Família > Sãos e salvos > Saúde infantil

Regresso às Aulas: fugir às doenças com nota máxima!

Regresso às Aulas: fugir às doencas nota máxima

Já conhece esta história de cor e salteado: as aulas regressam e com elas as doenças, os germes e as bactérias! De facto, a escola, a creche e a pré-escola são ambientes mais propensos ao propagar de infecções, daí a nossa sensação de que os nossos filhos passam o ano letivo doentes. O que podemos então fazer para combater as probabilidades e fugir às doenças com nota máxima? A Pumpkin dá-lhe algumas dicas de forma a ter a matéria bem estudada! Proteja os seus filhos. 🙂

Aproveite para participar no melhor passatempo de regresso às aulas. Até 25 de setembro, compre dois produtos Dettol, participe e habilite-se a ser o grande vencedor de um prémio partilhado – um cabaz de produtos para si, e outro para uma escola à sua escolha! 

Vacinação 

Vacinas ou imunizações previnem as crianças de contrair algumas das doenças infecciosas mais comuns nos ambientes escolares. Porquê? Porque quando são vacinados contra uma doença específica o corpo das crianças aprende a lutar de forma mais eficiente com o vírus, caso se venha a contagiar. Converse com o seu profissional de saúde para garantir que o seu filho está com as vacinas em dia.

Lavar as mãos

Parece óbvio, mas lavar as suas mãos com água e sabão é uma das melhores maneiras para prevenir que germes e bactérias se espalhem. É importante que transmita ao seu filho a importância de o fazer frequentemente, principalmente nestas situações: 

  • Antes das refeições;
  • Após utilizar a casa de banho;
  • Depois de brincar com um animal;
  • Depois de tossir, espirrar e assoar o nariz;
  • Depois de tocar em objetos sujos (por exemplo: lápis mordiscados, lenços de papel usados, etc);
  • Quando as mãos parecerem estar sujas. 

Se tiver essa disponibilidade, visite a escola ou creche do seu filho e mostre-lhe onde pode lavar as mãos sempre que ele o sentir necessário. 

Lenços de papel

Atchim!! Quando tossimos ou espirramos estamos a propagar as bactérias através do ar. É por isso fundamental munir o seu filho de um pacote de lenços de papel e estimulá-lo a usar um sempre que tossir, espirrar ou quando o nariz estiver a escorrer. Ensine-o também que, à falta de lenços de papel, é sempre preferível espirrar no cotovelo do que nas mãos, de forma a evitar propagar os germes. 

Está doente? Fica em casa! 

Se o seu filho estiver muito doente, ou com algum tipo específico de infeção como por exemplo a varicela, é melhor deixá-lo em casa por uns dias. Isso vai permitir que o seu filho tenha tempo necessário para melhorar, sem a interferência de estímulos externos. Ao mesmo tempo, o isolamento vai impedir que outras crianças sofram contágio do vírus.

Primeiros socorros em casa 

A vida de uma criança é uma aventura: é muito provavél que ao jogar futebol, saltar à corda, brincar às escondidas ou à apanhada, o seu filho caia e acabe por se arranhar ou magoar-se. Tenha sempre um kit de primeiros socorros em casa para tratar o mais rápido possível destes pequenos cortes ou arranhões. O kit deve conter:

  • Curativos limpos
  • Luvas de látex (ou similares)
  • Spray Anti-Séptico para Limpeza de ferimentos
  • Creme Anti-séptico
  • Alfinetes de segurança e tesouras
  • Fita hipoalergénica e gaze

Lave as mãos e limpe a area afetada cuidadosamente com um spray ou líquido anti-séptico. Assim que estiver seco, proteja com um curativo limpo ou um emplastro e lave as mãos novamente.

 

A informação deste artigo foi gentilmente cedida pela Dettol