Família > Passear > Sitios a visitar

Locais para explorar a ciência em família

guia....

Se procura locais para visitar com a família onde os mais pequenos aprendem aqui encontrará os principais e mais divertidos do país.

Quer aproveitar o tempo livre com as crianças para descobrir a ciência brincando? O que não faltam por aí são opções!

De norte a sul do país muitas são as ofertas. Neste artigo damos-lhe a conhecer alguns dos muitos espaços que existem dedicados ao mundo científico.

Sob o mote “Porque a Ciência é para todos”, a rede nacional Ciência Viva tem cerca de 20 centros espalhados de norte a sul do país, procurando proporcionar-lhe um serão diferente, estimulante e de partilha em família. Atreva-se a ir além do que já conhece e desafie os limites das leis da física e da química!

Norte

Planetário – Casa da Ciência de Braga

Existem diversos programas que decorrem nos vários espaços deste Centro. O primeiro – e talvez – um dos mais impressionantes é o Planetário Imersivo, um espaço onde as imagens de Marte, das galáxias, do céu, do fundo do mar e outras são projetadas nas paredes do local onde esta atividade tem lugar, transportando os visitantes para o mundo mágico da Via Láctea.

Para saber mais sobre o Planetário de Braga clique aqui.

Centro de Ciência Viva de Guimarães

Centro Ciência Viva Guimarães

A Cidade-Berço de Portugal alberga um dos Centros de Ciência Viva – o Curtir Ciência. Localizado na antiga Fábrica de Curtumes Âncora, aqui pode encontrar atividades diferentes, das quais destacamos o Tubo Falante; a evolução das Estruturas, Vibrações e Som; e o processo de reciclagem.

Saiba mais sobre o Centro de Ciência Viva de Guimarães.

Centro de Ciência Viva de Bragança

Centro Ciência Viva de Bragança

O Centro Ciência Viva de Bragança está situado à beira do rio Fervença, local onde estava, antigamente, uma central hidroelétrica.

Neste Local tem uma exposição interativa com três módulos, entre os quais a Pegada Pedagógica, que explica quais são os bens e serviços necessários para produzir o que consumimos, mostrando que os recursos que temos disponíveis são insuficientes para tudo o que consumimos.

Saiba mais sobre o Centro de Ciência Viva de Bragança.

Galeria da Biodiversidade

Galeria da Biodiversidade

Situada num dos locais mais emblemáticos do Porto, na Casa Andresen, no Jardim Botânico do Porto, a Galeria da Biodiversidade é um local onde a arte se cruza com a biologia e a história natural do planeta. Dessa forma estimula as crianças através de novas e diferentes experiências sensoriais.

Na galeria, destaca-se um grande esqueleto de baleia azul e as várias exposições onde se pode ver a importância da diversidade na vida. Desde as plantas, aos alimentos, até à evolução do animal racional e irracional, último este cujo ADN, resultante do cruzamento de diferentes tipos de genes, determina as suas características físicas e não só.

Descubra outras informações sobre a Galeria da Biodiversidade.

 

Centro de Ciência Viva de Vila do Conde

Centro de Ciência Viva da Vila do Conde

A antiga prisão de Vila do início do século XX do Conde é atualmente um Centro Ciência Viva. Aqui poderá encontrar a exposição interativa “A Água no Corpo Humano: O Sangue”, na qual é explicada a percentagem de água que tem o corpo humano e qual a sua percentagem no plasma sanguíneo, entre outras coisas, através da exploração dos conceitos de áreas completamente diferentes, mas que se complementam como a matemática, a física, a química ou a biologia.

Se quiser mais informações sobre o Centro de Ciência Viva de Vila do Conde clique aqui.

 

Fábrica – Centro Ciência Viva de Aveiro

Nesta antiga fábrica convertida numa Centro de Ciência Viva, é possível brincar com as leis da ótica através do manuseamento de um Labirinto Ótico; ver as diferenças de temperatura do corpo com uma Câmara Térmica eescrever mensagens em Código Morse.

Durante toda a exposição, denominada de “Mãos na Massa”, há só uma proibição: não mexer!

Na exposição “Janelas de Luz” promete a miúdos e graúdos a descoberta do mundo mágico dos hologramas!

Centro

 

Exploratório – Centro de Ciência viva de Coimbra


O que são atos reflexos? E o ADN?
Estas são algumas das perguntas sobre o ser humano a que pode obter resposta na visita às instalações do Exploratório.

No centro da exposição o tema é sobre o cérebro e as suas ações no corpo humano. Descubram-nas através dos estímulos relacionados com a visão, audição, memória e equilíbrio.

Neste edifício poderá ainda encontrar o Hemispherium, uma sala de cinema especial. Clique aqui para saber mais sobre o Centro de Ciência viva de Coimbra.

 

Centro de Ciência Viva da Floresta – Proença-a-Nova

Floresta da Ciência

A exposição permanente do Centro Ciência Viva da Floresta é um espaço temático, no qual pode descobrir a Ciência existente na Floresta e fazer compreender os pequenos sobre a sua riqueza, diversidade e fragilidade.

Através de uma viagem virtual vai pode caminhar pelo chão da Floresta, e ficar a conhecer mais a fundo os fungos e bactérias que habitam no solo. Além disso, pode ainda aprender mais sobre pássaros, saber como contar a idade das árvores pelo número de anéis e sentir o cheirinho e ouvir os sons das florestas!

“Respire, relaxe e sinta” podia ser o mote deste espaço. Assenta-lhe que nem uma luva!

Saiba mais sobre o Centro de Ciência Viva da Floresta.

 

Centro de Ciência Viva de Constância – Parque de astronomia

CCentro de Ciência Viva Constância

No parque exterior do Centro de Ciência Viva de Constância os miúdos podem ver a galáxia, o Sistema Solar e através de vários tipos de Carrosséis podem perceber como funciona a rotação do sol em cada planeta, como exemplificado na imagem. Além disso, o Planetário proporciona aos visitantes uma forma diferente de apreciar o céu, vendo os desenhos das constelações, as estrelas, astros e planetas.

Este Centro de Ciência Viva é totalmente dedicado à Astronomia e vai por os pequenos a teletransportarem-se para o espaço – ainda que só em pensamento!

Saiba mais sobre o Centro de Ciência Viva de Constância.

 

Centro de Ciência Viva do Alviela – Carsoscópio

Centro de Ciência Viva de Alviela

No Centro Ciência Viva do Alviela as exposições mostram a diversidade geológica da zona.

Através de um simulador de realidade virtual, pode viajar no tempo e recuar até à era dos dinossauros. Nos restantes espaços, é ainda possível ver os caminhos percorridos pelas águas da chuva na terra, e aprender muito sobre os animais da noite – os morcegos.

Saiba mais sobre o Centro de Ciência Viva do Alviela.

 

Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva

No Pavilhão do Conhecimento existe todo um mundo por descobrir.

O Pavilhão do Conhecimento é o espaço ideal para miúdos e graúdos aprenderem a brincar e brincarem enquanto aprendem.

O programa Explora é uma verdadeira floresta de fenómenos naturais com cinco áreas temáticas: luz, visão, ondas, percepção e sistemas complexos. Entre uma exposição e outra, os mais aventureiros vão poder andar numa bicicleta suspensa no ar!

Há ainda um espaço chamado de Brincar Ciência para as crianças entre os 3 e os 6 anos. Também a Oficina Dóing, espaço onde a criança, o experiência, a construção  a partilha são os pilares de um enorme conjunto de atividades.

Descubra mais sobre o Pavilhão do Conhecimento.

 

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva

Planetário Calouste Glubenkien

Neste planetário é possível explorar diversas atividades dinâmicas e interativas que ensinam as crianças, adequando as sessões para as diferentes faixas etárias. Aqui poderão resolver os mistérios do universo.

Uma manhã ou tarde bem passada e com a cabeça na lua prometem muita diversão, brincadeira e aquisição de mais conhecimento. Os pequenos sairão de lá, com certeza, com vontade de aprender mais e mais sobre o espaço!

Saiba mais sobre o Planetário Calouste Gulbenkian.

 

Sul

Centro de Ciência Viva do Lousal – Mina de Ciência

Centro de Ciência Viva do Lousal

O Centro de Ciência Viva do Lousal está localizado na antiga Mina do Lousal e fica próximo de Grândola.

Entre os vários espaços, pode encontrar o Museu do Mineiro, no qual encontra a arqueologia industrial mineira; a Galeria Mineira, onde basta dar largas à imaginação para se sentir como parte da história antiga destas minas. Há ainda uma Mina pr’a gente pequena, que como o próprio nome indica é um espaço subterrâneo para os pequeninos explorarem a magia debaixo da terra.

Saiba mais sobre o Centro de Ciência Viva do Lousal.

 

Centro Ciência Viva de Estremoz

Centro Ciência Viva de Estremoz - Terra

No Centro Ciência Viva de Estremoz, a Ciência e a Tecnologia fazem deste um local onde é possível interagir com o que está exposto, podendo tocar, experimentar e descobrir!

Constituída por cinco exposições, entre as quais destacamos: “Terra, Um Planeta Dinâmico”, onde os meninos vão finalmente ter algumas respostas a aperguntas como “Como se formou?”, “Como evoluiu?”, “Para onde vai?”, entre outras; “Rovin, uma viagem aos fundos oceânicos”, na qual as abobrinhas terão hipótese de conduzir um submarino e viver muitas experiências; a “Evolução; Resposta a um planeta em mudança” e “ Sistema Solar à escala do concelho de Estremoz” são outras duas que vão fazer a delícia dos miúdos.

Saiba mais sobre o Centro Ciência Viva de Estremoz.

Centro de Ciência Viva de Lagos

O Centro de Ciência Viva de Lagos foi inaugurado num antigo solar setecentista de traça pombalina, com um  jardim que permite umas “corridinhas” aos mais pequenos (e aos pais, caso ainda os consigam acompanhar) e desanuviar ao ar livre.

Composto por um grande espaço grande, neste Centro realizam-se palestras, expõem-se exposições e fazem-se diversas atividades em família.

Dentro deste edifício antigo estão algumas exposições interativas que demonstram conceitos de física através de longas viagens pelo período dos Descobrimentos.

Neste Centro, poderá ainda brincar com robôs e drones, controlados através de tablets, o que estimula a coordenação motora, a destreza e a aplicação dos conhecimentos adquiridos das crianças. Além disso, a programação do Centro inclui ainda observações astronómicas e oficinas experimentais, adequadas para a faixa etária dos participantes. Mexer é, no Centro de Ciência Viva de Lagos, a palavra-chave.

 

Centro Ciência Viva de Tavira

Centro de Ciência Viva de Tavira
Fonte: Family Portugal Confidential

O Centro de Ciência Viva de Tavira é um espaço interativo, onde os mais novos podem explorar temas ligados à água e à energia.

Perceber como funcionam as barragens, montar um circuito elétrico e analisar os componentes da água são algumas das atividades práticas que as oficinas da ciência exploram.

Saiba mais sobre o Centro Ciência Viva de Tavira. 

Centro de Ciência Viva do Algarve

Centro de Ciência Viva do Algarve

O Mar” é a exposição principal deste Centro de Ciência Viva que transporta as famílias a explorarem o Oceano profundo, questionando-se sobre a origem e o futuro da vida. Além disso, pode ainda ter a oportunidade de ver as espécies marinhas da fauna da costa algarvia em três aquários com cerca de 4200 litros de água.

Tem ainda uma estuda e um espaço ao ar livre, onde pode observar “jardins suspensos”, “jardim de aromas” sob a vista para a Ria Formosa.

Saiba mais sobre o Centro de Ciência Viva do Algarve.

Ilhas

Expolab – Centro de Ciência Viva dos Açores

Expolab - Centro Ciência Viva Açores

No Centro de Ciência Viva Expolab, na Ilha de São Miguel nos Açores, entramos num mundo virtual diferente.

Imagine que está num local onde é possível explorar vários temas e encontrar resposta para as várias questões que vão surgindo, desde a biologia à física. Neste local podem conhecer novas aplicações de tecnologia e onde é possível realizar experiências em laboratórios verdadeiros. O complexo é constituído por três laboratórios, duas salas de exposições, uma sala de módulos interativos e vários espaços polivalentes, o Expolab é um centro onde, ao longo de todo o ano, decorrem várias atividades, tais como exposições, workshops, palestras, experiências laboratoriais, jogos e ateliers para todas as idades.

Saiba mais sobre a Expolab.

 

Observatório do Ambiente dos Açores

Centro de Ciência de Angra do Heroísmo

No Observatório do Ambiente dos Açores, pode aprender mais sobre o problema do plástico que polui os Oceanos e põe em risco a vida marinha, na Exposição “Mar de Plástico”.
“Biofísica, a Física da Vida” é outra das exposições presentes neste espaço da ilha de São Miguel. É composta por quatro painéis temáticos: Eletromagnetismo, Ótica & Radiação, Ondas e Mecânica.

Também os animais mais antigos do mundo aqui estão representados na exposição “Dinossáurios”, através de um conjunto de fósseis de dinossauros que contam a história da sua existência!

Saiba mais sobre o Observatório do Ambiente dos Açores.