Família > Sãos e salvos > Saúde infantil

7 dicas para cuidar dos seus ouvidos neste verão

7 dicas cuidar seus ouvidos neste verão

Conheça as 7 dicas da GAES para cuidar dos ouvidos de toda a família neste verão

Estão a chegar as férias e com elas, longas tardes de sol e mar (ou piscina!), e o descanso merecido.

Para que os seus ouvidos se mantenham saudáveis nestes meses quentes e de exposição ao calor e a ambientes húmidos, a GAES, líder ibérica em soluções auditivas, partilha 7 dicas simples.

  1. Evite nadar em praias com águas pouco saudáveis: a listagem de praias com Bandeira Azul é extensa e percorre todos os pontos da costa portuguesa. A água contaminada contém centenas de bactérias e germes que podem danificar o equilíbrio delicado dos ouvidos.

  2. Não utilize cotonetes ou elementos perfurantes para limpar os ouvidos: estes dificultam o sistema natural de limpeza que tem o ouvido, provocando obstruções.

  3. Seque os ouvidos depois de cada banho para evitar a humidade no canal auditivo, que pode gerar infeções por fungos ou bactérias.

  4. Mergulhe lentamente: a pressão de águas profundas pode causar danos auditivos e facilitar infeções.

  5. Use protetores auditivos de banho, preferivelmente de material flexível, leve e hipoalergénico. Desta forma protegerá a sua audição e evitará os contágios.

  6. Em viagens de avião, cuidado com a pressão nos ouvidos na aterragem ou descolagem: recomenda-se espirrar ou mascar uma pastilha elástica. Se continuar com os ouvidos “tapados” 48 horas depois, visite um especialista.

  7. Cuidado com as correntes de ar no carro: nada é mais atrativo em tempo agradável que viajar de carro com os vidros descidos, apreciando a brisa, mas as correntes de ar aumentam o risco de infeções devido ao excesso de ar que entra no canal auditivo.

“As crianças e os idosos, bem como as pessoas que realizam desportos aquáticos, estão entre aqueles que devem ter cuidado acrescido com a audição nesta altura”, identifica Dulce Martins Paiva, Diretora-Geral da GAES – Centros Auditivos em Portugal.

“Podem, por exemplo, usar protetores auditivos e seguir estas recomendações, impedindo que uma infeção ou dores de ouvido estraguem as férias”.

Fonte de Informação – GAES