Família > Fazer com os miúdos > Brincar

Caixa de Surpresas

Caixa Surpresas

Este é um jogo divertido que junta facilmente jogadores de várias idades, criando diferentes possibilidades de atividades que convidam à descoberta, à lógica e à exploração dos sentidos!

É um jogo muito simples, cuja atividade central é conduzir os jogadores à descoberta dos objetos que são colocados numa caixa, sem nunca os ver!

Materiais:

1 caixa de cartão ou um saco de grandes dimensões para cada jogador;

vários objetos escolhidos pelos jogadores (10 objetos por cada jogador é um bom número).

No de jogadores: de 2 a… sem limite!

Idade recomendada: a partir dos 3 anos (o desafio pode adaptar-se facilmente à idade dos jogadores).

Preparação:

Cada jogador deve reunir um conjunto de dez objetos diferentes e colocá-los dentro da sua caixa das surpresas, sem que os restantes jogadores os vejam. Deve fechar-se a caixa no topo; em cada lado da caixa, com a ajuda dum x-ato, um adulto deve realizar três golpes para criar quatro janelas (uma em cada lado) para que um jogador consiga colocar a mão e assim “sentir” os objetos que estão no interior. Os jogadores devem identificar a sua caixa, com um desenho ou simplesmente com o seu nome!

Como se joga?

1.    Os jogadores sentam-se no chão, em círculo, e colocam as suas caixas no centro da área de jogo. Um jogador só pode tocar na caixa de outro quando este o autorizar.

2.    Define-se quem começa a jogar.

3.    O primeiro jogador dirige-se à zona central, para junto da sua caixa. Deve colocar a mão dentro desta e escolher um dos objetos, ainda sem o mostrar (deve apenas agarrá-lo).

4.    O jogador seguinte pode fazer uma pergunta sobre o objeto. Podem surgir perguntas sobre as suas caraterísticas físicas, funções, etc., mas não se podem fazer questões como “É uma bola?”. Os jogadores vão colocando questões, à vez.

5.    Quando um jogador achar que sabe a resposta, então coloca o braço no ar e quando o adulto indicar, diz a resposta em voz alta. Se acertar é o vencedor e será ele a escolher o próximo objeto (da sua caixa); se falhar fica fora de jogo até que todos tenham tentado dar uma resposta.

6.    O jogo termina… quando os jogadores quiserem!

Variantes de jogo:

  • Caça aos objetos – Um adulto fica de fora e regista todos os objetos que os jogadores colocaram nas suas caixas. Depois diz o nome de um objeto em voz alta, para que todos os jogadores ouçam. De seguida os jogadores têm que procurar esse objeto dentro das caixas (podem meter a mão, mas não podem espreitar!). O primeiro que achar que encontrou o objeto correto diz “Encontrei!” e agarra-o bem; o adulto abre então a caixa e verifica se de facto é o correto; se for o correto, esse jogador é o vencedor da ronda; se não for o correto, tem que voltar a colocá- lo na caixa e recomeça o jogo.
  • Caça às pistas – joga-se com as mesmas regras do ponto anterior; no entanto em vez de dizer o nome do objeto, o adulto deve simplesmente dar pistas para que os jogadores tentem adivinhar o que é (dá uma pista de cada vez; se um jogador achar que encontrou o correto, diz

“Encontrei!” e agarra bem o objeto – o adulto deve então abrir a caixa para verificar se é o correto; se for o correto, esse jogador é o vencedor da ronda; se não for o correto, tem que voltar a colocá-lo na caixa e o adulto dá outra pista).

Ajuda a desenvolver:

Concentração e Atenção (+ controlo da impulsividade);

Discriminação sensorial (tátil);

Capacidade associativa e Raciocínio lógico.

Este jogo foi criado pela equipa pimpumplay. Pode partilhar este ficheiro com quem desejar, mas não copiar o seu conteúdo sem autorização escrita da pimpumplay.