Cadeira de alimentação para bebé: qual a melhor opção - Pumpkin.pt

Cadeira de alimentação para bebé: qual a melhor opção

Cadeira de alimentação para bebé: qual a melhor opção

Estão a pensar em comprar a cadeira de alimentação para bebé? Então, saibam quais os critérios a considerar para escolher o modelo certo.

O momento de sentar o bebé à mesa é extremamente importante não só para o bebé, mas também para a família. Não há uma idade certa para se impor esse momento, pois dependerá de diferentes variáveis. Certo é que precisará sempre de uma cadeira de alimentação para bebé.

É importante enquadrar esta etapa do desenvolvimento do bebé na rotina familiar. Durante um determinado período, pode ser necessário que o bebé coma primeiro e, só depois, os pais façam a sua refeição. Uma estratégia sensata que visa o bem estar de todos. 

Assim, o hábito de partilhar o momento do almoço e do jantar com o bebé pode ser introduzido de forma gradual, começando a ser adotado aos fins-de-semana, por exemplo, momento em que normalmente os pais estão mais disponíveis. Para isso, é necessário ter uma cadeira de alimentação para bebé adequada.

Cadeira de alimentação para bebé

A altura mais indicada para sentar o bebé à mesa está diretamente relacionado com o desenvolvimento motor do bebé e com o início da sua diversificação alimentar. Corresponde ao momento em que o bebé deixa de ser alimentado ao colo dos pais e passa a ser necessário recorrer a uma cadeira apropriada para essa função. 

Geralmente, o bebé começa a realizar duas refeições de legumes a partir do seu sétimo mês de vida, começando assim a criar o hábito de ter refeições principais (almoço / jantar).

Vantagens de comer na cadeira de alimentação

  • Promove o desenvolvimento social e postural do bebé;
  • Ajuda na construção dos hábitos alimentares;
  • Estimula a autonomia e as capacidades para o bebé se alimentar sozinho;
  • Desenvolve outras competências do bebé, como a fala;
  • Promove a aprendizagem por observação – o que o bebé vê, tende a imitar;
  • Integra o bebé nas rotinas familiares.

Como escolher a cadeira de alimentação certa?

As refeições em família representam um momento de partilha e de cumplicidade. Com a presença do bebé, as refeições passam a ser diferentes. O tempo passa rapidamente e o bebé, em poucos meses, vai começar a alimentar-se sozinho. 

Podemos comprar diferentes tipos de cadeiras de alimentação. Existem propostas muito distintas. No entanto, há diferentes variáveis que podem ser avaliadas de forma a que se escolha a melhor opção para nós e para o nosso bebé. 

Segurança

O critério mais importante para os pais é definitivamente a segurança. Apesar de existirem cadeiras de encaixe, que podem ser colocadas em cadeiras ou mesas, é preferível optar por uma cadeira alta. 

É ainda prioritário recorrer a cadeiras com cintos de segurança, que garantam segurança mesmo a bebés mais aventureiros e irrequietos…

Conforto

Outro critério que se deve ter em conta é o conforto. O momento da refeição é especial. Deve ser uma experiência extremamente positiva e de descoberta para o bebé. Além disso, como a refeição ainda dura algum tempo, é fundamental que não haja desconforto, para que o bebé não associe esse sentimento à hora de comer.

Portanto, é essencial selecionar cadeiras confortáveis, que permitam que se usufrua de conforto ao longo de toda a refeição. As cadeiras de alimentação com costas resistentes e assentos / arnês acolchoados ou com apoio entre as pernas revelam-se excelentes escolhas que asseguram todo o conforto que o bebé necessita. 

Limpeza

A cadeira de alimentação visa dar espaço para que o bebé coma sozinho. Inicialmente, esse processo de aprendizagem pode ser algo caótico, pois os seus sentidos estarão a ser colocados à prova. 

Por esse motivo, é natural que a cadeira de alimentação fique muito suja. Assim, é melhor optar por uma cadeira que seja fácil de limpar. Um bom exemplo são as cadeiras com bandeja removível.

Acompanhamento

Uma cadeira de alimentação é necessária durante esta importante fase da evolução do bebé, acompanhando o seu progresso e contribuindo para diferentes aprendizagens. 

Existem cadeiras de alimentação “evolutivas” (com bandeja removível, repouso regulável para os pés,…) que proporcionam diferentes respostas, tendo em conta as necessidades próprias de cada etapa da vida do bebé.

Outros critérios

O espaço que se tem em casa é outro dado relevante, pois há cadeiras de alimentação que são grandes e que se podem tornar num empecilho, se a divisão para almoçar e jantar for pequena. 

O custo das cadeiras é outro critério importante que pode interferir na escolha que se faz e que deve ser tido em conta por cada família.

Também vos pode interessar: 

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

<