Família > Crescer > Pais em crescimento

2015: As Minhas Reflexões e Resoluções Enquanto Mãe ou Pai

2015: As Minhas Reflexões Resolucões Enquanto Mãe Pai

No final de cada ano é sempre bom tirar um pouco do seu tempo para reflectir sobre o que quer mudar e manter no novo ano. A Oficina de Psicologia dá-nos umas dicas que o vão ajudar imenso.

Em Dezembro é habitual fazermos um balanço de 2015 que agora terminou e de realizar as resoluções do ano que agora chegou. Mas o que lhe proponho é um desafio um pouco diferente: porque não fazer uma reflexão focada numa dimensão específica e especial da sua vida: a dimensão parental, ou seja, no seu papel de mãe/pai ao longo de 2015.

Refletir sobre 2015 é uma forma de parar um pouco para pensar em si enquanto pai ou mãe, no(s) seu(s) filho(s) e em tudo o que fez com ele(s) durante este período.

Procure fazer uma reflexão sobre 2015 voltada para os seus ganhos que alcançou neste papel: Qual foi o melhor acontecimento da sua vida enquanto pai/mãe ao longo destes 12 meses?

Quando pensa em 2015, que som do seu filho lhe vem à cabeça que tenha ouvido neste período? Se este ano pudesse ser retratado numa fotografia para mais tarde recordar, qual seria a imagem? Qual a melhor frase que ouviu do seu filho em 2015? Qual o melhor momento passado com o seu filho em 2015?

Ao responder a estas perguntas, com certeza recordou situações que já não estavam tão presentes na sua memória e foi com certeza agradável recordar os bons momentos dos últimos 12 meses no seu papel de mãe/pai, verdade? Porque recordar é viver, guarde consigo estas boas recordações e as emoções que estas despertam em si!

Procure partilhar o seu balanço com os seus filhos: pergunte-lhes qual o melhor momento para eles, passado em família deste ano, uma frase que lhes tenha dito e que eles tenham gravado. Dezembro é tempo de partilha e partilhar memórias é também partilhar afetos!

Terminado 2015, ano novo vida nova! Chegou a altura de guardar tudo o que de melhor 2015 lhe trouxe e procurar olhar para o futuro e sobretudo para o que espera para si e para os seus filhos deste 2016 que agora começa.

O que será que lhe reserva 2016 no seu papel de mãe/pai? Que acontecimentos estão para chegar?

A melhor resposta a estas questões é inverter a pergunta e perguntar antes: o que é que eu tenho reservado para este novo ano enquanto mãe/pai? Procure ter este pensamento presente: 2016: 366 dias igual a 366 oportunidades.

Encare cada dia de 2016 como uma oportunidade para realizar todos os seus objetivos no seu papel de mãe ou pai. 2016 representa 12 meses cheios de oportunidades para se dedicar a si, aos seus filhos, àquilo que é importante para si: poderá ser desde uma viagem até algo tão simples como, por exemplo, realizar aquele piquenique em família que queria ter feito em 2015 e não foi possível.

 “Que 2016 seja melhor do que 2015!”: No final de Dezembro, repetimos sempre a mesma frase, verdade? Contudo, não se esqueça: parte deste desejo está nas nossas mãos. Cabe a cada um de nós contribuir com o que está ao nosso alcance para que assim seja.

O primeiro dia de cada ano é sempre dedicado à Paz: porque não começar já nos primeiros dias de Janeiro a contribuir para a sua paz interior? Procure fazer algo que lhe transmita tranquilidade e que adore fazer com os seus filhos: passear, fazer um piquenique, uma atividade especial… as alternativas são muitas e o seu bem-estar e o dos seus filhos agradece!

Por tudo isto, acredite: 2016 só poderá ser um grande ano!

 

Sandra Azevedo

Psicóloga Clínica

Equipa Mindkiddo

Oficina de Psicologia