Gravidez > Crescimento > Trimestre

Primeiro trimestre de gravidez

primeiro trimestre de gravidez

Viva uma gravidez calma, feliz e segura!

O teste deu positivo? Parabéns! É provável que ainda se sinta um pouco perdida, principalmente se é a primeira vez que está grávida. Veja as semanas, o desenvolvimento resumido do bebé, os sintomas da mamã, os exames a fazer e os cuidados a ter.

Primeiro trimestre

Desenvolvimento do bebé ao longo do primeiro trimestre

As primeiras quatro semanas são as semanas mais complexas e que podem originar ou não uma gravidez saudável.

Na primeira semana de gravidez, o espermatozoide fecunda o óvulo, mas é só nos dias a seguir à fecundação é que o óvulo se divide. A divisão pode demorar alguns dias e vai originar uma bola de células, a que se chama blastocisto.

Cinco dias depois, na segunda semana de gravidez, as células dividem-se em dois grupos: as exteriores, responsáveis pela formação da placenta; e as interiores, que vão fazer desenvolver o embrião (nas 3 semanas de gravidez). Mas, ainda antes do seu desenvolvimento (nas 2 semanas de gravidez), o embrião tem de fazer uma longa viagem de 7 dias pelas Trompas de Falópio para chegar ao destino final: o útero, onde vai ficar alojado nas próximas 40 semanas (número de semanas que dura, em média, uma gravidez – o nascimento pode ocorrer entre os 37 e as 42 semanas de gestação).

No final do primeiro mês de gestação, 4 semanas de gravidezcomeça a formar-se o tecido da placenta.

Por volta das 8 semanas de gravidez, os órgãos começam a desenvolver-se, em especial o coração, no qual já se distinguem as válvulas das artérias. A placenta, já mais desenvolvida, leva oxigénio e alimentos até ao bebé.

Quatro semanas depois, às 12 semanas de gravidez, a maior parte dos órgãos internos já estão formados, estando, no entanto e a partir desta semana, em constante aperfeiçoamento e crescimento.

O bebé, às 13 semanas de gravidez, já tem impressões digitais só suas, o que faz de si um ser humano único. É ainda a partir da 13ª semana que a pele se cobre de uma espécie de penugem, a que se chama de lanugo. Esta é uma capa “mágica” que vai proteger o bebé das vibrações, do ruído e de desidratação. Esta só desaparece após o seu nascimento.

Se quiser ver em detalhe semana a semana do primeiro trimestre, pode vê-las nos seguintes links:

Sintomas no primeiro trimestre de gravidez

Nas primeiras semanas semanas de gravidez é bastante comum que os sintomas de gravidez se confundam com os sinais da TPM. É bastante natural que a mulher sinta:

  • sensibilidade mamária;
  • constantes variações de humor;
  • cansaço extremo;
  • enjoos matinais;
  • azia;
  • aversão a alguns cheiros;
  • dores no baixo ventre, que nada mais são do que o útero a distender-se para receber o novo habitante.

Existem ainda algumas mulheres que também sofrem com dores de cabeça durante o primeiro trimestre da gravidez. Os profissionais de saúde podem recomendar-lhe quais os medicamentos mais indicados para controlar as encefaleias, bem como os enjoos, se estes forem impeditivos de fazer a sua vida normal. Atenção aos vómitos, se não conseguir ingerir nada sem vomitar e passar o dia na casa de banho, deve deslocar-se ao médico, pois pode estar perante um quadro de Hiperemese Gravídica.

Exames no primeiro trimestre de gravidez

A partir do momento em que descobre que está grávida, existe uma série de procedimentos a seguir. O primeiro é a consulta pré-natal, seguido de algumas análises de sangue para certificar-se que está tudo de acordo com o previsto e que a gravidez está a decorrer de forma saudável.

Além disso, entre as 11 e as 14 semanas de gravidez, deverá marcar juntamente com o seu obstetra a primeira ecografia de gravidez, a chamada obstétrica, que permite verificar:

  • se o feto está realmente no lugar certo – dentro do útero;
  • se são um ou mais (surpresa?) bebés;
  • a medição do bebé, e, através de uma medição específica – a medição translucência nucal (medição da espessura de uma dobra no pescoço do bebé), podem ser descartadas algumas doenças, como o síndrome de Down, anomalias cromossómicas e alguns problemas cardíacos.

Cuidados no primeiro trimestre de gravidez

Além de ter que ter cuidado com a alimentação ainda antes de engravidar, depois disso se concretizar terá que ter ainda mais, não só para controlar o peso, como também para garantir que o seu corpo e o do seu pequenino têm todos os nutrientes necessários.

É importante que tome ácido fólico e algumas vitaminas para dar ao corpo aquilo que o malandreco [o bebé] vem roubar à sua mamã.

Ainda no que toca aos cuidados do corpo da mamã, e apesar da barriga provavelmente ainda não se notar muito, é recomendável que comece já a adotar uma rotina diária de cuidados, com cremes para o corpo que estimulem a elasticidade (que diminui bastante no decorrer da gravidez) e que hidratem a pele.

No geral: aproveite, descanse, coma bem, beba muitos líquidos e muita calma nessa hora! Os sintomas mais chatos vão passar no segundo trimestre (depois virão outros, mas a seu tempo deles falaremos).

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *