Evitar afogamentos: ensinar segurança na água a crianças com mais de 6 anos - Pumpkin.pt

Evitar afogamentos: ensinar segurança na água a crianças com mais de 6 anos

afogamentos crianças mais de 6 anos

As crianças mais velhas demonstram mais confiança, mas isso também pode ser perigoso!

Os ambientes com água podem representar perigo em diversos contextos e idades. As crianças a partir dos 6 anos estão, por norma, mais à vontade em contextos aquáticos – muitas sabe já nadar, frequentam aulas de natação e adoram dar um saltinho à praia e à piscina.

Devem fazê-lo, claro, ainda assim seguindo todas as normas de segurança possíveis. O excesso de confiança pode levar a acidentes graves, pelo que nunca despeguem os olhos das abobrinhas.

A APSI partilha mais algumas dicas de segurança, desta vez,com especial destaque a situações que envolvam poços, tanques, rios, ribeiras e lagoas, tantas vezes esquecidos quando falamos em prevenção.

Evitar afogamentos em crianças com mais de 6 anos

Atenção aos poços. Um poço pode não significar nada para uma criança até a bola ou um brinquedo caírem lá dentro. Verifiquem se os poços têm uma tampa sólida e mesmo assim não deixem as crianças brincarem em cima, ou muito perto, deles.

Procurem apenas locais seguros. Um rio, uma ribeira ou lagoa sem corrente e com pé podem parecer inofensivos, mas não se sabe o que esconde a água, frequentemente escura. A criança pode enrolar-se simplesmente na vegetação ou em lixo aí despejado indevidamente. Não deixem as crianças nadarem ou saltarem para a água em locais sem vigilância ou impróprios para banhos.

Conhecimento.  Escolham praias e piscinas vigiadas e cumpram com a sinalização. Ensinem às crianças o significado das diferentes bandeiras e a importância de ser cautelosos. Reforcem os seus conhecimentos também a nível de desenvolvimento aquático: ensinem-nos a nadar e a boiar, explorem a água com eles, permitam-lhes ganhar confiança e à vontade – e, mesmo assim, acompanhem-nos, porque até a quem sabe nadar bem podem acontecer imprevistos. Nunca os percam de vista.

Se tiverem filhos mais velhos que já vão sozinhos para a praia, tenham o cuidado de os educar de forma a serem conscientes nas suas escolhas e atitudes.

Vejam 10 conselhos rápidos para prevenir afogamentos!

Descubram também, e em segurança, as melhores piscinas em Lisboa e piscinas no Porto , 8 conselhos a ter em atenção com as Brincadeiras na Água e relembrem as nossas  recomendações de saúde e segurança para o Verão.

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *