Gravidez > Saúde > Sintomas da gravidez

Especial: Como sobreviver ao calor na gravidez?

Calor gravidez

O calor na gravidez pode tornar-se muito desconfortável pelas consequências que podem trazer à gestante.

É muito habitual vermos as gestantes sempre com muito calor, o que acaba por se tornar mais difícil de gerir no verão, altura em que o calor aperta sem avisar.

Calor na gravidez – Conselhos fundamentais

Inchaço nos pés e nas mãos, pele irritada, muito cansaço, falta de ar e pressão arterial baixa são reações muito comuns às altas temperaturas – por isso é que se diz que quando os termómetros sobem, o tormento das grávidas começa.

Para aliviar o desconforto numa fase tão importante, a Pumpkin diz-lhe quais os cuidados que deve ter: pequenos gestos que farão toda a diferença!

  • O calor aumenta o risco de desidratação e torna a digestão mais lenta

Com o avançar da gravidez, o útero cresce e comprime o estômago, provocando a chamada azia na gravidez e até falta de ar. Para o evitar, deve procurar beber sempre dois litros de água por dia, e comer no máximo de três em três horas.

  • Hidrate-se

As alterações hormonais decorrentes da gravidez aumentam a perda de líquidos, pelo que é mais suscetível ocorrer uma desidratação, e isso pode desencadear contracções antes do tempo. Deve beber entre dois a três litros de líquidos por dia.

  • Faça refeições leves

Opte por refeições mais leves, como por exemplo saladas e fruta, como melancia ou melão que, frescos, diminuem a sensação de calor. As refeições mais leves ajudam a aliviar o calor e não obrigam a digestões mais demoradas, o que por si só gera mais calor. Evite ficar longos períodos em jejum, o que poderá levar a  descidas acentuadas de tensão e desmaios.

  • Refresque-se

Para tal, recorra a um duche de água morna, ou simplesmente mergulhe os pés em água fria, o que ajuda a controlar o calor – ao diminuirmos a temperatura nas extremidades do corpo, diminuimos a temperatural corporal. Evite o banho frio, que pode provocar cãibras pela contração muscular que ele proporciona. Pode também utilizar um spray de água termal quando se sente mais quente, já que ajudam a refrescar a pele do rosto.

  • O verão é a época do ano mais associada a quebras de tensão

As grávidas, com um metabolismo superacelerado, estão ainda mais suscetíveis aos efeitos negativos do calor, pelo que deve evitar lugares abafados e sem ar condicionado, de forma a evitar quebras de tensão.

  • Previna as assaduras causadas pelo calor

Também as assaduras podem ser um grande incómodo nesta altura, especialmente nas coxas devido ao suor e ao roçar da pele na roupa ou nas próprias pernas. Para aliviar, coloque pó talco sem perfume nas regiões mais afetadas de forma a reduzir o atrito e a prevenir o seu aparecimento.

  • Use sapatos confortáveis

Este é um ponto fundamente, especialmente devido às dores nas costas na gravidez. No máximo, os sapatos devem ter cerca de dois cm de salto. Apesar disso, não é aconselhável usar sapatos totalmente rasos. Sempre que possível, opte por calçado aberto.

  • Mantenha a casa fresca

Para ter a casa fresca, abra as janelas nas alturas mais frescas do dia e fechadas durante as horas de maior calor. Isto permite a renovação e circulação de ar, mantendo assim a casa a uma temperatura agradável.

  • Evite sair à rua nos picos de calor

É mesmo de evitar, para não ter quebras de tensão nem se sentir mal, mas se tiver mesmo que o fazer, vista roupas leves, soltas e de cores claras (quanto mais escuras, mais o calor e raios uv são absorvidos, já as claras fazem refletar, ou seja, projetar os raios, não acumulando o calor).

A melhor roupa para o calor é a de fibras naturais e tecidos finos, como algodão, linha, seda ou linho. Evite tecidos sintéticos que dificultam a transpiração.

  • Faça exercício físico ao final do dia

As caminhadas, o yoga para grávidas são alguns dos exercícios físicos na gravidez que promovem a circulação sanguínea, algo que é bastante comprometido durante a gestação. Aproveite o final do dia, quando já não está tão quente, para um passeio. Depois, descanse com as pernas para o alto, apoiadas numa almofada.

As grávidas podem apanhar sol?

Claro que sim! A gravidez não é uma doença. Apanhar sol faz bem à saúde. No entanto, há alguns cuidados a ter:

  • Se vai para a praia ou para a piscina não se exponha ao sol entre as 12h e as 16h.
  • Utilize sempre protetor solar com FPS 50 para o rosto e para a barriga, e FPS 30 ou 50 para o resto do corpo (dependendo, claro, do seu tipo de pele).
  • Coloque um chapéu na cabeça e proteja-se das ondas de calor, aproveitando, sempre que possível, as sombras. Se já tiver ganhado alguma cor, pode baixar ligeiramente o índice de FPS, mas nunca descure o uso de protetor.
  • Reforçe a hidratação da pele para evitar o aparecimento de estrias na gravidez. Para isso, utilize óleos de origem vegetal.

Relaxe. Viva a gravidez o mais tranquilamente possível. A ansiedade e o stress dificultam estas estratégias. Aproveite o verão para repensar o seu estilo de vida e adaptá-lo a esta fase da sua vida, que requer tranquilidade e descanso.

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *