Os piolhos saltam? 10 curiosidades contadas por um piolho simpático - Pumpkin.pt

Patrocinado por

Os piolhos saltam? 10 curiosidades contadas por um piolho simpático

Como se deslocam os piolhos? Preferem cabeças sujas ou limpas? Não se preocupem: entrevistámos um piolho para tirar vários mitos a limpo.

Ouve-se com cada coisa… os piolhos saltam, os piolhos voam, os piolhos têm um barquinho a remos e viajam de cabeça em cabeça. Afinal, quais destas afirmações são verdadeiras?

Para nos esclarecermos, e com o apoio de Paranix, organizámos uma entrevista muito especial. Temos connosco (a uma distância de segurança, claro) Piolhôncio da Silva, um piolho de primeira que está cheio de vontade de desmistificar os rumores que por aí se espalham sobre a sua espécie.

Fiquem atentos e aprendam mais sobre estes bichinhos que de vez em quando gostam de fazer uma visita às cabeças das crianças.

Entrevista ao Sr. Piolhôncio da Silva, piolho certificado

Equipa Pumpkin: Antes de mais, obrigada por estar aqui connosco!

Piolhôncio: O prazer é todo meu! Acho importante que as famílias saibam como realmente são os piolhos, como nos deslocamos, quais os nossos gostos. Agora, se me pudesse aproximar um bocadinho durante a entrevista…

Equipa Pumpkin: Não não, deixe estar… Não queremos ficar com comichões. Vamos então começar com as questões. Estas são algumas das que despertam mais curiosidade às famílias:

Os piolhos voam?

Quem me dera! Deve ser uma sensação verdadeiramente maravilhosa. Mas não, os piolhos não voam – nem sequer temos asas para o fazer.

Os piolhos saltam?

Também não, os piolhos não saltam. Só saltamos se nos puserem num trampolim, e mesmo assim… não é fácil.

Então como é que se deslocam?

Vamos andando de cabeça em cabeça. Passamos de uma para a outra quando se tocam, como por exemplo quando as crianças brincam e encostam as cabecinhas. Ah, e também somos bons nadadores! Por isso, é possível apanhar-nos na praia ou mesmo na piscina.

Também gostamos de viajar através de escovas de cabelo, chapéus, almofadas e outros objetos giros, mas não sobrevivemos mais de 2-3 dias longe de um couro cabeludo, pois morremos de fome.

Os piolhos gostam mais de cabeças sujas?

Nanani nananão. Por quem nos tomam? Na realidade, até costumamos passear mais pelas cabeças limpas, onde é mais fácil agarrarmo-nos.

Mas em termos de preferências, não somos esquisitos: adoramos todas as cabeças, limpas ou sujas, com cabelos longos ou curtos, de miúdos e de adultos. Qualquer pessoa pode apanhar piolhos- somos super amigáveis!

Os piolhos criam resistência aos tratamentos?

Depende. Quando os produtos de tratamento utilizados funcionam com inseticidas, podemos desenvolver formas de nos adaptar a esses químicos, criando resistência aos produtos.

Por outro lado, se usarem produtos que funcionam com ação mecânica, não temos forma de criar resistência. É o caso da gama Tratamento Paranix e da gama Tratamento Extra Forte Paranix, cujos champôs, sprays e loções funcionam através da asfixia e da desidratação dos parasitas.

O que comem os piolhos?

Alimentamo-nos de sangue do couro cabeludo, e fazemos mais de 4 refeições por dia: gostamos de nos tratar bem! É por isso que quem nos tem na cabeça sente muitas comichões – são as nossas dentadinhas de vampiro.

Os piolhos sobrevivem fora do cabelo?

Podemos sobreviver até 2 ou 3 dias fora do couro cabeludo. Às vezes alojamo-nos em roupas, estofos do carro, sofás e outros locais agradávels à espera de uma cabeça para onde nos possamos mudar. No entanto, só nos conseguimos reproduzir quando habitamos o couro cabeludo.

Como já vos contei, os piolhos não saltam, pelo que temos de ficar aguardar até que outra pessoa encoste a cabeça à superfície onde estamos. Mas algumas pessoas usam produtos de desinfestação do ambiente, como por exemplo o Spray Ambiente Paranix, que nos apanham e eliminam destes esconderijos.

De que cor são os piolhos?

Esta pode surpreender-vos: somos translúcidos, que é quase o mesmo que dizer que somos transparentes! É por isso que se pode tornar muito difícil detetar-nos no cabelo. Somos uns autênticos mestres da camuflagem!

No entanto, depois de nos alimentarmos, ficamos com uma cor castanha avermelhada, tornando-se mais fácil encontrar-nos.

Como é que os piolhos se reproduzem?

Os piolhos nascem das lêndeas, pequenos ovos brancos que se acumulam nas zonas próximas da raíz do cabelo, junto ao couro cabeludo. As lêndeas não se movem, e por isso não são capazes de infestar outras cabeças.

Sabiam que os piolhos fêmea podem colocar mais de 10 lêndeas por dia? É verdade, e é por isso que é tão difícil controlar uma infestação de piolhos.

Reproduzimo-nos muito rápido, e por isso as reinfestações são frequentes! Para evitar este fenómeno, a gama de Prevenção Paranix tem várias opções, em champô e em spray, destinadas a manter-nos longe.

Quantas patas têm os piolhos?

Mais do que um elefante, mas menos do que uma aranha. Temos 6 patinhas que nos permitem agarrar ao couro cabeludo!

Quanto tempo vive um piolho?

A nossa vida dura em média 30 dias. Os piolhos fémea depositam os ovos, chamados lêndeas, dos quais nascem novos piolhos ao fim de 7 a 10 dias. 3 semanas depois tornamo-nos adultos e podemos então depositar mais ovos.

Os animais de estimação também apanham piolhos?

O tipo de piolho que se instala nos cães e gatos é de uma espécie diferente daquele que infesta as cabeças humanas. Por isso, um cão com com piolhos não pode contaminar uma criança, da mesma forma que uma criança com piolhos não os pode passar ao seu gato.

Não gostamos cá de misturas com esses senhores – temos gostos muito diferentes no que toca ao imobiliário!

Como tratar os piolhos de forma eficaz?

Recuso-me a responder por questões éticas. Mas podem sempre espreitar este Guia Completo para Eliminar Piolhos, onde a Pumpkin reuniu um passo a passo indispensável para as famílias que são visitadas por piolhos e precisam mesmo de despiolhar.

Como podemos evitar apanhar piolhos?

Esta não vos devia contar, mas como têm sido muito simpáticos… Existem várias formas de prevenir que nos alojemos nas cabecinhas aí de casa, desde produtos de proteção a cuidados extra na partilha de objetos e até a penteados. Saibam mais sobre como prevenir o aparecimento de piolhos neste artigo.

Chegámos ao fim desta conversa super informativa! Esperamos que tenham aprendido connosco. Em suma, os piolhos não saltam, não voam e não discriminam cabeças mas têm um grande talento para dar entrevistas 😉

Também vos pode interessar:


Os produtos de tratamento de Paranix (Champô, Spray e Loção) e tratamento de Paranix Extra Forte (Champô, Spray e Loção) são Dispositivos Médicos para o tratamento da pediculose. Paranix Champô de Proteção é um dispositivo médico utilizado para prevenção da disseminação da pediculose. Apenas para uso externo. Evitar o contacto com os olhos ou as mucosas. Em caso de contacto com os olhos, lavar abundantemente com água. Não usar em caso de alergia a algum dos ingredientes. Manter longe de fontes de ignição e fumo. Paranix Loção de Tratamento e Paranix Spray de Tratamento estão indicados para crianças com mais de 6 meses. Paranix Extra Forte Loção de Tratamento e Paranix Extra Forte Spray de Tratamento estão indicados para crianças com mais de 12 meses. Paranix Champô de Tratamento, Paranix Extra Forte Champô de Tratamento e Paranix Champô de Proteção estão indicados para crianças com mais de 2 anos. Paranix Repel é um produto cosmético. Leia cuidadosamente a rotulagem e as instruções de utilização. Paranix Spray para o Ambiente é um produto Biocida. Não usar no couro cabeludo. Utilize os biocidas com cuidado. Leia sempre o rótulo e a informação relativa ao produto antes de o utilizar. Manter fora da vista e do alcance das crianças.

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *