Gravidez > Crescimento > Mês a mês

5º mês de gravidez

5º mês de gravidez - Yohan Legrand Flickr

Foto: Yohan Legrand (Flickr)

Já vamos no quinto mês de gravidez, a meio desta jornada!

Quinto mês de gravidez ‘bora lá!

5º mês de gravidez

Desenvolvimento do bebé ao longo do quinto mês

A meio da gravidez, às 20 semanas, o bebé está numa fase bem mais ativa – os seus músculos estão a ficar mais fortes, ele mexe mais os braços e as pernas, o que, em breve, darão aso aos famosos pontapés. Está na altura de ver como está o pequeno a desenvolver-se na segunda ecografia!

Na semana seguinte, 21 semanas de gravidez, o principal desenvolvimento desta semana é o início de produção dos glóbulos vermelhos no sangue.

O Pâncreas, órgão responsável pela produção de hormonas, inicia, na semana 23, a produção da insulina que o seu bebé necessita.

Se quiser ver em detalhe semana a semana deste quinto mês, pode vê-las nos seguintes links:

Sintomas

Neste quinto mês de gravidez, os sintomas que mais nota são:

  • sensibilidade mamária;
  • dores pélvicas (uma espécie de cólicas uterinas, que são provocadas pela distenção do útero);
  • dores de barriga;
  • contrações de treinamento;
  • bexiga bem apertadinha (afinal a abobrinha cresce de semana para semana);
  • um pico grandote – vá – nas variações de humor (sim pai, as hormonas estão em constante evolução – aumento – até fim do segundo trimestre de gravidez).

Exames

Neste segundo trimestre de gravidez, continuará a ter consultas pré-natal mensais, seguido sempre de algumas análises de sangue para certificar-se que está tudo de acordo com o previsto e que a gravidez está a decorrer de forma saudável. Por volta das 20 semanas de gravidez, é também realizado um exame para ver se a mãe tem diabetes gestacional.

Entre as 20 e as 22 semanas de gravidez é realizada a segunda das 3 ecografias de gravidez, a chamada morfológica, na qual será analisada, uma vez mais, porém com maior rigor – uma vez que o bebé já está maior -, a anatomia e desenvolvimento dos órgãos e sistemas do bebé; o seu crescimento, como a qualidade e quantidade de líquido amniótico, da placenta e do cordão umbilical; será possível já verificar o sexo do bebé (será uma menina ou um menino? ou quem sabe ambos?).

Cuidados a ter

A barriga começa a notar-se e a ficar mais redondinha, pelo que, se calhar, está na hora de pensar em ir às compras para adquirir alguns outfits apropriados para esta fase de novas curvas (roupa de grávida) e meter muito creme para hidratar a pele. Outra das consequências do crescimento da barriga são as dores nas costas e no baixo ventre. Com vista a diminui-las é recomendável fazer trabalho de reforço de costas, através de atividades como pilates ou yoga para grávidas, por exemplo.

Estando agora a começar a ganhar peso devido à gravidez, é muito importante que continue a ter uma alimentação na gravidez saudável e com vários snacks ao longo do dia.

Quase no fim deste mês, por volta das 20 semanas de gravidez, pode começar a sentir contrações de Braxton-Hicks, uma das contrações de gravidez conhecidas por serem “contrações de treinamento”. Com o objetivo de preparar o útero para o momento do parto, este tipo de contrações manifesta-se através da dureza repentina na barriga ou em parte dela, podendo causar algum desconforto na região pélvica.

Se tiver dúvidas ou achar que está a ter muitas contrações, aconselhamos a que visite o médico para verificar se não terá de ficar em repouso absoluto para que o pequenote não decida sair do ninho antes do seu corpo estar preparado (o que normalmente acontece por volta das 37 semanas de gravidez).

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *