Correntes no mar: como identificá-las e escapar de agueiros? - Pumpkin.pt

Correntes no mar: como identificá-las e escapar de agueiros?

correntes

Um agueiro pode apresentar-se de diferentes formas, variando no tamanho, largura, profundidade, velocidade e potência. 

Os agueiros são correntes de mar muito perigosas para todos os banhistas, em particular para as crianças que têm pouco à vontade no mar.

Como é que se formam correntes no mar?

A água encontra sempre o seu equilíbrio próprio, ou seja, após o rebentamento de várias ondas, regressa ao mar pelo local que oferece menos resistência.

Normalmente isso verifica-se em zonas sem ondas e mais profundas, conhecidas como correntes, agueiros ou Rip Current.

Como identificar uma corrente de mar?

Costumamos dizer que “o mar está a puxar”, não é? A corrente para o mar pode usualmente ser identificada por uma cor da água diferente, mas também por se encontrar revolta e com movimento contrário, ou seja, precisamente fazendo esse movimento contrário ao da rebentação, arrastando para a profundidade todos os corpos mais leves, com a sua força contrária.

Como sair de um agueiro?

É fundamental transmitir estas regras às crianças, de forma a evitar que entrem em pânico se se virem, sozinhas, num agueiro – é também por isso que reforçamos tantas vezes a necessidade de os acompanharmos na água, para que possamos auxiliá-los caso aconteça algum acidente.

Quando apanhados por um agueiro, o segredo está em pedir ajuda, ou, não sendo possível, traçar uma linha diagonal com relação à praia, ou seja: se o agueiro empurra para a frente e a ondulação para trás, é fundamental tentar escapar do meio, procurando uma das zonas laterais onde existe ondulação para que esta nos empurre novamente para a costa.

Imagem: Surf Total

É muito importante saber utilizar a força do mar a nosso favor, deixando-nos levar por ele para fora da corrente, não resistindo para não gastar força, e utilizando o motor das ondas como “bóia de salvação”.

Por norma, nas praias vigiadas, a zona de correntes é delimitada pelos nadadores salvadores, que sugerem o mergulho noutras áreas, pelo que é recomendável que se banhem apenas em águas controladas e seguras.


Vejam 10 conselhos rápidos para prevenir afogamentos!

Descubram também, e em segurança, as melhores piscinas em Lisboa e piscinas no Porto , 8 conselhos a ter em atenção com as Brincadeiras na Água e relembrem as nossas  recomendações de saúde e segurança para o Verão.

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *