Família > Crescer > Desenvolvimento

Sinais de bullying: estar atento é importante!

sinais de bullying

Como perceber se uma criança está a ser vítima (ou autora) de bullying?

Todos os pais se preocupam com a mais remota possibilidade de que as suas abobrinhas estejam a ser vítimas de ataques ou insultos na escola. Por isso, reunimos uma lista com alguns sinais de bullying que podem indicar que as crianças estão sob pressão ou a lidar com colegas agressivos, mas também algumas indicações de que os nossos filhos podem ser eles os bullies.

No entanto, é preciso notar que estes sinais nem sempre significam uma situação de bullying, são apenas isso mesmo, indicativos. Ainda assim, todos eles são preocupantes, por uma razão ou por outra, e por isso é importante conversar com as crianças para que elas se sintam sempre confortáveis em desabafar connosco e em confiar-nos os seus problemas.

Sinais de bullying: vítimas

Irritabilidade

O vosso filho é, por norma, uma criança calma, que reage bem a chamadas de atenção e que raramente se irrita, mas nos últimos tempos tem-se revelado mais agressivo, “por tudo e por nada”?

As crianças vítimas de bullying podem sofrer de alterações de humor constantes, estar mais zangadas e descontar na família, ou naqueles que lhes são mais próximos, as “respostas” que não conseguem dar a quem os ataca.

Tristeza

Ninguém é feliz quando se sente sozinho, atacado, inferior. Se a vossa abobrinha tiver perdido a alegria, sorrir muito menos, mostrar-se abatida ou não se entusiasmar com assuntos ou ideias que antes a deixavam extasiante, pode ser sinal de que algo de grave se passa.

Recusa em ir à escola

A abobrinha parece com medo de ir à escola, pede para ficar em casa, arranja desculpas constantes ou finge estar doente? Pode ser um sinal, principalmente se até há pouco tempo era uma criança que gostava de estudar e que nunca mostrava vontade de faltar às aulas.

A criança ter notas mais baixas do que as habituais também pode indicar algum problema, dentro ou fora da escola. A dificuldade em manter-se atento ou motivado é outro dos sinais de bullying a que precisam de estar atentos.

Outro alerta: se a abobrinha já vai sozinha para a escola e de repente pede aos pais que lhe façam companhia, provavelmente está com medo de alguma coisa. Resta descobrir de quê, ou de quem.

Outros sinais de bullying:

  • Material escolar estragado ou perdido sem que a abobrinha consiga dar uma justificação lógica,
  • Nódoas negras ou feridas também elas sem explicação;
  • Pesadelos ou choro durante o sono;
  • Dificuldades em gerir dinheiro (pode estar a ser roubado);
  • Está mais carente;
  • Recusa falar da escola.

Também vos pode interessar:

– Saiba tudo sobre Bullying: Juntos podemos vencê-lo!

– Como prevenir bullying: 5 dicas para proteger as crianças

– Sinais de bullying: estar atento é importante!

– Bullying na escola: a forma mais comum

– Cyberbullying: o que é?

Sinais de bullying: bullies

É uma realidade também ela muito difícil de aceitarmos. Afinal, como lidar com a ideia de que a nossa abobrinha, que educámos com tanto carinho e valores, é capaz de fazer, deliberadamente, mal a outras crianças?

Os bullies são também eles vítimas, muitas vezes de si próprios e às vezes dos contextos. Estes são alguns sinais de que o vosso filho pode estar a fazer bullying a algum colega:

  • Desafia constantemente as figuras de autoridade, seja em casa ou na escola;
  • Intimida/subjuga com regularidade os irmãos ou crianças mais novas com quem convive;
  • É uma criança facilmente irritável e explosiva;
  • Não respeita as regras;
  • Tem dificuldade em lidar da forma correta com desafios ou problemas;
  • Mente de forma descontrolada;
  • Mostra-se carente;
  • Recusa falar da escola.

Sinais de bullying: o que fazer?

É fácil de perceber que muitos dos sinais coincidem, por isso a forma certa de falar com as vossas abobrinhas e perceber melhor o que se passa é através do cultivo da confiança, da cumplicidade e da abertura.

Deem-lhes sempre amor, mantenham-se também próximos dos pais dos colegas que vos podem contar episódios que em casa o vosso filho não mencionou, estabeleçam pontes com a escola para que também seja mais fácil comunicar algum problema.

Sobretudo, mostrem aos vossos filhos que eles merecem ser amados, respeitados e que têm muito valor por serem quem são – isso significa que não precisam de ter medo de ninguém, mas tampouco de se superiorizarem, para conquistarem o mundo.

Também vos pode interessar:

– Vítima de bullying: como podemos ajudar?

– Como lidar com bullying?

– Qual os efeitos do bullying nas crianças?

– Descubram as ferramentas para ajudar a combater o bullying: livros, jogos e muito mais!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *