Aplicações de monitorização da Internet para crianças: vale a pena usar? - Pumpkin.pt

Aplicações de monitorização da Internet para crianças: vale a pena usar?

Aplicações de monitorização da Internet para crianças: vale a pena usar?

A internet é uma excelente ferramenta para lazer e educação. Mas, como se trata de um terreno relativamente desconhecido, acha que pode ser perigoso, não é? Por isso, cabe aos pais a responsabilidade de controlar o tempo que os filhos passam na rede e o que eles aí fazem.

Para conseguir perceber a utilização que as crianças fazem da internet, é possível contar com uma app de monitorização e conseguir resultados ainda mais efectivos.

Desta forma, garantem que a relação com a tecnologia seja a mais saudável possível, com o desenvolvimento das competências necessárias para os vossos filhos.

Gostavam de aprender mais sobre apps de monitorização? A Happy Code explica-nos!

O que é uma aplicação de monitorização?

A internet é um campo com muitas possibilidades: com ela, uma pessoa pode estudar, adquirir certificações, divertir-se, ser entretida e comunicar-se com outras.

Mas também existem riscos ao aceder à Internet — principalmente para as crianças. A liberdade que a tecnologia oferece é um factor incrível e deve ser administrada pelos responsáveis com bons filtros para que os resultados sejam positivos.

Com o devido controlo, os pais garantem que o melhor da tecnologia vá ser usado pelos seus filhos. O ideal é que consigam estudar, aprender mais e relacionarem-se melhor com os colegas. Não há nenhum motivo para ter medo da Internet e do seu poder, pois a própria rede já oferece métodos de regulação que ajudam os responsáveis na tarefa de gerir os mais novos.

Uma aplicação de monitorização é um software criado para gerir o que as crianças fazem no computador, no telemóvel e na grande rede, no geral. Assim, é possível limitar horário e as acções, estabelecendo regras para a utilização saudável dessa ferramenta. Com a variedade das apps actuais, os pais conseguem encontrar uma série de funcionalidades interessantes para este objetivo.

Como responsáveis, podem bloquear acessos e recursos, a fim de proteger as crianças de conteúdos inadequados para a sua idade ou de vírus. Como elas geralmente são muito ingénuas no acesso, este controle é fundamental.

Assim, vão poder evitar situações de bullying envolvendo os vossos filhos, problemas com o conteúdo que prejudiquem a autoestima deles ou estímulos à ansiedade e depressão.

Quais são as características deste tipo de apps?

Estas apps costumam oferecer aos pais uma monitorização rigorosa, com a possibilidade de visualizar os dados de uma maneira clara, em dashboards completos. Existe também a funcionalidade de criar relatórios que ajudam a monitorizar mais cuidadosamente e acompanhar com maior precisão.

Uma das principais características é, portanto, a automação de tarefas. O sistema auxilia verdadeiramente os responsáveis com algumas actividades que seguem um fluxo lógico definido pelo próprio utilizador. Assim, é possível definir acções específicas ou estratégias de contingência para determinadas situações.

Fica mais fácil definir alertas rápidos para cenários especiais, como quando o seu filho acede a alguma aplicação proibida ou realiza outra acção predefinida. Assim, os pais podem saber exactamente o momento em que isso acontece, mesmo que não estejam com eles na mesma divisão, por exemplo.

Também existem algumas funcionalidades especiais, como a criação do histórico de acesso e das informações a que as crianças tem tido acesso. É possível controlar com quem os seus filhos conversam, através de que aplicação, quais os sites que usam e até o comportamento deles nas redes sociais.

Vale a pena adoptá-los?

Graças à automação inteligente à capacidade de acompanhamento preciso, esta é uma ferramenta que vale a pena ter. Afinal, ela funciona como um complemento para os pais, ajudando a cumprir as suas obrigações em relação aos filhos, a impor regras e a ensinar as crianças sobre os benefícios ou malefícios das tecnologias.

Se tivesse que fazer isso sozinha, uma mãe encontraria bastante dificuldade, especialmente se não tivesse muito contacto com as ferramentas tecnológicas ou com as configurações comuns. Por isso, evitar o trabalho manual é interessante para optimizar o processo.

Com estes recursos, consegue mostrar aos seus filhos o valor que podem obter da Internet e do acesso a ela, mas também instruí-los quanto à importância de impor limites ao seu uso, para que se consiga dedicar a outras actividades e também ao convívio social. Se for bem instruída, a criança vai crescer a saber disso e será capaz de gerir a utilização quando for mais velha, tendo o melhor dessa tecnologia a seu favor.

Apoio humano

É fundamental que os pais usem as apps de forma estratégica (com o apoio humano, que não deve faltar). Ou seja:  ainda vai precisar de dialogar bastante com os seus filhos sobre tecnologia, educá-los de maneira clara e mostrar-lhes os benefícios de administrarem bem esse tempo na web. É interessante que eles entendam as regras como algo educativo, e não como uma restrição vazia.

É importante lembrar que os pais podem até contar com softwares de monitorização, mas precisam continuar atentos ao que os mais pequenos fazem, sempre que possível.

A aplicação é uma forma de ajudar, mas não substitui o cuidado humano: ambos devem trabalhar juntos para optimizar a relação dos mais novos com as ferramentas modernas.

Como resultado, vai ser possível eliminar os riscos de acesso e garantir um uso consciente por parte dos seus filhos. Com o mundo cada vez mais tecnológico, é fundamental filtrar sempre o que é bom, procurando o melhor dessas soluções para a aprendizagem o e o desenvolvimento das crianças em todas as áreas.

Quais são os exemplos mais comuns?

A seguir, vamos ver alguns exemplos de apps que podem ser instaladas. Existem versões gratuitas com funcionalidades interessantes, mas o utilizador obtém ainda mais recursos com o pagamento de valores definidos.

Google Family Link

Com o Google Family Link, é possível limitar o uso de cada aplicação e bloquear alguns deles, monitorizando o tempo que os seus filhos passam em cada um. Assim, consegue controlar as apps de redes sociais e o navegador principal do smartphone.

Qustodio

Já no Qustodio, os responsáveis são capazes de bloquear contactos, limitar o uso dos aparelhos e bloquear conteúdos impróprios. Isso pode ser feito pensando nas apps que dão acesso directo à rede, como o navegador e o YouTube.

Kaspersky Safe Kids

aplicação bloqueia o acesso a sites e apps inadequados, com configurações específicas para diferentes idades, o que é ainda mais interessante. Além disso, a ferramenta informa sobre as postagens dos seus filhos nas redes sociais e alerta quanto a mudanças no número de amigos.

YouTube Kids

O próprio YouTube tem uma ferramenta para gerir o tempo em que as crianças passam na app. Os pais conseguem limitar esse período e desligar a pesquisa para evitar que os filhos encontrem conteúdos impróprios.

Family Time

Family Time, por sua vez, permite acompanhar a localização dos filhos (com o rastreio deles) e evitar uma exposição a conteúdos impróprios.

WebWatcher

No WebWatcher, é possível aceder às aplicações descarregadas remotamente e controlar fotos ou mensagens de outro telemóvel. Assim, assegura um controle e a vigilância sem que os seus filhos percebam.

Com as apps de acompanhamento, os pais são capazes de optimizar o uso da Internet pelos mais novos, além de garantirem um acesso inteligente, consciente e saudável. Estas ferramentas permitem automatizar e complementar acções estratégicas de educação e instrução. É preciso ensinar que a rede deve ser usada com cuidado para que os benefícios sejam maximizados.

Gostou de saber um pouco mais sobre os benefícios de uma aplicação de monitorização? Então, partilhe este conteúdo nas suas redes sociais e ajude também outros pais!

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Ainda não tem votos)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *