Gravidez > Crescimento > Semana a semana

8 semanas de gravidez: desenvolvimento dos órgãos vitais

8 semanas de gravidez

Já completou dois meses de gravidez!

As 8 semanas de gravidez são marcantes: começa a dar-se o desenvolvimento mais óbvio de alguns órgãos vitais e, em termos médicos, o embrião é agora e oficialmente um feto.

8 semanas de gravidez

A fechar o segundo mês de gestação, a pequena cauda do bebé desaparece e os seus órgãos começam a desenvolver-se. Os braços também já cresceram e as mãos estão flexionadas nos pulsos, juntando-se sobre o coração. Já se conseguem ver os dedinhos! As pernas também estão mais compridas e unem-se na frente do corpo.

Também as pálpebras, o lábio superior e as orelhas começam a ganhar uma forma mais aproximada da realidade. Os vasos sanguíneos e o esqueleto, feito ainda de cartilagem, são visíveis através da pele, ainda tão translúcida, e os botões dentários começam igualmente a surgir. No coração, já se distinguem as válvulas das artérias.

A placenta assume agora a função de alimentar o feto através do cordão umbilical. Receberá comida, oxigénio e água.

Ainda é praticamente impossível detetar o sexo na ecografia – no entanto, se não conseguirem controlar a curiosidade, podem sempre fazer um exame de sangue que determina o sexo fetal ao detetar a presença ou ausência de cromossomas Y no sangue da mamã.

Às oito semanas, o bebé já se mexe muito dentro do útero, mas a mamã ainda não consegue senti-lo.

8 semanas são quantos meses? Dois meses certinhos! Já “só” faltam sete.

Sintomas

Os sintomas da gravidez são ainda semelhantes aos das semanas anteriores. Pode sentir sensibilidade mamária e aumento do volume do peito, variações de humor frequentes, algum cansaçoenjoos (matinais ou não, que se tudo correr bem estão quase a desaparecer), aversão a alguns cheiros e azia.

Existem ainda algumas mulheres que também sofrem de dores de cabeça durante o primeiro trimestre da gravidez. Os profissionais de saúde podem recomendar-lhe quais os medicamentos mais indicados para controlar as encefaleias, bem como os enjoos, se estes forem impeditivos de fazer a sua vida normal.

Pode também começar a sentir uma intensa dor ciática, das nádegas até às pernas, causada pelo crescimento do útero.

Tamanho e peso do bebé

O seu bebé já é do tamanho de uma framboesa, ou seja, tem 1,6cm, e pesa aproximadamente 1 grama.

O tamanho do seu bebé esta semana

Apesar de já estar na 8.ª semana de gravidez, o seu bebé ainda só tem seis semanas.

Mudanças no seu corpo

O seu peso deve ter aumentado pouco, a barriga ainda será pouco visível, mas é provável que algumas partes do corpo, como os seios, tenham já crescido. Esta é uma boa altura para comprar novos soutiens – algumas futuras mamãs optam por comprar já soutiens de amamentação, alguns tamanhos acima do seu normal mas adaptados ao volume atual do peito, que poderão utilizar também quando o bebé nascer.

A sobrecarga no sistema circulatório – até ao final da gravidez terá mais 60% de sangue a circular nas suas veias – pode deixá-la mais suscetível ao desenvolvimento de varizes ou hemorroidas.

Pode também sentir cólicas, dores nas costas e nas pernas, associadas a algum cansaço, e prisão de ventre; invista por isso numa alimentação saudável, baseada em alimentos com fibra, como frutas, verdes, legumes e outros alimentos integrais.

É natural sentir-se ansiosa e com dúvidas. “Será que estou preparada para ser mãe?”, “Serei eu uma boa mãe?”, “Como vou eu educar o meu filho?” são apenas algumas das questões que lhes passam pela cabeça. O facto de se confrontarem com a perspetiva de, daqui em diante, terem toda a vida alterada e sem saber o que esperar, provoca pânico a muitas destas mulheres.

Nota importante:

A lei protege as mulheres grávidas. Portanto, se o seu trabalho for considerado “de risco” pode solicitar a alteração de posto de trabalho ou, se isso não se concretizar, pode pedir uma baixa por gravidez de risco. Conheça os direitos parentais.

Consultas e exames

Caso já tenha feito o teste e este tenha dado positivo, deve agendar uma consulta com o médico o mais depressa possível para começar a ser seguidas nas consultas pré-natal.

Comece também a ter atenção aos seus hábitos: a alimentação na gravidez deve ser cuidada, e é importante saber quais os exames pré-natal e a suplementação necessários para o bom desenvolvimento do seu bebé. Às oito semanas, já pode saber se é ou não imune à toxoplasmose. Se não for, que é o mais provável, existem alguns cuidados que pode ter para evitar a contração do parasita.

Ainda no que diz respeito à alimentação na gravidez, nesta fase inicial é recomendável que faça refeições leves e frequentes, beba muitos líquidos, o que pode ajudar a evitar uma indigestão e ajuda a minimizar os enjoos e o cansaço. O ideal será consumir diferentes alimentos, com um foco extra na vitamina C – frutas e verduras cruas, por exemplo.

Informações-chave desta semana de gravidez:

  • Os dedos do seu bebé já são individuais;
  • A placenta assume agora a função de alimentar o feto através do cordão umbilical;
  • Tenha atenção à possível dor ciática, à prisão de ventre e aos problemas de circulação – consulte o seu médico assistente caso os sintomas sejam muito desagradáveis;
  • Deve marcar uma consulta pré-natal o mais rapidamente possível, para definir juntamente com o seu obstetra a necessidade de iniciar a toma de suplementos e saber quais os próximos passos.

Consulte a semana seguinte – 9 semanas de gravidez – ou volte ao Guia de Gravidez Semana a Semana.

Temas da Semana:

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *