Cuidados com o Sol especialmente para crianças e bebés - Pumpkin.pt

Cuidados com o Sol especialmente para crianças e bebés

cuidados a ter com o sol

Tomem nota de todos os cuidados a ter com o sol, para um verão sem queimaduras, nem escaldões. Saibam como protegerem-se!

João Moreira Pinto, médico cirurgião pediátrico e autor do blog “E os filhos dos outros” afirma que “o Sol faz-nos bem. Entre muitas outras coisas, ajuda-nos à produção de vitamina D que é fundamental para o crescimento e manutenção da qualidade dos nossos ossos.

Mas como em tudo na vida, o Sol deve ser tomado com moderação. Para além das queimaduras solares, os raios UV provocam alterações degenerativas na pele que levam ao envelhecimento precoce da mesma e, no limite, ao aparecimento de cancro.”

O que faz o sol?

Ainda assim uma exposição moderada ao sol é benéfica para o nosso corpo, já que estimula no organismo a produção de certas hormonas, melhora a circulação nos músculos e articulações e assume uma ação antidepressiva. 

A radiação ultravioleta (UV) estimula a síntese da vitamina D, importante no metabolismo do cálcio, na prevenção de algumas neoplasias e na melhoria de certas doenças de pele, como a psoríase, a dermatite seborreica e a acne. Mas, para isso, há cuidados a ter com o sol…

É que uma exposição solar excessiva e desprotegida pode ser prejudicial, sobretudo para bebés e crianças. Algumas das consequências de estar muito tempo debaixo de sol podem ser: queimaduras, cataratas, enfraquecimento do sistema imunitário, golpes de calor, insolação e choque. Fique a saber como evitar estas reações indesejadas.

Cuidados a ter com o sol, no caso dos bebés e das crianças

A fragilidade da pele dos bebés e das crianças torna-a mais sujeita a escaldões e a desidratação. As suas glândulas sudoríparas são incapazes de produzirem suor suficiente para arrefecer o corpo. Além disso, a produção de melanina também se revela insuficiente para proteger a pele. 

Como preparar os bebés e as crianças para o verão

Tendo em conta a fragilidade dos bebés e das crianças, é fundamental proteger as suas peles quando elas andam ao ar livre, mesmo que não estejam na praia. Além do protetor solar, a defesa da pele também deve ser feita com roupa e acessórios adequados, tais como:

  • roupa larga, de algodão e de cores escuras;
  • chapéu de abas largas ou boné;
  • óculos com proteção ultravioleta igual ou superior a 99%.

Nota: Os bebés com menos de 6 meses não devem ser diretamente expostos ao sol. Já as crianças até aos 2 anos de idade devem usar roupa própria, mesmo quando estão na praia, expostas ao sol.

Cuidados a ter com o sol: como fazer uma exposição solar segura

Para garantirem uma exposição solar segura, devem evitar exporem-se ao sol entre as 11h e as 17h e colocarem um protetor solar de preferência hipoalergénico, resistente à água e com FPS 50+.

Além disso, devem ter em consideração os seguintes aspetos (válidos para adultos e crianças):

  • aplicar o protetor solar na pele, cerca de 30 minutos antes da exposição solar; 
  • colocar protetor solar em todo o corpo, mesmo nas zona tapadas pelo fato de banho ou pela roupa;
  • voltar a aplicar o protetor solar, pelo menos de 2 em 2 horas, ou depois de tomar banho;
  • usar protetor solar mesmo nos dias nublados, pois os raios solares podem atravessar as nuvens;
  • não usar sobras de protetores solares de anos anteriores.

Cuidados a ter com o sol: como devem ser os protetores solares para bebés

Quanto aos protetores solares mais indicados para os bebés e crianças, pode seguir as próximas sugestões, deixadas pelo Dr. João Moreira Pinto:

  • Bebés entre os 6 e os 12 meses: proteger com creme 100% mineral a pele de todas as zonas expostas do corpo;
  • Bebés entre os 12 e os 24 meses: proteger a pele com creme 100% mineral ou creme misto (filtro físico e filtro químico);
  • Bebés com mais de 24 meses: proteger a pele com creme misto ou de filtro químico.

Cuidados a ter com o sol: intervalos de exposição solar

Após algum tempo ao sol, é importante fazer uma pausa e procurar uma sombra, debaixo do guarda-sol, por exemplo. Nessas ocasiões, pode aproveitar-se para beber água e fazer refeições ligeiras. 

Já em casa, após o banho, não se esqueçam de refrescar e acalmar a pele com um creme hidratante e consumir água. frutas e legumes. (Estas recomendações são válidas quer para adultos, quer para crianças).

Cuidados a ter com o sol: golpes de calor

Além das queimaduras solares, a exposição solar pode ainda originar desidratação e os chamados golpes de calor. Este problema é particularmente comum em crianças que não bebam água suficiente e carateriza-se por:

  • dores de cabeça;
  • tonturas;
  • vómitos;
  • excitação ou perda de consciência.

Nestas circunstâncias, devem deitar a criança com a cabeça elevada, num local fresco e arejado. Depois, devem refrescá-la, colocando compressas frias na cabeça e dando-lhe água. Caso a criança desmaie, devem deitá-la de lado e ligar para o 112.

Sigam todas as nossas recomendações e aproveitem ao máximo todos os benefícios que o sol pode ter no vosso organismo e no organismo dos vossos bebés e crianças.

Também vos pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

<