Família > Crescer > Pais em crescimento

Carta ao pai do meu filho

carta ao pai do meu filho

Porque um pai é tanto, mas é acima de tudo isso: pai.

A Filipa Ferreira, do blog Sei Lá Eu Ser Mãe, escreveu uma carta emocionada ao seu companheiro de todas as horas, o pai do filho, com a qual muitas mães se vão certamente identificar. 

Querido Pai do meu filho, não leves a mal que te chame assim, mas este é o teu papel que mais me encanta!

És muito mais que pai do meu filho… És meu amigo, meu ouvinte, companheiro de uma vida… Ouves os meus risos e desabafos, dás-me um terno beijo ou um simples ombro amigo.

Nem sempre foi fácil, o nosso percurso até aqui. Mas o bom, é que mesmo os momentos difíceis, foram feitos de mãos dadas! Conseguimos nos chatear apoiando-nos um ao outro sempre. E isso é bom!

Já lá vão uns anitos, mas os últimos têm sido sem dúvida, os mais desafiantes e em simultâneo os mais bonitos das nossas vidas.

Quero-te dizer que sonhei com este momento.

Sonhei com os dias, em que me sentaria numa pedra ao sol, simplesmente a ver-te jogar à bola com o nosso filho.

Sonhei com as gargalhadas que dariam juntos e que eu ia ouvir à distância, enquanto preparava o jantar.

Sonhei com os sons a imitar carros ou animais que lhe ias ensinar, com o som das vossas mãos no ar, quando “dão + 5” um ao outro.

Sonhei que a nossa vida juntos daria frutos um dia, e tal como sonhei, fez-nos mais felizes, mais completos e com mais sentido.

Têm sido uma batalha é certo, mas uma batalha daquelas que só juntos superaríamos.

Chamo-te Pai do meu filho porque o tens desempenhado na perfeição!

És Pai, amigo, cuidador, educador, e companheiro e foi com isso que sonhei.

E se o papel da minha vida é ser a mãe, tu encaixas, sem dúvida bem, no papel, de Pai do meu filho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *