Família > Passear > Sitios a visitar

As Furnas de São Miguel

Ilha de São Miguel

Conheça a região e experimente o famoso cozido das Furnas!

Basta uma pesquisa rápida para perceber que as Furnas de São Miguel são conhecidas mundialmente. Na imprensa estrangeira faz-se menção ao tradicional mas ainda assim não menos pitoresco uso do calor vulcânico para cozinhar, mas as termas e a beleza das paisagens não ficam esquecidas nas palavras, que, em inglês, espanhol, italiano ou qualquer outra língua, apresentam mais um tesouro de Portugal ao mundo.

Se está a planear uma visita a São Miguel, não pode deixar de colocar as Furnas no topo da sua lista de locais a conhecer. Saiba timtim por timtim aquilo que pode descobrir, como provar o famoso Cozido e onde banhar-se nestas águas quentes de cheiro característico.

O que são as Furnas?

furnas-caldeiras

O Vale das Furnas é na verdade a cratera de um vulcão que adormeceu em 1630, data da última erupção. Desde então, tem servido de abrigo à Vila de Furnas, que resume na perfeição aquilo que de melhor o Arquipélago dos Açores tem para oferecer: uma natureza diversificada, paisagens de impressionante beleza, lagoas límpidas, e gastronomia de comer e chorar por mais.

No entanto, quando ouvimos falar em “Furnas”, sabemos que a referência feita se foca geralmente nas Caldeiras, zona de manifestações de vulcanismo activo onde podemos encontrar lamas medicinais, nascentes de água de diferentes sabores e temperaturas, e nascentes termais (géisers) que entram em erupção periodicamente, lançando ao uma coluna de fumo que não é mais do que água quente e vapor.

Por curiosidade, sabiam que o nome “géiser” teve origem em Geysir, nome de uma nascente eruptiva em Haukadalur, na Islândia, que por sua vez foi baptizada numa derivação do verbo gjósa, que significa “jorrar”? Faz todo o sentido!

O que visitar nas Furnas?

Lagoa das Furnas

lagoa-furnas

Envolta por bonitas e floridas margens que proporcionam momentos de repouso e de lazer, a Lagoa das Furnas é mais uma Lagoa imperdível em São Miguel. É nas margens desta Lagoa que se prepara o famoso Cozido… querem melhor 2 em 1? (Que fome!). O acesso é pago, pelo que, se preferirem, podem optar por visitar o Miradouro do Pico do Ferro, onde conseguirão uma majestosa perspectiva da Lagoa.

Centro de Monotorização e Investigação das Furnas

centro-monotorização-furnas
Fotografia: archdaily.com.br

No Centro de Monitorização e Investigação das Furnas, que funciona como observatório e centro de divulgação de conhecimento, podem encontrar informação fácil e acessível, mas ainda assim estruturada cientificamente, sobre as Furnas e a área que as rodeiam. Aqui são capazes de cativar os visitantes para uma melhor compreensão da natureza, assim como para atividades lúdicas e de recuperação ecológica.

O CMIF disponibiliza também zonas de merendas e contemplação e um amplo espaço verde com vista privilegiada sobre a lagoa, onde pais e abobrinhas podem apreciar a paisagem e desenvolver atividades de lazer.

Caldeiras

caldeira-furnas

Como é óbvio, a visita às Caldeiras é imperdível! As abobrinhas vão ficar impressionadas com estas manifestações da natureza tão “estranhas” e diferentes, mas também com o cheiro das Fumarolas das Furnas – não vamos mentir, pode ser desagradável. Não deixem de experimentar a água que brota das várias nascentes; algumas têm um sabor péssimo, mas outras serão uma surpresa boa.

Parque Terra Nostra

terra-nostra

O Parque Terra Nostra é rodeado por caldeiras e nascentes de águas que emergem do solo. É um dos locais imperdíveis nas Furnas, principalmente para os apaixonados pela natureza e pela botânica. São centenas as espécies endémicas com que no podemos maravilhar em passeio pelo Parque Terra Nostra, mas as Camélias têm especial destaque, já que esta é uma das maiores colecções do mundo desta espécie.

O jardim botânico é muito, muito bonito, e proporciona um passeio relaxante – ao mesmo tempo, o espaço é amplo e permite que as crianças corram e brinquem em liberdade.

Os preços variam entre os 8€ (adultos) e os 4€ (crianças), mas os hóspedes do hotel adjacente ao Parque têm entrada gratuita. O parque está aberto das 10h às 18h.

No entanto, os hóspedes do hotel voltam a ter privilégios, já que podem usufruir do Tanque Termal até às 22h.

Tanque Termal Terra Nostra

tanque-termal-terra-nostra

Os benefícios das águas termais, principalmente para o tratamento de doenças como o reumatismo ou a obesidade, são conhecidos, mas pode querer simplesmente divertir-se e descansar, e para isso o Tanque Termal Terra Nostra é uma excelente opção. A nascente de água termal que alimenta o tanque, a uma temperatura entre os 35 e 40 graus, proporciona uma sensação de repouso e relaxamento como poucos sítios no Mundo.

A água, carregada de minerais essenciais, é uma das melhores formas de recuperar as energias e entrar em contato com a natureza mística que preenche o Parque Terra Nostra e o Vale das Furnas.

Poça da Dona Beija

poça-dona-beija

Também conhecida como “Poça da Juventude”, “Água do Poço”, ou “Poça do Paraíso”, a Poça da Dona Beija é uma Piscina Termal num cenário natural de ímpar beleza e encanto. As águas desta Poça são mais límpidas do que as do Tanque Termal Terra Nostra, pelo que a experiência é também ela diferente.

A Poça da Dona Beija possui diferentes áreas termais: a Ribeira, para os visitantes mais calorentos que procuram um banho ameno (28 ºC), a Serena, ideal para crianças pela baixa profundidade, a Mística, onde poderão experienciar uma sauna ao ar livre, o Convívio Thermae, espaço criado de forma a propiciar o convívio entre amigos e familiares, e a Meditação, área termal da Poça com maior profundidade que permite aos visitantes relaxar totalmente imersos nas águas termais.

Pode banhar-se até às 23h, num cenário paradísiaco de paz, criando memórias dos Açores que ficarão para sempre consigo. A entrada custa 4€, mas as crianças até aos 6 anos (mediante apresentação dos documentos de identidade) pagam 3,50€.

E o cozido?

cozido-furnas
Fotografia: http://azores-adventures.com

Está na hora da paparoca! Qualquer pessoa pode cozinhar nas caldeiras, portanto se quiser colocar as mãos na massa também o pode fazer, mas é necessário ter a panela e preparar os ingredientes. A utilização das caldeiras para cozinhar tem o custo de 3€.

Se preferirem experimentar o cozido, sugerimos que façam a reserva atempadamente num dos restaurantes da região. Os mais reconhecidos são o Terra Nostra Garden, o Caldeiras & Vulcões, o Restaurante Tony’s, o À Terra Furnas e O Miroma.