Família > Lifestyle > Miúdos com estilo

Especial Fotografia – Tânia Afonso

Especial Fotografia -  Tânia Afonso

Nome: Tânia Afonso

Website: www.taniaafonsophotography.com | www.taniaafonsophotography.blog.com

FB:www.facebook.com/taniaafonsophotography

Email: taniaafonsophotography@gmail.com | info@taniaafonsophotography.com

Zona do país onde fotografa: Apesar de maioritariamente fotografar na zona da Grande Lisboa e Vale do Tejo, desloco-me por todo o País

Tem filhos? De que idades? Sim, um pequenote de 3 anos


 

Como é que a fotografia entrou na sua vida? 

Sempre fui apaixonada por Arte no geral, e pela Fotografia em particular. Ainda na Era analógica, e com tenra idade, os meus pais queixavam-se da quantidade de fotografias que tinham de relevar, porque para mim fotografar sempre foi intrínseco. Ainda hoje encontro rolos antigos,  em caixas arrecadadas num sotão onde guardo ,para além dos primeiros equipamentos, as primeiras fotografias.

Com o desgosto do falecimento do meu Avô Paterno, na minha adolescência, percebi que para além das recordações e das memórias de vida, só me íam restar Fotografias. E foram essas fotografias que coloquei estrategicamente num Placard de cortiça, que diariamente me faziam perceber , que aquela formula, era genuinamente mágica.

 

Em que momento decidiu que queria ser uma fotografa profissional e não apenas encarar a fotografia como um hobby?

Incitada pela família e amigos mais próximos, procurei no mercado uma resposta Académica para o que pretendia. Percebi, que podia fazer da minha grande Paixão, o meu modo de Vida. Com o nascimento do meu filho, a vontade de fotografar foi crescendo, e acabou por ser um processo quase inevitável.

 

Um fotografo de famílias passa muitos fins de semana a trabalhar. Consegue manter um bom balanço entre a vida profissional e a vida familiar? 

Penso que este é um grande Desafio, senão o Maior: fazer a melhor gestão de tempo possível, na medida das minhas possibilidades.

Nem sempre é fácil. Normalmente encontro essa harmonia, porque me esforço no sentido de optimizar o tempo. Por exemplo, se tiver um evento fora de Lx, num fim-de-semana, aproveito para levar a Família em passeio, e ainda que durante algumas horas esteja em trabalho, as remanescentes são totalmente dedicadas ao meu Filho.

 

Grávidas, casais, recém nascidos, crianças, adolescentes, jovens… quais os seus motivos preferidos para fotografar e porquê?

Quando se gosta de fotografar, o “objecto da nossa objectiva” não é determinante. Identifico-me com todos os estilos referidos, porque procuro sempre mais do que “tirar fotografias”, dedicar-me a quem tenho à frente: capturando a essência das pessoas, as emoções.

 

Que prefere: fotografia em estúdio, dentro de casa das famílias ou ao ar livre?

Definitivamente exteriores ou em casa das Famílias. Priviligio a luz natural, e é a partir dela que desenvolvo o meu trabalho.

Acredito que num ambiente descontraído, num jardim ou numa praia, as pessoas se sentem mais confortáveis e descontraídas… A casa é sempre uma opção, mais ainda quando falamos de bebes… fotografá-los no seu habitat natural resulta , na maioria das vezes, em registos únicos! Não gosto de tirar as pessoas da sua zona de conforto, até porque o que pretendo é que na maioria dos casos, ignorem a minha presença.

Não sou muito apologista de luzes artificias [a não ser em casos que se justifique], nem de estar confinada a 4 paredes.

É importante as famílias prepararem alguma coisa para cada sessão? Devem trazer algumas roupas especiais? Que conselhos lhes costuma dar? Dependendo do contexto da Sessão, todos os detalhes são combinados previamente. As roupas, adereços e acessórios têm a sua relevância, quando contextualizados. Apesar de ter templates criados ,com recomendações para o efeito, acabo sempre por  aconselhar personalizadamente.

Se o dia estiver horrível ou as crianças estiverem em dia não, como gere isso – dá para marcar para outro dia?

Se não estiverem reunidas as condições necessárias para avançarmos com a sessão, por motivos de ordem climatérica, ou por doença das crianças, obviamente remarcamos para uma data mais conveniente. Nem faz sentido, que seja de outra forma.

 

Uma ideia gira para festas é ter photo booths, cenários e adereços para crianças e adultos se divertirem para a objectiva.  Já experimentou? Que acha?

Já experimentei, e são dinâmicas muito engraçadas para inter-agir com as pessoas.

 

Tenho visto alguns workshops de fotografia de família e até já participei num. É útil aprender umas dicas para fotografar as crianças sem ficarem tremidas, escuras e sem graça nenhuma. Já organizou algum workshop?

Já me foi solicitado mais que uma vez, que organizasse um “encontro de mães” para dar umas dicas e fazer umas brincadeiras. A falta de tempo, ainda não me permitiu que o fizesse, mas não está fora de questão!

 

E para as famílias da Pumpkin, tem algumas dicas?

Acima de tudo é importante registar o Crescimento e o desenvolvimento dos nossos Filhos, seja de que forma for. Se não querem ou podem recorrer a um profissional, para o efeito, brinquem com a máquina que anda lá por casa, façam experiências, mas mais importante:

Guardem esses momentos, que passam a correr.

 

Finalmente, pode mostrar-nos algumas das suas fotos preferidas?

 

Tânia Afonso

 

Tânia Afonso

 

Tânia Afonso

 

Tânia Afonso