Família > Fazer com os miúdos > Brincar

5 jogos anti-tédio e gratuitos

5 jogos anti-tédio gratuitos

Jogos para miúdos, para pais, para avós! Estes são jogos clássicos que já animaram várias gerações. Conheça os 5 jogos anti-tédio do B de Brincar.  

Para brincar não é preciso ter materiais muito complicados! Deixamos a sugestão de 5 divertidos jogos que recordam a nossa infância:

Macaquinho do Chinês.

N.º de participantes: Três ou mais.

Materiais: Nenhum.

Instruções:

Um dos jogadores coloca-se junto a uma parede de costas voltadas para os outros, que se alinham a uma distância combinada. Esse jogador diz “um, dois, três, macaquinho do chinês” à velocidade que entender, virando-se para os restantes assim que acabar de dizer a frase.

Enquanto ele fala, os outros aproximam-se o mais que conseguirem, esforçando-se para que não os veja em movimento. Aquele que for apanhado a mexer-se regressa ao ponto de partida.

Vence aquele que primeiro chegar até ao “macaquinho do chinês”.

 

Dança das Cadeiras.

N.º de participantes: Quatro ou mais.

Materiais: Cadeiras e equipamento para música.

Instruções:

Colocam-se cadeiras no meio da zona de jogo, em número inferior ao dos jogadores.

Quando começa a música, todos dançam à volta das cadeiras. Assim que esta acabar, cada jogador tenta sentar-se numa delas. Aquele que ficar sem cadeira é eliminado.

Retira-se uma cadeira antes da próxima ronda e recomeça-se.

 

Corrida a Três Pés.

N.º de participantes: Quatro ou mais.

Materiais: Cordas.

Instruções:

Fazem-se equipas de 2 jogadores. Em cada equipa, um pé de um jogador é atado a um pé do outro. Ficam, assim, com “três pés” para percorrer um determinado percurso.

Vence a equipa que conseguir terminar o percurso em primeiro lugar.

 

Jogo do Galo.

N.º de participantes: Dois ou mais.

Materiais: Papel, caneta.

Instruções:

Numa folha traçam-se duas linhas verticais e duas horizontais perpendiculares. Cada jogador, ou equipa, adopta com símbolo uma cruz ou um círculo.

O primeiro jogador coloca o seu símbolo numa quadrícula, seguido do outro jogador, que faz o mesmo.

O objectivo dos jogadores é alinhar três dos seus símbolos na horizontal, na vertical ou na diagonal, impedindo também que o adversário o consiga fazer.

 

A Mamã dá Licença?

N.º de participantes: Três ou mais.

Materiais: nenhum.

Instruções:

Um dos jogadores fará o papel de “Mamã” e coloca-se junto à parede a alguma distância dos restantes.

Um iniciará o diálogo com a “Mamã”:

– A mamã dá licença?

– Dou, meu filho.

– Quantos passos?

Ao que a “Mamã” mãe responde dizendo quantos passos o jogador poderá dar e de que forma:

  • Se forem passos “à caranguejo”, são para trás;
  • Se forem passos “à tesoura”, são saltos afastando e unindo as pernas, deslocando-se para a frente;
  • Se forem passos “à bebé”, são passos muito pequenos;
  • Se forem passos “à gigante”, são passos muito largos;
  • Se forem passos “à canguru”, são saltos com os pés juntos;
  • Se forem passos “à panela”, são dados com as mãos na cabeça.

O jogo termina quando o jogador chega ao pé da “Mamã”, passando ele a desempenhar esse papel na ronda seguinte.

 

Boas brincadeiras!

 

B de Brincar