙂

No ano passado, a mãe Pumpkin estava sozinha com a filhota de 1 ano, e os brinquedos foram a nossa salvação. Isso, e a assistência em viagem.

Neste último furo o macaco encravou em plena manobra – não ia para cima nem para baixo. Foi preciso encontrar outro macaco para tirar o primeiro, imaginem!

Aproveitem um bocadinho para verem se têm tudo a funcionar, nunca se sabe quando o este azar nos acontece.

 

E depois do furo:

Para mudar um pneu bastam 7 passinhos apenas:

1. Estacione o seu carro numa zona plana. Puxe o travão de mão e engrene a marcha atrás e certifique-se de que está fora da faixa de rodagem para não perturbar o trânsito e para a sua segurança. Depois desligue o motor e ligue as luzes de perigo (“quatro piscas”). Finalmente, vista o colete refletor e sinalize o local com o triângulo.

2. Reúna as ferramentas (chave de porcas ou de cruz, chave de segurança – se aplicável, macaco, pneu sobresselente e luvas). Se não as conseguir encontrar consulte o manual de instruções do automóvel para saber onde se encontram.

3. Tire o tampão e desenrosque ligeiramente as porcas do pneu antes de colocar o macaco debaixo da viatura. Caso o seu automóvel esteja equipado com porcas de segurança, é necessário um adaptador fornecido pelo fabricante para retirar uma das porcas especiais anti-roubo.

É mais fácil usar o peso dos seus pés em vez de fazê-lo com os braços para aliviar as porcas, normalmente estão muito apertadas.

4. Coloque o macaco na zona indicada pelo fabricante para o uso deste aparelho. Se não conseguir ver onde é consulte o manual de instruções do automóvel.

Normalmente o local é assinalado com uma pequena seta no extremo lateral inferior do veículo. Depois suba o macaco até a roda deixar de tocar no chão.

Retire todas as porcas e guarde-as para que não se percam.

5. Retire o pneu furado com as duas mãos e coloque o sobresselente. Para maior segurança coloque a roda furada debaixo do automóvel. Isto permite-lhe uma maior segurança caso o macaco do automóvel ceda por algum motivo.

6. Depois de colocar a primeira porca, coloque a segunda na diagonal desta. Aperte-as ligeiramente e baixe progressivamente o automóvel. Acabe de aparafusar bem usando o peso dos pés para uma maior força de aperto.

Com o pneu sobresselente já metido no eixo do automóvel, coloque a primeira porca, e em seguida coloque a segunda na diagonal desta ou seja numa padrão de aperto em estrela. Aperte-as ligeiramente e baixe progressivamente o automóvel. Em seguida acabe de aparafusar bem usando o peso dos pés para uma maior força de aperto.

7. Guarde todo o material necessário e o respectivo equipamento de segurança. Não se esqueça de reparar ou substituir o pneu estragado o mais brevemente possível.

É comum os pneus sobresselentes não terem a mesma qualidade dos pneus substituídos e só devem circular durante um período limitado de tempo e a uma baixa velocidade, Deve limitar-se o uso ao mínimo necessário para resolver o problema com o pneu original.