Família > Lifestyle > Solidariedade

Meninas em tratamento no IPO desfilaram na ModaLisboa

Meninas tratamento IPO desfilaram ModaLisboa

Numa iniciativa solidária que nós adorámos, o desfile da última coleção do estilista português Filipe Faísca na ModaLisboa foi abrilhantado por um grupo de meninas em tratamento no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, que o ajudaram a desenhar diversas peças e subiram à passarela para as dar a conhecer. Uma notícia do Boas Noticias.

 

Nesta 44.ª edição, que, subordinada ao tema “Curiosier”, pretendeu homenagear a curiosidade pelo inédito da história “Alice no País das Maravilhas”, Filipe Faísca decidiu mostrar o seu lado mais solidário com a coleção “Darling”, desenvolvida em colaboração com a Fundação Rui Osório de Castro (FROC).  

Nove meninas, oito delas atualmente internadas no IPO, foram convidadas pelo ‘designer’ a ir até ao seu ateliê, em Lisboa. Filipe Faísca pediu-lhes, depois, que desenhassem um padrão baseado no amor, desenhos que foram incorporados em vestidos e casacos da sua nova coleção.  

“A ação teve início com a realização de dois ‘workshops’ no ateliê do estilista onde, sob os ensinamentos do ‘designer’ e entre sorrisos e muito espírito crítico, cada uma das participantes foi convidada a desenhar a sua visão sobre o amor”, explica a FROC, instituição de solidariedade social portuguesa que se dedica a apoiar e proteger as crianças com cancro. Iniciativa quis sensibilizar para a oncologia pediátrica  

De acordo com a fundação, “a iniciativa teve como objetivo apelar à vertente criativa e feminina das nove raparigas, proporcionar momentos de distração e de bem-estar emocional e, simultaneamente, sensibilizar para a causa da oncologia pediátrica”.   

Para Filipe Faísca, a participação das meninas nestes dois ‘workshops’ e no desenvolvimento da coleção traduziu-se numa série de momentos de dar e receber, dando significado ao próprio nome do projeto: “Give & Take”. Segundo o estilista, citado no site oficial da FROC, tratou-se de “um desafio muito interessante, porque o desenho é uma forma de comunicar sentimentos, emoções, sem ser preciso recorrer a palavras… e as crianças representaram isso mesmo, de um modo autêntico e espontâneo”.

O estilista partilhou na sua conta do Instagram várias fotografias dos ‘workshops’ em que o grupo deu asas à imaginação. © Filipe Faísca (Fotos de ©Isabel Saldanha) 

Além de terem contribuído diretamente para dar vida a estas criações, as jovens, com idades entre os seis e os 16 anos, desfilaram, este domingo, na passarela, acompanhadas de modelos profissionais, apresentando ao público as peças que inspiraram.  
De realçar que, deste desafio, resultou também uma edição exclusiva e limitada de ‘t-shirts’ e ‘tote bags’ concebidas por Filipe Faísca e pelas suas criativas de palmo e meio que estiveram à venda durante a ModaLisboa, revertendo todas as receitas a favor da fundação.

O último dia de ModaLisboa incluiu, também, a estreia no evento da angolana Nadir Tati, cujos trabalhos foram destacados recentemente na revista norte-americana Forbes, bem como a apresentação das coleções de Kolovrat, Saymyname, Nuno Gama e Pedro Pedro.
Para esta e outras boas notícias, veja o site do nosso parceiro BOAS NOTÍCIAS.

Fonte:

Imagens: © ModaLisboa, © Filipe Faísca e © Isabel Saldanha

Boas Notícias

Boas Notícias