Família > Lifestyle > Leituras

Bullying: Guia de Sobrevivência

Bullying: Guia Sobrevivência

Vários estudos indicam que em Portugal um em cada cinco adolescentes, entre os 13 e os 15 anos, já se envolveu em episódios de bullying, verificando ainda a subida significativa do cyberbullying com recurso às redes sociais e aos telemóveis.  

O bullying pode ter consequências devastadoras tanto a nível físico, como psicológico. Afeta o desenvolvimento psicossocial dos jovens, quer das vítimas, quer dos próprios agressores, por isso é importante sensibilizar a sociedade para este tipo de comportamento.

Com prefácio de Diogo Valente, mais conhecido por D8 (finalista do programa Fator X), “Bullying: Guia de Sobrevivência”, de Aija Mayrock, vítima de bullying durante muitos anos, traz conselhos, dicas e testemunhos que vão ajudar não só a vítimas, mas também os pais a lidarem com esta situação. É um livro dirigido aos adolescentes, próximo, que trata por tu os leitores e os problemas, e um exemplo de superação. 

SINOPSE ​
Aija Mayrock, uma adolescente como tu, vítima de bullying como tu, escreveu este livro onde explica de forma clara todas as faces do problema: o ciberbullying, os confrontos nas salas de aula, os insultos nas aulas de Educação Física, as falsas amizades, a solidão, a falta de autoestima, o medo.

​​A autora expõe corajosamente todos os sentimentos por que passou enquanto vítima de bullying, sem vergonha e sem medo. Dá-te dicas e truques de sobrevivência, conselhos sobre como lidar com o medo, como falares com os teus pais e professores, como podes voltar a gostar de ti como és, sem teres de mudar. Mas, sobretudo, faz-te perceber como tens andado a pensar de forma errada.​ Aija é convidada frequente em programas de televisão, revistas, eventos, e dedica boa parte da sua vida à luta contra o bullying, divulgando o seu livro, a sua história e ajudando milhões de jovens, como tu, em todo o mundo.

«Sei o que é odiarem-nos sem razão, isolarem-nos sem explicação, sentirmo-nos sozinhos. Por isso, vou tentar ajudar-te. Vou contar-te parte da minha história e como ultrapassei as dificuldades. Mas não vou perder muito tempo com o que me fez cair, porque não tem tanta importância quanto o que me fez voltar a levantar.» – Aija Mayrock​