Gravidez > Crescimento > Semana a semana

14 semanas de gravidez: let’s go, girl (or boy)!

14 semanas de gravidez

Yey, chegou o segundo trimestre!

Segundo trimestre aqui vamos nós!

14 semanas de gravidez

O bebé já tem unhas  nos seus pequenos dedos das mãos e dos pés e, inclusive, impressões digitais, algo que faz de nós únicos como seres humanos.

Tendo já o rosto formado, com os olhos, o nariz e a boca no devido lugar, o pequenito começa a explorar os músculos faciais, começando a altura das caretas e do chuchar no dedo. Esperemos que consiga ver na primeira ecografia – que, aliás, deve ser realizada até ao fim desta semana.

É ainda nesta altura que o cordão umbilical já está totalmente desenvolvido. Por isso, para além de levar oxigénio ao bebé, também começa a alimentá-lo e nutri-lo, permitindo que se desenvolva a todo o vapor, crescendo e ganhando peso muito rapidamente.

Os seus órgãos sexuais já estão definidos e, se o malandro ou malandra não se esconder, pode ficar a saber se está à espera de um menino ou de uma menina.

14 semanas são quantos meses?

Se contabilizarmos 4 semanas como um mês, 14 semanas de gravidez correspondem a três meses e meio.

Sintomas

Nesta semana, os principais sintomas:

  • as já conhecidas variações de humor;
  • a bexiga bem apertadinha;
  • aumento da transpiração – é importante ter agora um cuidado especial com a higiene;
  • mais energia.

Tamanho e peso do bebé

Às 14 semanas de gravidez, apesar do bebé ter 12 semanas semanas de idade (isto porque a ovulação e fecundação contam para o cálculo da data prevista do parto), já é do tamanho de um limão, ou seja, mede entre 7,5 e os 9,5 cm, e pesa entre 24 e os 43 gramas.

14 semanas de gravidez - O tamanho do seu bebé esta semana

Mudanças no seu corpo

Segundo trimestre de gravidez e, finalmente, um aumento de energia! Os sintomas mais incómodos, como o enjoo, os vómitos e o cansaço excessivo começam agora a dar tréguas – já não era sem tempo, não é? Contudo, a azia na gravidez é um sintoma que, muito provavelmente, durará toda a gestação, porque à medida que o bebé vai crescendo vai pressionando outros órgãos para além da bexiga, tal como o estômago.

A barriguinha começa a ganhar uma nova forma, sendo normal que algumas calças lhe deixem de servir. Convém começar a mimar a sua pele, para evitar ou minimizar as estrias na gravidez.

Nesta altura, pode já saber na ecografia se está à espera de um menino ou menina. Comece a ver os nomes femininos portuguesesnomes masculinos portugueses para começar a dialogar com o seu companheiro (sim, para alguns casais a escolha do nome do bebé demora algum tempo devido à falta de consenso. Portanto, previna-se e comece já a pensar no assunto).

Devido à melhoria ou desaparecimento dos sintomas mais comuns e menos agradáveis – digamos assim – do primeiro trimestre de gravidez, a maioria das mulheres abdicou ou reduziu significativamente a sua atividade sexual, mas animem-se senhoras e senhores que a líbido promete voltar agora em força! Reforçamos, uma vez mais, que se tiver uma gravidez saudável e sem contraindicações, pode perfeitamente ter sexo na gravidez!

O aumento da transpiração é bastante frequente nesta altura da gravidez. E atenção, que pode agravar o risco de contrair infeções e doenças de pele. Por esse motivo, é indispensável a utilização frequente de produtos com Ph neutro. Os banhos prolongados com água demasiado quente e as saunas e banhos turcos são desaconselhados, porque dilatam excessivamente os vasos sanguíneos.

Consultas e exames

Se ainda não fez a primeira ecografia, está mais do que na hora – a primeira ecografia deve ser realizada até esta semana. Para além de poder ver (finalmente) o seu bebé e ouvir o seu coração, nesta ecografia vai poder verificar se o bebé se está a desenvolver de acordo com o esperado para a sua idade gestacional. Além disso, são calculadas, com uma maior exatidão, as semanas de gestação; o bebé será medido, e, através da medição translucência nucal (medição da espessura de uma dobra no pescoço do bebé), pode descartar algumas doenças, como a síndrome de Down, anomalias cromossómicas e alguns problemas cardíacos.

Se só lhe apetece ficar deitadinha a descansar na cama ou no sofá, upa! Toca a levantar! Contrarie essa inércia e reúna alguns amigos para irem fazer uma caminhada ou praticar alguma atividade física (ainda que moderada), como por exemplo o yoga para grávidas ou um desporto aquático, como a natação ou hidroginástica. É extremamente importante que se sinta bem e o desporto é uma peça chave nesse processo, e, além disso, estes exercícios vão ajudar a preparar o seu corpo para o peso que, em breve, terá de suportar. E convém não esquecer que o exercício físico na gravidez ajuda a manter a gravidez saudável e a acelerar a recuperação pós-parto.

Não podemos deixar de ressalvar a importância de fazer refeições leves e frequentes e beber muitos líquidos, até porque a anemia na gravidez pode ser um incómodo real na sua vida. É importante consumir alimentos ricos em ferro e outro nutrientes.

Ainda no que toca à saúde, é essencial que tenha cuidados redobrados com os seus dentes e gengivas.

Informações-chave desta semana de gravidez:

  • Com a face completamente desenvolvida, começa agora a experimentar mexer os músculos faciais, fazendo caretas e chuchando no dedo;
  • O cordão umbilical já não leva apenas oxigénio ao bebé, mas também lhe leva a comida e o nutre;
  • Os genitais estão finalmente formados. Pode ser que consiga agora saber se vem aí um menino ou uma menina;
  • O aumento da transpiração é bastante frequente nesta altura da gravidez;
  • É essencial que a futura-mamã tenha cuidados redobrados com os seus dentes e gengivas;
  • Esta é a última semana para realizar a primeira ecografia.

Consulte a semana seguinte – 15 semanas de gravidez – ou volte ao Guia de Gravidez Semana a Semana.

Temas da Semana:

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *