Gravidez > Grávida com estilo > Moda e cosméticos

Manter o estilo profissional durante a gravidez: os básicos de guarda-roupa

Manter estilo profissional durante gravidez: básicos guarda-roupa

Barrigas de Amor e a consultora de comunicação e imagem Rita Carvalho do blogue In Styleland ensinam-nos a manter o estilo profissional na gravidez. Veja as 10 dicas para reinventar as peças básicas do seu guarda-roupa.

Muitas mulheres têm dificuldade em adaptar o seu guarda-roupa para o ambiente profissional quando estão grávidas. No início da gestação, o mais habitual é usar as peças que já tem no armário, mas com o aumento de peso e da barriga, a roupa tende ficar apertada ou deixa de servir.

Mesmo assim, lá por estar grávida tal não significa que tem de usar roupas largas, compridas e sem graça. Hoje em dia, existem muitas colecções para as futuras mamãs.

Algumas mulheres preferem esperar pelo final do primeiro trimestre para dar a notícia ao seu chefe e colegas de trabalho, pelo que tendem a esconder a barriga durante esse período. Um dos erros mais frequentes é usarem roupa de ginásio ou comprarem roupa muito larga e vários tamanhos acima do seu, o que vai fazer com que pareça ainda maior e levantar suspeitas no trabalho: “Afinal ela engordou ou está grávida?”

Outra das situações mais frequentes é não querer investir em peças de grávida, pelo facto de este ser um período temporário. Mas é importante lembrar-se que deve, pelo menos, ter alguns básicos de guarda-roupa, que acompanhem o crescimento da barriga e as alterações do corpo, mantendo a imagem profissional.

O primeiro passo é definir no início da gravidez, se pretende assumir a barriga ou escondê-la.

Se pretender disfarçar a barriga use looks monocromáticos ou tom sobre tom (a peça mais escura deve ficar por baixo); tons neutros; echarpes ou pashminas usadas na vertical; vestidos lisos com um casaco de malha a ¾ por cima e usado aberto para formar uma linha vertical; túnicas ou camisas compridas com leggins; blusas com drapeados ou vista-se por camadas. Dê preferência a peças que se moldem ao corpo, mas sem apertar ou vincar a pele.

A partir do segundo trimestre, o melhor é assumir a sua barriga. Se mantiver uma estrutura magra e sentir-se confiante com o seu corpo, o ideal é usar roupa justa. Use um vestido tubo num tom neutro ou com riscas finas horizontais com um casaco mais solto ou uma blusa mais larga com calças justas. Um blazer ou casaco de malha a ¾ são uma boa sugestão para tornar o seu visual mais elegante.

  • O Blazer

Esta é uma peça essencial no guarda-roupa profissional, sobretudo em contextos mais formais, mas também quando tem uma reunião com um cliente. Opte por modelos sem botões ou apenas com um botão, pois com o avançar da gravidez vai deixar de conseguir apertar o casaco.

Prefira também tecidos com elasticidade, que se adaptam ao corpo e facilitam os movimentos, sendo mais confortáveis. Se gosta de um visual mais discreto, as cores mais escuras e neutras (por exemplo, azul-marinho, cinzento e preto) são uma boa aposta. Pelo contrário, se prefere um look mais criativo e trendy, então invista num blazer colorido, com peças mais escuras por baixo, que vai desviar a atenção da barriga e dar-lhe um ar mais alegre e jovial.

 

Blazer

  •  As Malhas

Os casacos e as blusas de malha são mais versáteis e confortáveis, em relação aos tecidos estruturados, devido às oscilações de peso durante a gravidez. Aproveite para usar modelos com decote em V ou em U, que alongam a silhueta.

Para tornar o look mais elegante, experimente usar um cinto por cima da barriga, de forma a realçar a zona mais magra do corpo. Vestir-se por camadas também é uma boa escolha, sobretudo na mudança de estação, pelo que deve investir em pullovers e camisolas de malha.

Malhas 

  • O Colete

O colete funciona como a terceira peça do seu coordenado, quando pretende dar um ar mais elegante ao seu look, disfarçando o volume do peito e da barriga, sobretudo no Verão ou quando vestir um blazer já se torna desconfortável. Use e abuse de coletes em modelos lisos e em cores vivas ou claras, conjugando-os num look tom sobre tom.

 Colete

  • Os Vestidos

Não há nada mais prático do que optar por um vestido, em vez de um conjunto de duas peças. Aposte em vestidos de algodão, elastano e viscose, que proporcionam o máximo conforto durante o dia. Os materiais mais maleáveis adaptam-se à forma do corpo, não prendem os movimentos e alongam a sua silhueta.

As mulheres mais magras podem optar por um vestido tubo ou por uma saia mais justa, enquanto que as mulheres com uma anca mais larga ficam favorecidas com cortes em evasé (saia em formato A), que suavizam as suas formas. Os vestidos com decotes em V também ajudam a alongar a silhueta.

O look monocromático (uma só cor) é o ideal nesta fase, pois cria a ilusão de continuidade. Escolha padrões discretos e de pequena dimensão. Evite as riscas horizontais, se não quiser aumentar o tamanho da sua figura, assim como os tecidos brilhantes, os padrões com bolas ou muito geométricos.

Se tem os braços gordinhos, evite as mangas à cava e as alças, optando pelas mangas de morcego, a 3/4 e quimono.

Vestidos 

  • As Camisas

Fluídas ou estruturadas e de algodão ou de seda, as camisas são fundamentais para um guarda-roupa profissional mais formal. Conjugada de forma clássica ou mais casual, esta peça adapta-se a todos os contextos e ocasiões. Além da tradicional camisa branca, tenha pelo menos mais dois modelos em cores claras e não tenha receio de usar padrões mais simples.

Camisas

As Leggins

Muito confortáveis e práticas, as leggins são uma das peças básicas a incluir no seu guarda-roupa. Contudo, lembre-se desta regra de ouro: nunca use leggins com uma blusa curta, pois vai expor demasiado o seu corpo. Use este básico de vestuário com uma camisa ou túnica, abaixo da linha das ancas. De pele sintética ou de algodão, invista nos modelos que mais gosta e conjugue-os com muito estilo.

 Leggins

  • Os Jeans

Para o ambiente profissional prefira os jeans escuros, em modelos mais clássicos, sem lavagens, detalhes ou rasgões. Porém, esta peça é indicada para contextos mais informais.

Os modelos elásticos são mais confortáveis e podem, ainda, ser usados durante o fim-de-semana nos seus tempos de lazer, com uma blusa de algodão ou camisa. O look denim on denim (ganga com ganga) é uma das tendências de moda desta estação.

Jeans

  • As Calças Sociais   

Invista em calças de algodão, sarja ou crepe stretch, com faixa elástica para grávidas ou elástico regulável na cintura. Em cores lisas ou estampadas, fluídas ou estruturadas, as calças a direito ou ajustadas à perna são boas opções. Se tiver uma anca larga prefira os modelos mais fluídos, a direito, de cores escuras e neutras, que não evidenciam tanto a diferença da anca para o resto do corpo. Nunca use calças de desporto ou de ioga num contexto profissional.

 Calças Sociais

  • A Saia Lápis

As saias em materiais elásticos e mais ajustadas ao corpo funcionam como uma segunda pele, adaptando-se aos seus movimentos, mas sem apertar. Evite apenas as riscas horizontais ou os fundos claros se tiver a anca muito larga. Os estampados de pequena dimensão ajudam a desviar a atenção da barriga e a tornar o seu visual mais interessante, sendo por isso uma boa escolha.

Saia Lápis 

O Cinto

A melhor forma de personalizar o seu look é acessorizar. Para tornar o seu look mais elegante e sofisticado coloque um cinto fino ou médio, por baixo do peito. Fica super chique e é uma boa forma de dar o seu toque pessoal, através de um cinto da mesma cor ou de uma tonalidade contrastante. Se for mais confortável, use o cinto com um nó ou então uma faixa de tecido.

Cinto

 

 

O que deve evitar no ambiente profissional: Tecidos brilhantes, transparências, grandes decotes e folhos na zona do peito, tecidos sem elasticidade, calças e roupa de ginástica, roupa com muitos botões ou fivelas e padrões de grande dimensão.