Brincar ao Ar Livre - dicas de segurança - Pumpkin.pt

Brincar ao Ar Livre – dicas de segurança

Brincar ao ar livre

Finalmente o bom tempo chegou e apetece imenso brincar ao ar livre.

 A APSI deixou-nos algumas dicas para as brincadeiras ao ar livre em segurança.

O bom tempo chegou e convida a brincar ao ar livre, onde há Sol, espaço para correr e muito para descobrir. Brincar ao ar livre é divertido, e muito importante para viver saudável.

Nas brincadeiras ao ar livre, e em todas em que as crianças correm, trepam e saltam, é frequente acontecerem pequenos acidentes, que fazem parte do crescimento. Mas há acidentes que não podemos aceitar, pelas lesões que podem provocar – e são esses que temos, a todo o custo, que evitar.

As quedas são os acidentes que acontecem com mais frequência, e algumas podem ter bastante gravidade. Sempre que o seu filho for brincar num parque infantil, certifique-se que calça sapatos que não caiam dos pés, porque podem fazê-lo tropeçar – evite que use chinelos.

Sempre que for fazer atividades que tenham risco de queda, como andar de bicicleta ou patins, ou participar em atividades “radicais”, assegure-se que usa capacete e outros equipamentos de proteção, adequados à atividade. Não se esqueça que os pais são o modelo que as crianças imitam – use também estes equipamentos sempre que participar nas atividades.

Brincar ao ar livre

Verifique se os equipamentos dos parques infantis estão bem conservados, e se os mais altos (escorregas, redes, etc.) estão sobre uma boa camada de areia ou outro material que amorteça as quedas.

Evite também que a criança use camisolas com capuz ou cordões, ou fios ao pescoço, que possam ficar presos nos equipamentos ou em árvores e estrangular, quando a criança corre ou trepa.

Se forem brincar num local com água, mantenha sempre uma vigilância próxima, e a atenção focada na criança. Em dias de festa, com muita gente, certifique-se que há um adulto encarregue de vigiar as crianças, e que não está a fazer mais nada em simultâneo. Na praia ou na piscina, coloque braçadeiras às crianças que ainda não saibam nadar e colete salva-vidas a todos em passeios de barco ou atividades aquáticas. Lembre-se que as bóias e os insufláveis (colchões, barcos, etc.) são brinquedos que não protegem a criança e podem tornar-se perigosos.

Se deixar os seus filhos ao cuidado de alguém, certifique-se que os responsáveis conhecem e aplicam estas regras e que sabem como agir em caso de acidente.

– E nunca se esqueça que o Sol pode ser prejudicial – as crianças não devem estar expostas ao Sol entre as 11h e as 17h, e devem usar sempre protetor solar.

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *