Família > Sãos e salvos > Ambiente e Natureza

Deixamos sempre pegadas?

Deixamos sempre pegadas?

Todos os dias, em todas as nossas atividades, gastamos energia. O combustível do automóvel, a eletricidade que faz funcionar o frigorífico, a máquina de lavar a roupa, o ar condicionado todos contribuem para a pegada energética das famílias.

Mas não só! A energia que é usada para produzir, embalar e transportar todos os produtos contribui para a marca que deixamos no Planeta.

Todos deixamos uma marca na Terra. Quando andamos na areia molhada na praia, ou pisamos um chão coberto de neve, o mais certo é deixarmos lá a nossa pegada. Uma pegada é como uma marca que deixamos todos os dias no nosso planeta.

A expressão Pegada Energética foi criada para nos ajudar a perceber a quantidade de recursos naturais, transformados em energia, que utilizamos para manter o nosso estilo de vida: a cidade e a casa onde moramos, as roupas que usamos e os produtos que compramos, os transportes que utilizamos, o que comemos, o que fazemos nas horas de lazer…

O tamanho da nossa pegada energética é maior ou menor em função da quantidade de energia que utilizamos todos os dias. A produção de energia necessária para todas estas ações, faz com que se liberte para a atmosfera um gás chamado dióxido de carbono ou CO2. Parte deste gás é absorvido pelas plantas e o restante fica na atmosfera da Terra.

O CO2 faz parte da família dos gases com efeito de estufa, significando que quando não é absorvido pelas plantas, fica retido na atmosfera contribuindo para o aumento da temperatura na superfície terrestre. . Sem o CO2 não teríamos as temperaturas a que estamos habituados e a Terra seria muito mais fria e inadequada para a todos os seres vivos que a habitam.

Atualmente, o que acontece é que como estamos a produzir muita energia, muito rapidamente, o CO2  que está a ser produzidoem excesso fica concentrado na atmosfera, contribuindo para um aumento do efeito de estufa, aumentando as temperaturas e fazendo com que o planeta aqueça demasiado rápido, o que pode ser perigoso.

Quanto mais energia consumimos, maior é a nossa pegada.

O problema é que estamos todos a exagerar! Se continuarmos a consumir mais energia do que é necessário, os recursos (energia, água, vento, petróleo) que existem na Terra não serão suficientes.

Neste momento teria que existir mais do que um planeta Terra para continuarmos a ter o mesmo estilo vida.

Em 2007, já estávamos a usar recursos correspondentes a 1,5 planetas. A União Europeia já fez as contas para o futuro: se continuarmos a consumir tantos recursos, em 2030 vamos precisar de 2 planetas Terra para manter o nosso modo de vida! Mas não existem 2 planetas!

A nossa forma de viver tem de estar de acordo com a capacidade do Planeta para disponibilizar e renovar os seus recursos naturais. Ou seja não pode ser só gastar, gastar, usar, usar… Temos de dar tempo à Terra para se renovar.

Não podemos consumir mais do que aquilo que o Planeta tem. 

Como calcular o tamanho da pegada energética?

Por exemplo, se formos ao supermercado e comprarmos um produto embalado/congelado que vem de um país distante, vamos ter uma grande pegada energética! Isto porque gastou-se muita energia para embalar e congelar esse produto e, depois, para o transportar até Portugal.

Mas se comprarmos um produto natural (sem estar embalado ou congelado) que tem origem em Portugal, teremos uma pequena pegada energética. Isto porque quando um produto é natural já está pronto a consumir. Não é preciso gastar energia a congelá-lo e a embalá-lo. Sendo português, a energia necessária para o transportar para o supermercado é muito menor.

Mas afinal como podemos tornar a nossa pegada energética o mais pequena possível? Basta seguir a política dos 3 R’s: Reduzir, Reutilizar e Reciclar!

Energia eficiente, Planeta contente! O grande desafio é não desperdiçar!

A energia é um bem precioso e se não mudarmos o nosso comportamento, a nossa pegada energética só vai crescer. Por isso não podemos desperdiçar nem o nosso Planeta, nem o nosso futuro.

Não esquecer: pequenas pegadas fazem uma GRANDE diferença na Terra! 

Para mais informação sobre a sua pegada energética, veja o site da Missão Up