Família > Crescer > Pais em crescimento

O objectivo principal da nossa viagem é sermos felizes’

O objectivo principal nossa viagem é sermos felizes'

O nosso parceiro Pais com P Grande abraçou um projeto on the road com os seus filhos com um único objetivo, serem felizes! A Pumpkin entrevistou esta fantástica família e ficou a conhecer mais sobre este projeto e a sua vida em família.

 

Sobre o Projeto

 

  • Qual é o objetivo da vossa viagem?

 

A nossa viagem começou como um projecto pessoal/de família, mas rapidamente se transformou numa conduta de inspiração para tornarmos realidade uma série de sonhos e ideias já antigas.

Numa altura das nossas vidas em que estavamos prontos para “mudar de vida”, e em que o pai já estava em fase de entrevistas para trabalhos em Singapura, no Canadá e nos Estados Unidos; eu “chutei” a ideia de mudarmos para Portugal, com o objectivo de fazermos uma viagem à volta do país.

O objectivo principal da nossa viagem é sermos felizes e mostrarmos aos nossos filhos que precisamos de muito pouco para isso, na verdade precisamos apenas de estarmos juntos perante qualquer adversidade da vida.

  • Como é o vosso dia a dia em viagem?

 

Todos os dias são diferentes e ainda bem que assim é, porque é isso mesmo que nos fascina nesta história do “bora lá”. O nosso itinerário não é fixo, na verdade nem temos um itinerário por assim dizer, temos apenas workshops criativos, marcados em diferentes partes do país, e essas são as únicas datas pelas quais nos guiamos em termos de planos.

Não temos ideia de quando é que esta viagem vai terminar, mas estamos a contar com pelo menos 6 meses na estrada. Tudo o que fazemos é completamente focado nos miúdos e tentamos que a rotina das refeições/dormidas seja a única coisa que continue a ser como se estivessemos em casa.

O resto, é como eu dizia anteriormente, fazemos aquilo que nos faz felizes, seja isso ficar na tenda a ler histórias ou correr mato acima até não aguentarmos mais lama nas botas de borracha.

  • Que apoio têm tido?

 

A Orbitur é o nosso parceiro oficial, o que é fantástico porque por muito que nós queiramos pernoitar nalguns lugares menos comuns, com duas crianças pequenas as coisas têm de ser pensadas de forma mais prática e segura. As facilidades existentes num parque de campismo Orbitur fazem a vida na estrada muito mais fácil para nós enquanto família, e estamos extremamente contentes de termos esta oportunidade de podermos promover o turismo ao ar livre em família.

A Sony está a patrocinar o blog da nossa cadela, a Aloha, o que significa que ela terá a oportunidade de mostrar ao mundo a sua perspectiva desta viagem através da sua action cam.

Temos também tido o apoio de várias pequenas empresas para os mais variados detalhes desta viagem, como os graffitis que foram pintados na nossa carrinha (No Art Limit), as t´shirts personalizadas (AP serigrafia), as cortinas para a nossa caravana (Bem me cria), todos os espaços que nos estão a ser concedidos para podermos promover os nossos workshops de Norte a Sul do país (e são imensos), etc.

  • Que apoios vos fazem falta?

 

Os mais variados, este é um projecto financeiramente suportado por nós na sua totalidade, como é óbvio, e tivemos de fazer alguns ajustes nas nossas vidas para o conseguirmos realizar. Todas as ajudas são benvindas, desde apoio com alguns acessórios que ainda necessitamos para a nossa caravana (fundamentais para conseguirmos realizar este projecto), como entradas para lugares de interesse, actividades em família, apoio com a divulgação do projecto, enfim, qualquer ajuda é sempre bastante agradecida.

Continuamos também à procura de espaços em qualquer área do país, que possam ser utilizados para a promoção dos nossos workshops criativos do Baby Gil on the road, um projecto para o qual somos embaixadores, e que visa divulgar o trabalho da Fundação do Gil e angariar fundos para esta instituição.

  • Onde é que as pessoas podem saber mais sobre vós e contactar-vos, se puderem ajudar?

 

Podem contactar-nos através de mensagem no nosso blog www.paiscompgrande.com ou na nossa página no Facebook

  • Depois desta viagem, quais são os vossos planos?

 

Ui!!! Ainda temos muitos kms para andar e um livro para escrever sobre a viagem à volta de Portugal, mas já andamos a sonhar com a próxima aventura… “12 países, 12 meses” soa-nos muito bem! 

 

 Pais com Pgrande

 

Sobre a vida em família

 

  • Que tipo de brincadeiras os vossos filhos gostam mais de fazer em casa? Gostam de livros, filmes? Quais são os preferidos?

 

Gostamos muito de fazer projectos em família, actividades de expressão plástica. Temos uma garagem repleta de “lixo” (como diz o pai) que normalmente reutilizamos para criar coisas. Também adoramos livros, jogos (sobretudo de memória) e de brincar ao faz de conta.

  • Costumam cozinhar em casa ou gostam mais de comer fora de casa? As crianças também vão para a cozinha? Onde se inspiram?

 

Comer é uma coisa que todos prezamos muito aqui em casa e sem dúvida que preferimos comer em casa a comer fora. Adoramos cozinhar em família e acreditamos que envolver os miúdos a preparar o jantar, colabora não só para eles saberem mais sobre os diferentes alimentos, mas também a serem gratos por uma coisa que tantas vezes julgamos certa.

Motiva-os também a experimentarem coisas novas. Eu sou quem lidera a cozinha lá em casa e não sou nada de receitas nem medidas certas; cozinho a olho e de coração. Adoro ser criativa e experimentar coisas novas.

  • Que tipo de actividades e lugares gostam mais para fazerem programas em família?

 

Gostamos das mais variadas coisas, desde cinema e museus, a caminhadas e surfar. Adoramos praia e começámos recentemente a fazer stand up paddling, o que é um óptimo desporto para se fazer em família, mesmo com crianças pequenas. Sem dúvida que somos pessoas do “mato” Adoramos estar em contacto com a natureza, respirar ar puro e ir deixar os miúdos correrem até não aguentarem mais.

  • Que tipos de férias preferem, e quais são os vossos destinos preferidos em família?

 

Férias para nós significa conhecer lugares e gentes e por isso tentamos ao máximo ficar longe de turistas e de lugares turísticos pois claro. A nossa viagem em família favorita foi a Cuba. Viajámos pela ilha toda de mochilas às costas com os miúdos, e enternecemo-nos com a generosidade e o carinho das pessoas com quem cruzamos caminho. Um povo fantástico!

  • Como nós, vocês são uma família multinacional e bilingue. Que línguas se falam em vossa casa e como querem educar os vossos filhos?

 

Aqui em casa falamos Português, Francês e Inglês e, contra todas as teorias e comentários alheios,decidimos que iríamos falar as 3 línguas desde o primeiro dia.

Foi assim desde sempre e sempre o será. Educamos os nossos filhos para serem pessoas livres e seguras de si, para não terem medo ou vergonha de não seguirem a norma se assim acharem que deve ser, para serem pessoas independentes e gratos pelo que a vida lhes dá. Achamos que tudo o resto, virá por acréscimo.

  • Que dicas têm para famílias felizes? 

 

Acho que as pessoas passam tanto tempo a falar do que têm de atingir para serem felizes, que perdem um milhão de oportunidades para o serem. Ser feliz está ao alcance de todos…

Para nós, mesmo depois de um dia terrível de birras, contratempos, problemas dos mais variados, etc., dar o abraço de família da praxe antes dos miúdos irem para a cama, é sermos uma família muito feliz. Para nós a felicidade está na gratidão de nos ser concedido termo-nos uns aos outros.

Pais com p grande