Gravidez > Crescimento > Semana a semana

26 semanas de gravidez: a última do segundo trimestre!

25 semanas de gravidez

Falta apenas 1 semana para estar oficialmente no terceiro trimestre de gravidez!

26 semanas de gravidez

Esta semana o pai já consegue sentir o bebé. À medida que cresce vai ficando com cada vez menos espaço para se mexer, pelo que cada movimento e pontapé é sentido pela mãe e pelos que queiram mexer na barriga quando ele se mexe. Começa a ser doloroso para a mãe alguns pontapés que o pequenino dá dentro da sua casinha, mas, simultaneamente, são uma sensação única e incrível.

Apesar de já ouvir os sons externos, o bebé consegue isolar-se e passar muito tempo a dormir. Assim, também dá descanso à sua mãe.

Mas, agora chegou a altura em que começa a triplicar o peso até à data do seu nascimento, acumulando gordura para se adaptar à temperatura cá fora quando chegar a hora do parto, já que a temperatura no útero da sua mãe é bem alta e aconchegante. No entanto, não é só para isso que serve a acumulação de gordura. Essa gordura será a sua fonte de energia e calorias nos primeiros dias de vida, visto ser bastante comum que os recém-nascidos, especialmente os que se alimentam de leite materno, percam peso na primeira semana após nascerem de nascer.

26 semanas são quantos meses?

Se contabilizarmos 4 semanas como um mês, 26 semanas correspondem a seis meses e duas semanas de gravidez.

Sintomas

  • Pressão arterial mais elevada;
  • Dor ou sensação de dormência nas mãos, pulsos e dedos;
  • Alguma dificuldade na respiração;
  • Cansaço extra com atividades simples do dia-a-dia, como subir as escadas ou ir ao supermercado;
  • Sensação de bexiga sempre cheia (preparem-se mamãs, os intervalos entre as idas à casa de banho serão cada vez menores);
  • Aparecimento de varizes ou das “estrias na gravidez” – um prenúncio das estrias é sentir muita comichão na zona;
  • É ainda altamente provável que sinta dores no baixo ventre, na barriga e nas costas.

Tamanho e peso do bebé

Às 26 semanas de gravidez, apesar do bebé ter 24 semanas semanas de idade (isto porque a ovulação e fecundação contam para o cálculo da data prevista do parto), já é do tamanho de uma alface (das grandotas, não das pequeninas), ou seja, mede cerca de 35 cm, e pesa 750 gramas aproximadamente.

26 semanas de gravidez - O tamanho do seu bebé esta semana

Mudanças no seu corpo

No final deste segundo trimestre, a elevada quantidade de hormonas podem dificultar a concentração e organização – lá está, é como se diz: “É o cérebro de grávida”. Por outro lado, estas também lhe dão outro brilho e aspeto. Parece estar mais radiante, com os cabelos mais suaves e brilhantes.

A sua barriga cresce todas as semanas cerca de um centímetro. Portanto, para minimizar o aparecimento de estrias na gravidez ou para manter sempre a pele bem hidratada e cuidada, é aconselhável que comece a utilizar diariamente cremes hidratantes ou óleos.

O crescimento da barriga mostra o seu corpo a adaptar-se ao crescimento do bebé, mas também tem as suas desvantagens: as dores nas costas e no baixo ventre. Para diminuir as dores é importante que faça atividades como pilates e yoga para grávidas, por exemplo. É ainda importante começar a preparar o períneo para o momento do parto, através de exercícios próprios para o efeito.

Com o passar das semanas, é perfeitamente normal que o seu corpo comece a inchar e que sinta as pernas pesadas. E, não, não é só no final da gravidez que isto sucede. Algumas mulheres sentem este inchaço por volta dos cinco ou seis meses, sendo uma vez mais o exercício físico na gravidez aconselhado para diminuir estes sintomas, visto ser um grande aliado contra o inchaço e retenção de líquidos.

Além disso, é bastante provável que a sua pressão arterial esteja mais alta do que o normal. Contudo, fique alerta, pois se aumentar muito de peso, tiver a vista embaçeada e os pés e mãos incharem repentinamente, pode estar perante um quadro de pré-eclâmpsia e nesse caso deverá deslocar-se de imediato a uma urgência hospitalar.

Qual o tamanho da barriga?

26 semanas de gravidez - barriga

A sua barriga começa a ficar bem pontiaguda e com um grande volume – a verdade é que um centímetro por semana faz diferença! Mas, atenção, o tamanho da barriga varia de mulher para mulher. Há mulheres que fazem barrigas muito grandes e que se notam muito cedo, ao contrário de outras cujas só se notam por volta do quinto ou sexto mês de gestação. Nunca se pode esquecer de uma coisa muito importante: cada mulher é uma mulher!

Peso ideal para a futura mãe

Durante a gravidez, o aconselhável é que não ganhe mais do que 13/14 kg (mais kg menos kg), dependendo da estrutura da mulher e do seu historial clínico.

Agora, o aumento de peso é bastante célere, portanto há que ter cuidado com a alimentaçãoO ganho excessivo de peso na gravidez pode aumentar o  risco de hipertensão na gravidez e diabetes gestacional, podendo originar complicações durante o parto. Mas não se preocupe que o médico fará essa análise e indicar-lhe-á se estiver acima ou abaixo do peso ideal para a fase da gravidez em que se encontra e recomendar-lhe-á as medidas a tomar.

Saúde (consultas, exames e outras informações)

Nas consultas de pré-natal, o médico obstetra que acompanha a sua gravidez irá medir a sua pressão arterial, ouvir o coração do bebé e pedir diferentes análises de sangue e de urina para cada etapa da gravidez, com o propósito de controlar ou detetar problemas típicos da gravidez como pré-eclâmpsia e a diabetes.

A partir das 20 semanas de gravidez, é possível que seja aconselhada a dormir de lado para evitar o excesso de pressão sobre a aorta e a veia cava, os principais vasos sanguíneos que, se tiverem comprimidos, podem comprometer a circulação do sangue e, consequentemente, uma correta capacidade de irrigação dos órgãos e do cérebro.

Como já deve ter notado, com o avançar das semanas, sente a bexiga cada vez mais “apertada”, o que é normal. Apenas deve estar atenta se sentir ardor ou mesmo dor a fazer xixi, falando com o médico, uma vez que estes sintomas podem indicar uma infeção urinária (bastante comum nesta fase da gestação) e que se não for curada pode trazer consequências ao bebé aquando da sua passagem pelo canal de parto.

Com o aumento de peso, pode também sentir algum desequilíbrio e estar mais propensa a quedas. Portanto, proteja-se e tenha cuidados a desempenhar certas tarefas.

Além disso, as pernas podem começar a inchar e ficar pesadas, dando origem às varizes. Mas não há mal que não se cure! Ficar algum tempo em pé, andar um pouco e dobrar as pernas quando se senta são alguns truques.

Também as mãos, os pés e os dedos podem ser afetados por esta nova condição chamada gravidez. É provável que sinta alguma dor e sensação de dormência nessas mesmas zonas do corpo. Como a região do túnel do carpo, situada no pulso, se encontra inchada, como vários outros tecidos no seu corpo, os nervos estão a ser pressionados, o que origina essa dor aguda ou sensação de dormência. Converse com o seu obstetra se tiver estes sintomas.

Ainda no que toca à saúde, é essencial que tenha cuidados redobrados com os seus dentes e gengivas, que podem estar mais sensíveis (isto é válido para toda a gravidez).

Se sentir que as contrações não são de treinamente e que está (mesmo) a entrar em trabalho de parto, é importante deslocar-se de imediato para o hospital para que os médicos possam trabalhar no sentido de atrasar o parto, para que seu bebé tenha mais tempo para continuar a desenvolver-se.

Informações-chave desta semana de gravidez:

  • O pai já consegue sentir o bebé;
  • Agora chegou a altura em que começa a triplicar o peso até à data do seu nascimento, acumulando gordura para quando for a altura do nascimento – para manter a temperatura corporal e a energia e calorias nos primeiros dias de vida.
  • A partir de agora, todos os desenvolvimentos serão pequenos aperfeiçoamentos dos órgãos, sentidos e sensibilidade;
  • Pode sentir, além de uma bexiga pequenina, pernas pesadas e contrações, as mãos e os dedos um pouco dormentes, bem como a tensão arterial um pouco mais elevada do que o normal;
  • Atenção à alimentação, exercício físico e infeções vaginais;
  • É essencial que a futura-mamã tenha cuidados redobrados com o seu corpo.

Consulte a semana seguinte – 27 semanas de gravidez – ou volte ao Guia de Gravidez Semana a Semana.

Temas da Semana:

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *