Gravidez > Crescimento > Mês a mês

2º mês de gravidez: sintomas, cuidados e exames

2º mês de gravidez

Já vamos no segundo mês de gravidez. Mais um e acaba o primeiro trimestre!

Começa agora o desenvolvimento do pequenino a todo o gás. Tum-tum, tum-tum, tum-tum, o bater do coração do seu feijãozinho!

2º mês de gravidez

Desenvolvimento do bebé ao longo do segundo mês

Por volta das 8 semanas de gravidez, é o coração que continua o seu aperfeiçoamento. Começa a distinção das válvulas das artérias. A placenta, já mais desenvolvida, leva o oxigénio e os alimentos até ao bebé.

Neste terceiro mês de gravidez o bebé já tem braços, pernas, olhos, alguns órgãos e até os genitais – apesar de, na maioria das vezes, ainda não serem visíveis na ecografia.

Agora que já tem a estrutura básica do corpo, irá notar um desenvolvimento muito mais rápido, não apenas nos órgãos, como também no seu peso – começa a jornada de ganho de peso.

Às 10 semanas de gravidez, o sistema nervoso do bebé (o que o faz reagir a fatores externos) está cada vez mais desenvolvido, motivo pelo qual é possível que aos 2 meses e meio de gravidez o pequenino possa começar a reagir aos miminhos dos papás, fazendo pequenos movimentos. Ainda assim, é muito provável que a mamã ainda não conseguir esses seus movimentos!

Na semana seguinte, os olhos e orelhas já estão formados e podem ser observados durante a primeira das três ecografias de gravidez (que acontece entre as 11 e as 14 semanas de gravidez).

Se quiser ver em detalhe semana a semana deste segundo mês, pode vê-las nos seguintes links:

Sintomas

Neste segundo mês de gravidez é bastante comum que os sintomas sejam, tal como no primeiro mês, bastante semelhantes (senão os mesmos) dos do TPM, contudo com os tais como:

  • sensibilidade mamáriaaumento do volume do peito;
  • cólicas uterinas provocadas pela distenção do útero;
  • auréolas com uma tonalidade mais escura;
  • mais sono, muitooo sono;
  • prisão de ventre;
  • hemorroidas;
  • alguns enjoos matinais, azia aversão a alguns cheiros (sintomas normalmente que são bastante atenuados perto do final deste mês).

Náuseas e problemas com a digestão, tais como prisão de ventre e uma possível diminuição do apetite consomem a sua energia e provocam o cansaço

Se bem que a primeira indicativo de uma gravidez é mesmo a menstruação atrasada, o que provavelmente já acontecer .

Exames

A partir do momento em que faz o teste de gravidez e se depara com o resultado positivo, há que começar logo a tratar de si e marcar a primeira consulta pré-natal, a fim de verificar de quantas semanas está e de realizar alguns exames.

Estes exames (de análises e urina, principalmente) serão repetidos várias vezes ao longo da gestação, sendo que, no mínimo, devem ser realizados, no mínimo, uma vez a cada trimestre de gravidez.

Cuidados a ter

Neste segundo mês de gravidez, é importante que, acima de tudo, comece  a toma de ácido fólico e de iodo, veja que tipo de suplementação e alterações deverão ser feitas – sempre tendo em conta os conselhos do médico assistente. Ainda que estes nutrientes se encontrem na alimentação (nos vegetais de folha escura, frutas, frutos secos, leguminosas, cereais e derivados pouco refinados, carne, marisco e ovos), é bastante frequente o médico assistente prescrever o suplemento desta vitamina, muito importante para o desenvolvimento do bebé!

Veja também:

  • Dicas para as grávidas: Para que serve o pré-natal?
  • Parto: as diferentes formas de ver a magia acontecer!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *