Família > Lifestyle > Festas e férias

O Dia Internacional da Criança é só um dia para oferecer presentes?

direitos das crianças

Conheça a história por detrás desta data que todos comemoramos!

O Dia da Criança não existe só para oferecer presentes aos nossos filhos. Saiba quais os direitos das crianças e porquê que faz sentido celebrar este dia.


Em Portugal, o Dia Internacional da Criança celebra-se todos os anos a 1 de Junho. Oferecemos presentes aos nossos filhos ou à crianças pequeninas que conhecemos – espreitem as nossas sugestões de prendas para o Dia da Criança -, e são mais que muitos os eventos que neste dia proporcionam experiências espetaculares às abobrinhas!

Ainda bem que assim é, porque as queremos felizes sempre!

A origem do Dia Internacional da Criança

No entanto, este Dia foi criado em 1950, alguns anos após o fim da II Guerra Mundial, para sensibilizar a comunidade internacional para os problemas que atingiam tantas crianças no mundo. Num panorama flagelado, em termos sociais e humanitários, a Federação Democrática Internacional das Mulheres e a ONU quiseram defender as crianças dessa destruição.

No entanto, ainda hoje estão por cumprir tantos dos princípios da Declaração Universal dos Direitos da Criança. A Unicef revelou que há 30 milhões de crianças em extrema dificuldade, nos países ditos desenvolvidos.

Este é um dia que fará todo o sentido lembrar enquanto existirem no mundo crianças a quem são negados os cuidados mais básicos – amor, saúde e segurança. Podemos mimar os nossos, sempre, ensinar-lhes quais os seus direitos, e consciencializar assim os adultos do futuro sobre a importância dos sentimentos, das boas ações e da ajuda ao próximo.

A Declaração Universal dos Direitos das Crianças

  1. Todas as crianças têm o direito à vida e à liberdade.
  2. Todas as crianças devem ser protegidas da violência doméstica.
  3. Todas as crianças são iguais e têm os mesmos direitos, não importa a sua cor, sexo, religião, origem social ou nacionalidade.
  4. Todas as crianças devem ser protegidas pela família e pela sociedade.
  5. Todas as crianças têm direito a um nome e nacionalidade.
  6. Todas as crianças têm direito a alimentação e ao atendimento médico.
  7. As crianças portadoras de dificuldades especiais, físicas ou mentais, têm o direito a educação e cuidados especiais.
  8. Todas as crianças têm direito ao amor e à compreensão dos pais e da sociedade.
  9. Todas as crianças têm direito à educação.
  10. Todas as crianças têm direito de não serem violentadas verbalmente ou serem agredidas pela sociedade.

Veja o vídeo que fizemos sobre os Direitos das Crianças:

Também lhe pode interessar:

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *