Família > Sãos e salvos > Saúde infantil

Dores nos ouvidos: infeção na garganta, otite ou outra maleita?

dores nos ouvidos - Foto Baby Center

Foto: Baby Center

As dores nos ouvidos são muito incómodas e podem ser a causa ou serem originados por inúmeros outros problemas de saúde.

As dores nos ouvidos associadas com dificuldades ao engolir são muito desconfortáveis e interferem inevitavelmente nas atividades básicas do dia-a-dia, como comer, beber ou falar.

Há muitas razões para que os ouvidos doam quando se engole água (ou qualquer outra bebida) ou quando se come. As três causas mais comuns são:

  • infeções nos ouvidos;
  • infeção no nariz;
  • infeção na garganta.

Aqui ajudamo-vos a tratar das dores nos ouvidos que acontecem quando come ou bebe.

Será uma infeção no ouvido?

Dor no ouvido ao engolir

As dores nos ouvidos podem resultar de uma infeção no ouvido, no nariz ou na garganta. Estas infeções podem desenvolver-se sem motivo aparente ou então resultar de um outro problema.

As infeções nos ouvidos normalmente desenvolvem-se devido a vários fatores, como:

  • Uma infeção sinusal (inflamação no tecido que reveste os seios – as maçãs – da face, que causa uma infeção e dores na região do nariz);

Os sintomas de uma infeção no ouvido podem aparecer de repente e tomar diferentes formas:

  • Inchaço na face junto ao ouvido;
  • Uma acumulação de líquidos dentro da orelha;
  • Dores nos ouvidos;
  • Sensação de pressão no ouvido.

Na maioria dos casos, estas infeções envolvem infeções bacterianas ou virais no ouvido médio. Essas são as mais comuns em crianças – cerca de 50% das crianças apresentam uma infeção do ouvido médio nos primeiros anos de vida.

Sintomas de uma infeção do ouvido médio

Nas crianças, uma infeção no ouvido médio pode causar:

  • Febre;
  • Dores no ouvido que pode piorar se deitarem;
  • Choro e irritabilidade;
  • Perda de apetite;
  • Perda de equilíbrio;
  • Menos sono do que o habitual ou dificuldade em dormir por causa das dores provocadas pela infeção;
  • Dores de cabeça.

No entanto, é importante ressalvar que estes sintomas podem mudar com a idade.

Tratamentos para as infeções nos ouvidos

Para curar a infeção, caso esta cause um grande desconforto na criança e os sintomas não melhorarem dentro de uns dias após o começo da manifestação dos sintomas, o médico assistente pode prescrever um antibiótico.

Ou será uma infeção no nariz ou na garganta?

Uma infeção no nariz ou na garganta pode causar dor no ouvido e na garganta ao engolir. Enquanto uma infeção no ouvido é a causa mais comum de dor de ouvido ao engolir, as responsáveis por essas dores nos ouvidos pode ser uma infeção no nariz ou na garganta.

Os adenoides, localizadas perto dos tubos de Eustáquio (canais que conectam o ouvido médio à garganta superior e à cavidade nasal), pequenas almofadas do tecido imunológico, aumentam de tamanho em resposta aos germes captados pelo nariz e pela boca.

Se os adenoides inflamarem ao ponto de bloquear os tubos de Eustáquio, pode sentir dor de ouvido. Esta é uma reação que acontece com alguma regularidade na infância, uma vez que esta é a altura da vida em que os adenoides são maiores.

Sintomas de uma infeção no nariz ou na garganta:

  • Dor de garganta que piora ao engolir;
  • Tosse;
  • Sensação de garganta seca e arranhada;
  • Vermelhidão na parte de trás da boca;
  • Mau hálito;
  • Glândulas inchadas no pescoço.

Outras causas

Existe todo um role de problemas de saúde que podem originar as dores nos ouvidos.

Amigdalite

A amigdalite acontece quando as amígdalas estão infetadas. Esta condição desenvolve-se de como uma complicação de uma inflamação na garganta.

Pode provocar febre, um aumento considerável do volume das amígdalas, dificuldade em engolir e aumento de volume dos gânglios linfáticos à volta do pescoço (facilmente palpáveis).

Para tratar a amigdalite normalmente é necessário tomar antibiótico. No entanto, terá que se deslocar a uma unidade de saúde a fim de ser tratado.

Abscesso peri tonsilar

Esta é uma infeção que pode resultar da amigdalite. Se a amigdalite não for tratada, o pus pode acumular-se à volta das amígdalas e causar dor intensa. Normalmente, a dor é pior de um dos lados da garganta e pode-se estender até ao ouvido e piorar quando engole ou abre a boca.

Alguns casos requerem cirurgia, durante a qual um cirurgião faz uma incisão no local com o objetivo de drenar o pus. Nestes casos, também pode ser necessário a toma de antibióticos.

Otite do nadador

Este é uma infeção do canal auditivo que se desenvolve quando a água penetra o canal auditivo, criando um ambiente quente e húmido – ambiente esse que os fungos e bactérias adoram e onde se podem multiplicar. Este tipo de otite é bastante frequente em crianças com idades entre os 6 e os 12 anos. Terá que ser medicado pelo médico e o tratamento dura, em média, 7 a 10 dias.

Adhesive Otitis

Isto ocorre quando os líquidos se acumulam dentro das orelhas. Apesar de normalmente ser indolor, esta condição pode causar perda auditiva temporária, sendo que a pressão causada pela acumulação de líquido pode, ocasionalmente, causar dor.

Quando se trata desta infeção, nem sempre existe tratamento e pode demorar vários meses a desaparecer. No entanto, se este problema se agravar ou não melhorar com o passar do tempo, o médico pode colocar pequenos tubos no ouvido para drenar o fluido.

Cera de ouvido ou um objeto no ouvido

Nem sempre as dores nos ouvidos significam infeção. Muitas vezes resultam de um pequeno objeto lá alojado, o que é bastante comum nas crianças pequenas. Nessa altura, mal se aperceba que existe um objeto estranho no ouvido do seu filho, leve-o às urgências do hospital para que um otorrinolaringologista possa remover o dito objeto.

Também pode ser por excesso de cera no ouvido. Existem algumas gotas que têm o propósito de amolecer a cera e fazê-la sair mais facilmente. Se ainda assim, não se livrar do excesso, o ideal é recorrer a um médico para que possa ser feita uma lavagem ao ouvido.

Abcesso dentário

Uma infeção bacteriana pode causar pus nos dentes e gengivas. A isso chama-se de abcesso dentário. O principal sintoma do abcesso é uma dor muito forte no dente ou zona afetada e um posterior inchaço na zona da mandíbula, sendo possível também que sinta dores nos ouvidos. Apesar de ser mais frequente nos adultos, a verdade é que também pode acontecer nas crianças.

Mal verifique estes sintomas, deve deslocar-se ao dentista o quanto antes, porque só este pode drenar o pus e remover o abscesso, o que irá, por sua vez, reduzir a dor e todos os outros sintomas, bem como passar-lhe a medicação para combater essa infeção.

Dano auditivo

As comuns dores nos ouvidos podem resultar de más práticas e não serem mais que danos auditivos, como por exemplo se empurrar os auriculares demasiado para dentro do canal auditivo ou perfurar o tímpano a tentar limpar a cera dos ouvidos com um cotonete.

A maioria deste tipo de danos cura-se com o tempo e sem qualquer intervenção médica. No entanto, tratando-se de uma criança, pelo sim pelo não o melhor é ir confirmar com um médico.

Quando ver um médico

As dores nos ouvidos quando em crianças carecem sempre de um parecer médico. Pode optar por esperar um ou dois dias e se a dor persistir ou não mostrar melhorias, ir de imediato a uma unidade de cuidados de saúde tão breve quanto possível.

Também no caso de existir algum dos seguintes sintomas, aconselhamos a deslocar-se de imediato ao centro de saúde ou hospital (dependendo da gravidade dos sintomas):

  • Febre alta;
  • Sentir-se quente e arrepiado;
  • Saída de líquido pela orelha;
  • Perda de audição;
  • Inchaço dentro ou à volta da orelha;
  • Uma dor de ouvido que dura mais do alguns 2/3 dias;
  • Vómito;
  • Dor de garganta severa;
  • Tonturas;
  • Infeções oculares frequentes.

Além disso, procure um médico imediatamente se a dor no ouvido acompanhar uma condição médica de longo prazo, como diabetes, doenças cardíacas, pulmonares, renais ou neurológicas, ou uma doença que enfraquece o sistema imunológico.

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *