Menu
Família > Crescer > Pais em crescimento

Os (novos) 10 mandamentos da maternidade

(novos) 10 mandamentos maternidade

Conheça os 10 mandamentos da maternidade do blog Café, Canela e Chocolate.

Pois que a vida muda completamente desde que eles nascem – e nunca mais nada volta ao que era.

Estes são os mandamentos da maternidade cá por casa, comprovados diariamente:

1. Renunciarás a uma agenda planeada e organizada, e a imprevisibilidade passará a fazer parte da tua vida.

Sim, por mais que tenhamos tudo planeado e organizado ao milímetro, os nossos pequenos seres conseguem-nos sempre surpreender e mudam tudo em segundos: febre mesmo no dia antes de irmos de férias para aquele destino paradisíaco que sonhamos todo o ano (ou febre assim que chegamos!), uma birra à entrada do supermercado, que impede que se consiga fazer as compras que queríamos, e outras tantas coisas do género.

2. Passarás a acordar sempre cedo, sem precisar de um despertador.

E geralmente, aos fins de semana, em que podíamos dormir mais tempo, eles vão acordar mais cedo ainda, e nós também – pelo menos até à adolescência, mas isso é outra conversa.

3. Renunciarás a uma casa arrumada.

Desde que os pequenos seres invadem a nossa casa, é muito provável que haja brinquedos espalhados por todo o lado (mesmo que no instante anterior tivéssemos acabado de arrumar tudo) e migalhas pelo chão e sofá (entre outras coisas menos bonitas de se descrever aqui).

4. Passarás a viver com o coração nas mãos.

Que é como quem diz, a prioridade passam a ser eles. Sempre, a toda a hora. E as preocupações são uma constante, porque queremos sempre o melhor para eles: queremos que tenham saúde, que sejam felizes, entre tantas outras coisas. Assim que toca o nosso telefone e vemos que nos estão a ligar da escola deles, o coração dispara.

5. O teu assunto principal de conversa passará a ser o teu filho – e a maternidade.

É inevitável, num encontro de amigos, família ou mesmo de colegas, acabamos sempre a falar de como está crescido o miúdo, como está bonita a miúda, mostramos fotografias no telemóvel e combinamos encontros no parque infantil. Eles comandam a vida.

6. Passarás a dominar o multitasking.

Ser mãe dá-nos novas capacidades: de ter o mais pequeno ao colo para acalmar a birra, enquanto se lava os dentes à maior e se espera que a sopa para o dia seguinte acabe de cozer. Passamos a fazer mais coisas ao mesmo tempo, e aprendemos a dominar a arte de fazê-las todas bem.

7. Renunciarás a uma vida íntima espontânea.

Que é como quem diz, namoros só depois de os miúdos estarem deitados e nos assegurarmos que estão a dormir profundamente. Acaba-se a espontaneidade da vida de solteiros, volta a época de namorar à escondidas. E mesmo assim, corre-se o risco de aparecer um deles no quarto porque perdeu a chucha e querer saber que jogo é aquele debaixo dos lençóis.

8. Aprenderás a ouvir conselhos de toda a gente sobre os filhos, e a ignorá-los.

Toda a gente sente necessidade de emitir opinião sobre os nossos filhos e sabe sempre dizer o que é melhor em qualquer situação. Aprendemos a ouvir, e depois consultamos o pediatra, os professores dos nossos filhos, os livros, mas acima de tudo ouvimos o nosso instinto materno (que nunca falha).

9. Passarás a ter como programas sociais frequentes as festas infantis.

E feirinhas, mercaditos, idas ao Zoo, Oceanário e tudo o que é programa infantil. Subitamente a vida em sociedade envolve roupa infantil, idas ao parque, gelados e algodão doce e muitas, muitas pinturas faciais (e às tantas já não nos lembramos da última vez que saímos com o marido ou com os amigos para beber um gin tónico).

10. Experimentarás a bipolaridade.

Ora nos apetece ir passar um tempo sem eles para termos tempo para nós (deixa-nos a vida numa agitação tal que às vezes damos em doidas), ora estamos loucas para os ver e abraçar e a morrer de saudades. 

Chama-se maternidade. E não há tratamento conhecido.