Família > Lifestyle > Poupar

9 dicas para transformar o seu filho no Tio Pelicas

9 dicas transformar filho Tio Pelicas

“Pai, compra-me um brinquedo!”, “posso levar isto?”, são perguntas que ouvimos com regularidade, ainda mais quando as crianças são ainda pequenas e não têm grande noção do dinheiro. Para ajudar trazemos 9 dicas que incentivam à gestão do dinheiro com cautela e responsabilidade.

1. Usar mealheiro para ensinar o seu filho a ganhar e poupar.

Incentive o seu filho a “depositar” regularmente as suas moedas no mealheiro. Guardar o dinheiro que os familiares lhe dão ou que ganha com pequenas tarefas é um hábito que será útil no futuro. Quando o valor for considerável, deverá ser depositado e aplicado numa modalidade de poupança. 

Uma boa forma de reforçar esta poupança é oferecendo um voucher Kit Clube Pelicas e assegurando assim uma poupança. A partir de 20 euros pode oferecer um voucher Kit Clube PelicasSaiba mais no site em montepio.org.

O Kit Clube Pelicas foi criado com o propósito de ser um presente de Natal destinado a uma criança e contém:

– Um mealheiro;

– Uma revista VOA (a revista do Clube Pelicas);

– Um caderno com atividades;

– Um porta-moedas;

– Dois balões. 

2. Menos com menos dá mais.

Parece óbvio, mas nem sempre acontece. É importante sublinhar ao seu filho que não pode gastar mais do que aquilo que recebe. Se a sua mesada é de 10 euros, deverá procurar incutir-lhe a responsabilidade de saber que só pode mesmo gastar 10 euros. E, de preferência, deve gerir o dinheiro de modo a poder poupar parte desse valor.

3. Poupar hoje para gastar depois. 

Se a sua criança quiser muito um jogo ou um vestido, os pais devem utilizar essa vontade como forma de transmitir o valor das coisas e do dinheiro. Tivemos essa experiência com as abobrinhas! A Leonor quis comprar uma Barbie e para isso começou por colocar todas as semanas uma moeda de 1€ no mealheiro. Como a Barbie custava trinta euros, a conta foi fácil de fazer. A reacção também foi imediata. “30 semanas é muito tempo, mais de meio ano!”. Este exercício ajudou a estimular a vontade de poupar dinheiro, mas também levou a perceber a necessidade de valorizar mais os brinquedos que já tem. 

4. Pequenas despesas? Cuidado… 

A soma de pequenas despesas pode resultar numa quantia significativa. Ensine-os a gerir o dinheiro e a prestar atenção especialmente quando fazem pequenas compras, como pastilhas, gomas ou cromos, já que sem se aperceberem podem gastar todo o dinheiro da semana e/ou do mês. É até fácil fazer o jogo: uma pastilha custa 1€. Vale a pena esperar mais uma semana sem a Barbie por causa de 20 minutos de sabor? A gestão de prioridades é muito importante e deve ser transmitida desde cedo.

5. O barato sai caro. 

É um ditado popular mas obriga a criança a olhar para a qualidade do que pretende comprar. Se encontrar dois brinquedos iguais mas com preços distintos, o mais barato pode ter, por exemplo, defeitos ou ser uma cópia do original. Se a diferença estiver na qualidade, ensine-os desde cedo a pensar duas vezes antes de comprar.

6. Distinguir o essencial do supérfluo.

Há produtos ou serviços que respondem a uma necessidade, enquanto outros satisfazem um desejo. Aprender a distinguir o que é essencial do que é supérfluo é muito importante. Por exemplo: pergunte ao seu filho se precisa mesmo de mais um carro telecomendado, se já tem 2 iguais com que nunca brinca. Não faria mais sentido gastar esse dinheiro noutro brinquedo, ou poupá-lo para gastar mais tarde?

7. Definir prioridades.

Estarmos às compras com os nossos filhos e ouvirmos um”mãe, quero este boneco!” seguido de um “também quero este!” é pouco invulgar. Mostre-se firme e explique que não podem comprar tudo em simultâneo. Ajude-os a definir prioridades respondendo às perguntas: É necessário? É urgente?

8.  Traçar orçamentos. 

O orçamento é uma ferramenta para usar ao longo de toda a vida dos nossos filhos. Conceitos como receitas e despesas vão facilitar a sua gestão financeira.

9. Acidentes acontecem. 

Se alguma vez acontecer o seu filho gastar todo o dinheiro antes de tempo, não seja extremista. Explique como pode evitar que o erro se repita no futuro. Analise os gastos e ajude-o a perceber o que aconteceu. 

 

Para saber todas as condições e garantir o futuro financeiro do seu filho, sobrinho, ou neto, consulte no site da Associação Mutualista Montepio todas as informações sobre o Kit Clube Pelicas. 

Este artigo teve o apoio do Montepio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *